Anvisa pede suspensão de colas instantâneas para procedimentos de beleza

por Carlos Britto // 09 de fevereiro de 2024 às 12:30

Foto: Getty Images

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitiu nesta quinta-feira (8) um alerta sobre os perigos do uso de colas instantâneas para procedimentos de beleza, como colagem de cílios e unhas postiças.

O comunicado veio após a entidade receber relatos de pessoas que usaram colas não regularizadas e tiveram reações alérgicas, como irritação e ardência. A recomendação da agência é a suspensão imediata do uso desses produtos em procedimentos de beleza.

O uso de colas das marcas Super Bonder, TekBond e Three Bond não é recomendado. De acordo com a Anvisa, esses produtos são originalmente destinados a aplicações não cosméticas, como fixação de materiais de construção, e não são testados para segurança ou eficácia para uso em contato com a pele, unhas ou olhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Últimos Comentários

  1. A situação não é fácil, porém não acho que devemos condenar o rapaz com tanta violência. Quem nunca errou que…