Após início de polêmica, projeto que regulamenta Uber está sendo analisado neste momento na Casa Plínio Amorim

7

O projeto de lei de autoria do Executivo Municipal, que regulamenta o Uber – aplicativo de transporte individual de passageiros –, está sendo analisado neste momento pelos vereadores da Casa Plínio Amorim.

A sessão plenária já teve até um início de polêmica protagonizada por Zenildo do Alto do Cocar (PSB), Maria Elena (PRTB) e o presidente da Casa, Osório Siqueira (PSB). Os dois últimos contestaram veementemente Zenildo por achar que o colega queria atropelar o rito das discussões acerca da proposta.

Presentes em grande número no plenário, taxistas e profissionais de Uber chegaram a vaiar os dois vereadores.

7 COMENTÁRIOS

  1. A espaço para todos eu sou a favor por que crise que nós estamos não está de sair brincando com dinheiro eu mesmo não vou deixar de pagar uber para pagar táxi o dobro ou mais

  2. Petrolina precisa de motorista de aplicativos pois nossa população está cansada de preços abusivos levando em conta que o custo de vida na nossa cidade é fora do comum ” a favor dos ubers”!!!!!

  3. Também sou totalmente a favor dos Uber’s.
    Estão trabalhando honestamente, cobram um valor justo e estão possibilitando uma melhoria da mobilidade urbana em nossa cidade.
    Sou estudante universitário e, hoje, eu meus amigos vamos todos os dias de Uber para faculdade.
    Essa modalidade de transporte nos possibilitou, ter um transporte mais eficiente, de qualidade, ágil e por um preço justo, evitando atrasos constantes e sudorese intensa por causa dos ônibus lotados e, também, pelo fato de ter que esperar ônibus ao sol, devido a má qualidade dos pontos.
    Taxi não dá para estudante e nem para as classes menos favorecidas (alto custo).
    Além do mais, em meio ao desemprego que assola o País, esse meio está possibilitando, a milhares de famílias, uma renda para suportar a crise econômica existente .
    #UBER TOTAL

    • Era antes da regulamentação, agora os preços serão equiparados pois o Uber terá que cumprir exigências que resultarão em custos adicionais, e esses custos serão repassados com toda a certeza. Agora garantiram reserva de mercado para os incompetentes taxistas. O consumidor mais uma vez perdeu sua liberdade de escolha.

  4. Depois ficam quebrando a cabeça se perguntando o por quê da pobreza reinar neste país. O governo legisla para beneficiar meia dúzia de lobistas e empresários ligados à políticos e partidos no Brasil. Nunca vi uma regulamentação para tornar um serviço/produto mais barato, só vi encarecer. Eu desconheço o teor desta regulamentação, mas o destino do Uber será o mesmo do táxi: virar um oligopólio privado com serviços de péssima qualidade e preços exageradamente caros, como tudo o mais nesta latrina que chamam de país. Isso aqui não tem jeito, é tudo deles, da casta superior (políticos, militantes de partidos, funcionários públicos e empresários ligados ao governo). Este país só tem uma saída: o aeroporto!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome