Após decisão do STF, Miguel Coelho anuncia retomada na negociação para compra de vacinas contra Covid-19

7
Foto: Jonas Santos/PMP divulgação

Após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), nesta semana, liberando a aquisição direta de vacinas por Estados e municípios, o prefeito de Petrolina Miguel Coelho anunciou a retomada na negociação com laboratórios para a compra de imunizantes contra a Covid-19. O gestor sertanejo afirmou, nesta quarta (24), que pretende comprar diretamente doses no Brasil ou no Exterior o mais rápido possível para acelerar a vacinação na cidade sertaneja.

Petrolina já aplicou 11,8 mil doses das vacinas produzidas pelo Butantan/Sinovac e Fiocruz/Astrazeneca/Oxford, representando a segunda maior imunização do Estado, no momento. Ainda assim, o prefeito Miguel Coelho quer imprimir um ritmo mais intenso ao processo, em especial, aos segmentos mais suscetíveis a casos graves da covid-19, como os idosos.

Em dezembro último, o prefeito havia aberto negociação com o Laboratório Butantan para a aquisição de imunizantes, mas as tratativas foram interrompidas por conta da exclusividade de compra por parte do Ministério da Saúde. “Como o STF liberou os municípios, vamos retomar a negociação para compra, inclusive, de vacinas que ainda não estão sendo aplicadas como a da Pfizer e Sputnik. Queremos vacinar o maior contingente populacional possível num curto prazo para podermos, aos poucos, retomar a vida normal e garantir a segurança da população“, explicou.

7 COMENTÁRIOS

  1. Politicagem.

    Não se discute o trabalho do prefeito, mas ele faz politicagem sem vergonha. Os Estados não estão conseguindo comprar a vacina, ela vai comprar…cara de pau.
    Ele acabou de fechar 11 leitos de UTI. Fale prefeito.

    • Que politicagem o que rapaz, ai é Galeguinho e não é fraco não.
      e vc deixe de choro, se continuar chorando, não irá tomar a vacina quando chegar viu.

    • Ôh imbecil, você é analfabeto, burro, ou mal caráter mesmo, além de mentiroso? Os Estados não estavam conseguindo comprar vacina de modo algum, até porque somente agora foi que o STF liberou para Estados e Municípios comprarem. É um prego mesmo!

  2. Muito bem, Miguel, a tão esperada liberdade chegou a Petrolina. Não depender da boa vontade do Governo do Estado, que centraliza em Recife tudo na questão do combate à pandemia da Covid-19, é um alívio. Viva a autonomia dos municípios e fora esse centralismo provinciano que é tão peculiar e tão histórico em Pernambuco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

11 + 3 =