Ao lembrar avô, Marília Arraes defende implantação do Chapéu de Palha nacional

por Carlos Britto // 13 de agosto de 2021 às 11:00

Foto: divulgação

A valorização do trabalhador rural e do agricultor familiar sempre foi um dos focos do mandato da deputada federal Marília Arraes (PT-PE). Com o objetivo de promover políticas públicas de incentivo financeiro e educacional para esse público, a parlamentar apresentou, na Câmara dos Deputados, o Programa Chapéu de Palha Nacional. A proposição do projeto é uma homenagem ao ex-governador de Pernambuco, Miguel Arraes, que faleceu há exatos 16 anos.

Inspirado no Chapéu de Palha criado pelo avô, que mudou a vida de milhares de trabalhadores rurais do Estado a partir da década de 1980, o programa apresentado por Marília tem o objetivo de conceder um benefício de até R$ 300,00 por família cadastrada, além de oferecer cursos de alfabetização e de capacitação nas áreas de saúde preventiva, meio ambiente, geração de renda, economia familiar e reforço alimentar. Além dos trabalhadores rurais, o programa contempla agricultores familiares, pescadores artesanais, marisqueiros, trabalhadores da cana-de-açúcar e da fruticultura irrigada.

É fundamental destacar o sucesso de políticas como o Chapéu de Palha aqui em Pernambuco e seus resultados econômicos e sociais, como a valorização da educação. Estender esse programa para combater os efeitos do desemprego, sazonal ou não, aos trabalhadores espalhados pelo país é essencial para aumentar as estratégias de combate à pobreza extrema”, afirma Marília.

Segundo dados do Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais, quase 13,2 milhões de brasileiros que vivem no meio rural lutam contra a situação de pobreza ou de extrema pobreza. As regiões Norte e Nordeste abrigam 82% dessas famílias, sendo 8% desse número em Pernambuco. Vale ressaltar que o papel dessas pessoas durante a pandemia da Covid-19 foi fundamental para a continuidade da produção de alimentos em todo o país. “É reconhecendo a necessidade de aumentar as estratégia de combate à pobreza que pretendemos instituir o Programa Chapéu de Palha Nacional. É também uma forma de homenagear o sucesso do programa iniciado pelo ex-governador Miguel Arraes aqui em Pernambuco“, ressalta.

Miguel Arraes

Esta quinta-feira (13) marca os 16 anos da morte de Arraes, um dos mais importantes líderes políticos de Pernambuco e do Brasil. “Arraes sempre será lembrado pelo seu trabalho, exemplo e trajetória em defesa do nosso Estado, da democracia, dos direitos de nosso povo e da luta por justiça social“, afirma Marília. “Arraes inspirou o início da minha militância política, por isso toda as minhas decisões são pautadas na responsabilidade de seguir os seus passos de coerência. Minha maior homenagem para ele é continuar a sua luta de justiça e transformação social“, finaliza.

Ao lembrar avô, Marília Arraes defende implantação do Chapéu de Palha nacional

  1. Rita Coelho Pereira disse:

    Excelente ideia, fui instrutora do curso de doces do primeiro Programa Chapéu de Palha em Petrolina, no ano de 2009.

  2. Defensor da liberdade disse:

    Ela que aproveite, Bolsobosta escancarou os cofres para tudo. Quer se reeleger com ou sem voto impresso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *