Após celeuma, projeto da iniciativa privada para Camelódromo é suspenso em Juazeiro

por Carlos Britto // 22 de julho de 2013 às 10:01

camelodromo juazeiro_640x480A celeuma em torno da privatização do espaço onde ficam o Camelódromo 2 de julho e o Terminal Urbano de Passageiros em Juazeiro foi encerrada. E da forma como os comerciantes do local pretendiam. A informação foi confirmada pelo advogado Paulo Roberto – representante do empresário Assunção de Maria, que adquiriu a área junto à prefeitura municipal, durante uma reunião realizada no último sábado (20), no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade.

O encontro foi organizado pelo vereador de oposição, José Carlos Medeiros, que se insurgiu contra a privatização do local assim que tomou conhecimento do fato.

Na ocasião o advogado informou que o empreendimento do shopping popular pensado para área estava cancelado. Ele explicou também que área foi, de fato, adquirida pelo empresário em 2006, do espólio da família Campelo, e que está na justiça contra o município para que haja um ressarcimento pelo uso do espaço ao longo dos anos.

Esse recuo foi fruto de nossa luta. O povo venceu. Conseguimos fazer com que o prefeito reconhecesse que sabia do processo desde 2009, e que não tinha chamado a sociedade para o debate. Mas, depois de nossa ação em conjunto com os permissionários, tivemos essa boa notícia de que o projeto, por ora, foi suspenso”, comemorou.

Obrigação

O vereador disse ainda que, agora, é obrigação da prefeitura lutar com mais ‘garra’ em defesa do patrimônio público da cidade. Apesar da notícia, os comerciantes decidiram ficar mobilizados. Segundo o presidente da Associação dos comerciantes do Camelódromo, Antônio Carlos de Souza, As reuniões e mobilizações não vão parar. “Essa é a hora que devemos ficar cada mais unidos, juntos, pois a luta ainda não acabou”.

Segundo a assessoria de Medeiros, no retorno dos trabalhos do Legislativo – em agosto – o vereador deve apresentar um requerimento solicitando uma audiência pública para debater o modelo de gestão e as melhorias para os espaços. A demanda foi apontada durante o encontro pelos próprios comerciantes. (Foto: RádioWeb Juazeiro)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *