Agricultores de Serra Talhada começam a cultivar algodão

0

Algodão 2Os produtores da zona rural de Serra Talhada (PE), no Sertão do Pajeú, estão animados com o início da produção do algodão. O projeto começou a ser desenvolvido em 2013, pela Secretaria municipal de Agricultura, como alternativa para a seca prolongada.

O plantio começa após as chuvas que caíram na região nos últimos dias. De acordo com a prefeitura, o projeto ‘Algodão Aroeira’ pretende devolver ao município a condição de grande produtor de algodão do Estado – posição que Serra Talhada, até o início dos anos 80, ocupou o primeiro lugar.

Segundo o secretário municipal de Agricultura, José Pereira, o algodão impulsionou o desenvolvimento econômico da região. No entanto, com o surgimento da ‘praga do bicudo’, inseto que ataca a floração da planta, tornou-se inviável e toda plantação foi dissimada.

Apesar de não ter encontrado nenhum meio de acabar com o inseto, foram desenvolvidas técnicas de convívio, através da produção de algodão orgânico juntamente com outras culturas, como milho e feijão. Dessa maneira, cria-se uma barreira que impede a proliferação do bicudo pela plantação.

Apoio

A prefeitura prepara a terra dos agricultores, fornece a semente e garante a comercialização do produto, além de disponibilizar técnicos para o acompanhamento diário da plantação.

Dos 50 produtores cadastrados, 45 já plantaram o algodão. Segundo o secretário, serão cultivados 50 hectares ao todo, o que significa uma produção de mais ou menos 80 toneladas. A previsão é de que a colheita aconteça no mês de julho. (Foto ilustrativa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome