Arcoverde: Idosos são presos pela Polícia Civil tentando fraudar INSS

2

Em Arcoverde (PE), no Sertão do Moxotó, a Polícia Civil (PC) prendeu uma idosa de 80 anos, um idoso de 71 e uma mulher de 48 anos por fazerem parte de um esquema de fraude de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A ação aconteceu no dia de ontem (14).

Os policiais foram acionados porque havia uma suspeita de que Maria Ferreira Alves, de 80 anos, estava com documentação irregular em uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF) de Arcoverde. A senhora estava acompanhada da sua filha, Josefa Nascimento Galvão, 48, e um homem que fugiu do local ao desconfiar da movimentação dos funcionários. No entanto, ele foi localizado pelos policiais civis quando retornava para a cidade de Águas Belas, onde todos residiam.

Ficou comprovado que os autuados recebiam benefícios sociais de pessoas já falecidas, os quais tinham os dados inseridos em cédulas de identidade com fotografia dos imputados. Na delegacia, Maria Ferreira confessou estar usando documento falso e fazer parte de um esquema para fraudar e receber benefício do INSS. Ela informou que quem liderava a fraude era Ivanildo Vieira da Silva, 71 anos.

Apuração

Os cartões dos benefícios serão encaminhados à Polícia Federal (PF) para apuração das fraudes contra o INSS. Com Ivanildo, os agentes localizaram mais dois cartões e cédulas de identidade contendo fotos do próprio e de Maria Ferreira Alves, com comprovantes de saques realizados ontem e a quantia aproximada de R$ 3.000,00 em espécie. (foto/divulgação)

2 COMENTÁRIOS

  1. Corrupção é questão de caráter do ser humano e não de condição social, está mais que provado. Tanto faz um seu zé, uma dona maria lá dos recantos do País como o Deputado, o senador, o juiz lá nas hostes do País.
    O combate a corrupção tem que partir da educação de valores que envolve toda a sociedade, desde a família até a escola.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dois + cinco =