Após reunião com Paulo Câmara sobre protesto sufocado pela PMPE, Antonio Coelho afirma continuar buscando esclarecimentos

2
Foto: divulgação

Apesar de considerar cordial o gesto do governador Paulo Câmara em receber uma comissão de parlamentares da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para falar sobre a ação da Polícia Militar no protesto do último dia 29/05, o deputado estadual Antonio Coelho (DEM) mostrou-se reticente com os argumentos apresentados. O líder da bancada de oposição na Casa afirmou que a impressão passada durante a reunião é de não haver consenso no governo sobre de onde partiu a ordem para a polícia agir. O parlamentar, inclusive, reafirmou a disposição da bancada em buscar o esclarecimento dos fatos e defendeu a importância da abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Casa.

Segundo o democrata, a instalação da CPI será um instrumento importante para colaborar com a investigação e com a elucidação dos fatos, bem como esclarecer a real motivação da intervenção da PM no Centro do Recife. “Até o momento, temos 13 das 17 assinaturas necessárias para que a Comissão possa funcionar. Um cenário que demonstra uma aderência suprapartidária à criação da Comissão Parlamentar“, destacou Antonio Coelho.

O deputado, no entanto, lamentou não contar com o apoio de parlamentares da esquerda para a criação dessa CPI, os quais, na sua avaliação, deveriam ser os principais interessados em esclarecer o acontecido. “É estranho que eles não queiram assinar o requerimento da CPI”, pontuou Antonio Coelho.

2 COMENTÁRIOS

  1. Assinar requerimento de uma CPI montada para que fins ? Políticos ? O deputado nas entrelinhas deixa entender que quer abafar os policiais e colocar oassunto no colo da política . Seu Bolsonarismo não é explícito , mas é tácito pra bom observador. São vidas humanas, deputado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

17 + 13 =