Após 4 anos, Semiárido Show volta a acontecer presencialmente em Petrolina

por Carlos Britto // 07 de junho de 2023 às 14:00

Foto: divulgação

Depois de quatro anos sem uma edição presencial, o Semiárido Show volta com uma programação repleta de capacitações englobando diversas temáticas voltadas para a convivência com  a caatinga. A 23ª edição da feira, um dos maiores eventos de inovação tecnológica para a agricultura familiar da região, é realizada pela Embrapa e acontecerá entre os dias 1º e 4 de agosto em Petrolina.

Durante os quatro dias de evento, o público terá a oportunidade de participar, gratuitamente, de cerca de 10 seminários e 50 palestras, além de oficinas e dias de campo. As capacitações são ministradas por pesquisadores e técnicos da Embrapa e de diversas instituições parceiras, com inscrições feitas no local.

Novidades

Uma das novidades da edição será uma programação de cursos virtuais ofertados por meio da Vitrine de Capacitações Online da Embrapa – o e-Campo. Os cursos abordam temas aderentes à produção no Semiárido, tais como forrageiras, sanidade animal, apicultura, reuso de águas cinzas, entre outros. A expectativa é de que a iniciativa viabilize o acesso de um público ainda maior, proveniente de qualquer localidade do Brasil e do mundo.

O evento é sediado em uma área de 20 hectares da Embrapa Semiárido, localizada na rodovia BR-428, Km 148, em Petrolina. A participação é aberta a todos os públicos, como produtores, profissionais da assistência técnica e extensão rural, estudantes, comunidade científica, gestores, formuladores de políticas públicas e demais interessados.

Parceiros

Nesta edição, a feira é realizada pela Embrapa em parceria com o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), e está em fase de construção de novas parcerias, contando, até o momento, com patrocínio do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), por meio do Projeto Dom Helder Câmara; da Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesan), do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário; e da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).

Conta, também, com o apoio do Instituto Federal do Sertão Pernambucano (IFSertãoPE), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Social da Indústria (Sesi) e empresas privadas como Hortivale, GranSafra e Ferreira Sementes. A realização é liderada pela Embrapa Semiárido (Petrolina-PE), com o envolvimento de outras 15 Unidades da Empresa: Agroindústria de Alimentos (Rio de Janeiro-RJ), Agroindústria Tropical (Fortaleza-CE), Algodão (Campina Grande-PB), Alimentos e Territórios (Maceió-AL), Caprinos e Ovinos (Sobral-CE), Hortaliças (Brasília-DF), Instrumentação (São Carlos-SP), Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas-BA), Meio Ambiente (Jaguariúna-SP), Meio-Norte (Terezina-PI), Milho e Sorgo (Sete Lagoas-MG), Solos (Rio de Janeiro-RJ) e Tabuleiros Costeiros (Aracaju-SE).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. A situação não é fácil, porém não acho que devemos condenar o rapaz com tanta violência. Quem nunca errou que…