Após acidente em lombada recém implantada na descida da ponte, DNIT conta com ajuda da AMMPLA para melhorar sinalização no local

5
Foto: Gabriel dos Anjos/Blog do Carlos Britto

Um redutor de velocidade implantado há poucos dias na descida da Ponte Presidente Dutra, do lado de Petrolina, gerou tanto barulho que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) na cidade foi obrigado a intervir na manhã de hoje (18). O motivo é que muitos condutores de carros e motos foram pegos de surpresa quando passavam por esse trecho por não perceberem a lombada.

Por conta disso, na noite de ontem (17) duas mulheres numa moto acabaram se acidentando com certa gravidade, ao passarem pelo redutor. Revoltado, o tio de uma delas participou nesta quinta-feira do Programa Carlos Britto, na Rural FM, e não poupou críticas. “Não é possível que o responsável por essa lombada seja engenheiro”, desabafou, acrescentando que o estado de sua sobrinha é estável, mas ela apresenta parcialmente dificuldade em enxergar. O Blog não tem informações sobre o estado da outra mulher.

Apesar de ter implantado uma placa de sinalização indicativa do redutor de velocidade, o DNIT não procedeu com a pintura na lombada, para facilitar a visualização dos condutores. Após tomar conhecimento do problema, o diretor-presidente da Autarquia Municipal de Mobilidade Urbana (AMMPLA), Edilsão do Trânsito, informou ao Blog ter solicitado autorização do órgão federal para ajudar a equipe a pintar a lombada, o que foi feito na manhã desta quinta.

5 COMENTÁRIOS

  1. Nesse local muitos que descem vem em alta velocidade, loucos para “ganhar” segundos de seu tempo, mesmo que coloquem em risco a sua própria vida e a de outrem. Então mais que certo de colocar esse redutor de velocidade. Já era sem tempo. Se os motoristas cumprissem esse artigo do Código de Trânsito Brasileiro que segue abaixo não necessitaria de tal providência.

    “Art. 44. Ao aproximar-se de qualquer tipo de ‘cruzamento’, o condutor do veículo deve demonstrar ‘prudência especial’, transitando em ‘velocidade moderada’, de forma que possa deter seu veículo com ‘segurança’ para dar passagem a pedestre e a veículos que tenham o direito de preferência.”

  2. Muita burrice se colocar um quebra mola em a decida como essa…se não tirar vai acontecer o inesperado…Caminhão com carga não consegue frear e vai ser uma colisão feia…vai ter engavetamento…E a responsabilidade vai ser dos órgãos responsáveis.. .DENiT e AMPLA

  3. O problema maior aqui dentro de Petrolina é que fazem as alterações, criam as lombadas mas não as pintam. A mesma coisa está acontecendo nas vias que foram recapeadas. Asfalto novo, mas cadê a pintura da sinalização horizontal? Cadê a divisão de faixas, a pintura do bordo da via, onde é permitido ultrapassar e onde não?
    Descaso muito grande das autoridades do trânsito da nossa cidade!

  4. Me pergunto se há um consenso entre AMMPLA e DNIT sobre essas intervenções, pois pelo que vejo não há comunicação entre esses órgãos e o resultado estamos vendo sob a forma de acidentes, igual à Sete de Setembro, fizeram um projeto porco, que não beneficiou em nada a mobilidade, e ainda causa acidentes. A prefeitura que quer a paternidade da obra me parece que não ajudou em nada o projeto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome