Alvorlande alfineta Paulo Valgueiro, Gabriel Menezes e Professor Gilmar: “Juntando os projetos, não cabem numa caderneta”

6
Crédito: Jean Brito/CMP divulgação

Acostumado a polêmicas, o vereador Alvorlande Cruz (PSL) deverá ser uma das vozes altivas na defesa do Governo Miguel Coelho na Casa Plínio Amorim, reforçando o trabalho do líder da bancada – seu irmão Aero Cruz (PSB). Desde quando deixou a suplência para assumir a vaga do seu companheiro de partido, Domingos de Cristália, em agosto, Alvorlande já sabia da sua missão. Mas nas últimas trocas de farpas entre oposicionistas e governistas, o vereador endureceu o tom.

Alvorlande disse a este Blog que alguns dos integrantes da oposição “fazem um mandato medíocre”, porque simplesmente não têm projetos ou apresentam, no máximo, indicações.

Ele destacou que a bancada adversária já votou contra propostas importantes do Executivo, a exemplo da pavimentação de 450 ruas, da conclusão da bacia do Dom Avelar, da pavimentação de corredores de ônibus na cidade e da Casa de Partos. “Eles votaram contra tudo”, afirmou. Para Alvorlande, a oposição “precisa mudar o foco”.

O comentário refere-se ao pedido de informações, na semana passada, sobre empresas prestadoras de serviço à prefeitura, supostamente ligadas ao senador Fernando Bezerra Coelho (MDB), referentes à Operação Lava-Jato. “Quem fiscaliza são os órgãos de controle, que, diga-se de passagem, são competentes. Eles estão fazendo a parte deles, e quem é acusado tem direito à defesa”.

Alvorlande direcionou suas críticas especialmente a Paulo Valgueiro (MDB), líder da bancada oposicionista, e aos vereadores Professor Gilmar Santos (PT) e Gabriel Menezes (PSL). Este último, inclusive, é da mesma legenda do governista. Segundo ele, juntando os projetos de lei elaborados pelos três, “não cabem numa caderneta”.

Lição

Alvorlande disse ainda que Valgueiro, Professor Gilmar e Gabriel precisam aprender com os seus colegas mais humildes na Casa, a exemplo do presidente do Legislativo, Osório Siqueira (PSB), e de Major Enfermeiro (MDB), que sempre aparecem entre os mais votados porque não se envolvem “em confusão”. “A caixa de ressonância é a sociedade e a imprensa, sempre disse isso”, finalizou.

6 COMENTÁRIOS

  1. Votaram mais do que certo sobre as 450 ruas, pois é fruto de um empréstimo multimilionário, que custará mais de 500 milhões de juros a serem pagos, e que o prefeito está compensando em aumentos de impostos, ainda mais na área privada da saúde, onde muitos vão de refugiar para fugir do famigerado SUS.

    Parabéns Valgueiro e Gabriel, por se opôr à essa imoralidade.

  2. Não vejo que medo é esse de liberar essas informações sobre FBC, mas tenho que concordar que a Oposição daqui só faz causar polemica e ser contra tudo.. Não interessa o que é, se a Situação solicitar algo, a Oposição barra. E realmente, se juntar os projetos de Paulo, Gabriel e Gilmar, não cabe numa folha de oficio.

  3. Esses vereadores de oposição,não fazem nada a não ser criticar o Prefeito,tem q fazer algo para a nossa cidade porque no próximo ano vão querer votos e muitos vão se decepcionar. Façam mais é falem menos.

  4. Esse esquece que na ultima gestão de fernando ele montou uma empreiteirazinha de quinta pra fazer Escoias com obras de péssima qualidade, a exemplo da Escola Anete Rolim no Pedra Linda feita dentro de um buraco, sem terraplanagem adequada, sempre que chove fica toda alagada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome