Armando afirma que projeto de Raquel e Priscila “não precisa de padrinhos, nem se agasalhar em sobrenomes”

por Carlos Britto // 01 de agosto de 2022 às 09:45

Foto: divulgação

Um dos presentes à convenção partidária que oficializou a candidatura de Raquel Lyra (PSDB) ao Governo de Pernambuco, de Priscila Krause (Cidadania) a vice e Guilherme Coelho (PSDB) ao Senado, o ex-ministro e ex-senador Armando Monteiro Neto (PSDB) fez questão de acentuar a diferença entre as duas postulantes e os demais nomes colocados na disputa. O comentário teve veneno para todos os lados.

Segundo Armando, “a candidatura de Raquel e Priscila não reivindica a benção nem tutela de padrinhos; este é um projeto que não nasceu à sombra de máquinas governamentais; Raquel e Priscila têm a sua própria biografia e não se agasalham em sobrenomes para compensar insuficiência curricular”. Para bons entendedores, o recado foi mais que suficiente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.