Afrânio: Em tempos de pandemia, projeto solidário ajuda a minimizar situação de famílias no isolamento social

1
Foto: Bruno Brito/reprodução

Se por um lado o isolamento social tem se mostrado uma das medidas preventivas mais eficazes para conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19), por outro acaba afetando a rotina de muitas famílias que precisam trabalhar para tirarem seu sustento. Em Afrânio (PE), no Sertão do São Francisco, uma iniciativa solidária vem ajudando a minimizar um pouco essa situação.

O Projeto ‘Mão Amiga’, que atua na cidade há mais de 2 anos, é composto por um grupo de voluntários que trabalham a favor do próximo. Sem cores partidárias nem distinções, eles realizaram uma campanha de arrecadação de alimentos e deram início às distribuições das cestas básicas, tanto na área urbana quanto a rural.

Segundo Bruno Brito, blogueiro e um dos idealizadores do projeto, assim que deu início ao isolamento social, algumas pessoas entraram em contato com os voluntários e começaram a pedir ajuda para algumas famílias. Diante da situação o Mão Amiga lançou a campanha de arrecadação nas redes sociais.

Uma das voluntárias, a conselheira tutelar do nosso município, Geovania, juntamente com outros voluntários, resolveu lançar uma campanha de arrecadação de alimentos nas redes sociais. Graças a Deus recebemos várias doações e já começamos a distribuir as cestas básicas no nosso município“, disse Bruno. O projeto ainda encontra-se recebendo doações e quem tiver interesse em fazer sua contribuição basta entrar em contato pelo Instagram (@_projetomaoamiga) ou pelo zap: (87) 98106-9158. Quem desejar também pode fazer sua doação através da Vakinha Solidária.

1 COMENTÁRIO

  1. Ô seu editor. Você tá de brincadeira? Afirmar que esse isolamento criminoso que está aí está contendo o avanço do tal vírus é uma piada sem graça. Os políticos subservientes ao sistema globalista em acão estão matando o país sem dó nem piedade, através de governadores e prefeitos frouxos que contam com as bênçãos do STF. Acorda povo brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome