Aeroporto de Petrolina é arrematado em leilão do governo federal

por Carlos Britto // 07 de abril de 2021 às 14:30

Foto: Reprodução

Em leilão realizado nesta quarta-feira (7) na Bolsa de Valores de São Paulo, foram concedidos 22 aeroportos em 12 estados, arrecadando-se R$ 3,3 bilhões em outorgas. A concorrência foi feita pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) em três blocos: Norte, Sul e Central. O Aeroporto de Petrolina Senador Nilo Coelho estava composto no bloco Central.

A Companhia de Participações em Concessões do grupo CCR fez uma proposta de R$ 754 milhões e adquiriu o bloco Central, que inclui os aeroportos de Petrolina, Goiânia, São Luiz, Teresina e Palmas. O lance mínimo era de R$ 8,1 milhões.

O Ministério da Infraestrutura espera que os terminais, por onde circulam cerca de 24 milhões de passageiros por ano, recebam aproximadamente R$ 6,1 bilhões em investimentos. Devem, segundo o ministério, ser investidos R$ 2,85 bilhões no bloco Sul, R$ 1,8 bilhão no Central e R$ 1,4 bilhão no Norte. Os contratos de concessão tem validade de 30 anos.

O prefeito Miguel Coelho comemorou nas redes sociais e declarou que o fato “indica que a cidade terá um grande investimento na melhoria da infraestrutura do aeroporto, refletindo no aumento do número de voos, na atração de mais companhias aéreas e no fortalecimento do Turismo e da economia em nossa região. Mais voos, mais empregos e mais força para Petrolina voar mais alto“, disse.

https://www.instagram.com/p/CNXoiJNn4vH/

Aeroporto de Petrolina é arrematado em leilão do governo federal

  1. Pé no Saco disse:

    Graças aos empresários vamos ter investimento, só não ficar na mão de políticos já melhora,vai acabar a boquinha de botarem seus apadrinhados.

  2. Junior disse:

    Senhor,

    O titulo da sua reportagem diz “Aeroporto de Petrolina é arrematado por R$ 754 milhões em leilão do governo federal”.

    Na verdade é “o grupo CCR fez uma proposta de R$ 754 milhões e adquiriu o bloco Central, que inclui os aeroportos de Petrolina, Goiânia, São Luiz, Teresina e Palmas”.

    Foram 5 aeroportos por R$ 754 milhões.

  3. Muito bom. Demorou muito, desde 2011 que queriam privatizar. Otimo.

  4. Pacato Cidadão disse:

    A manchete não corresponde à notícia. Conforme divulgado na própria matéria e no vídeo do Prefeito, a proposta de R$ 754 milhões refere-se a aquisição de um bloco de aeroportos, que inclui os aeroportos de Petrolina, Goiânia, São Luiz, Teresina e Palmas.

  5. Rossânia Alves Costa disse:

    Investimentos? É possível… Geração de Empregos??? Como assim??? Os aeroportos estão funcionando, tem empregados que vão, na sua maioria, ficar desempregados… A cessão de empregados alardeada pelo governo federal contempla poucos e é extremamente precária tendo em vista que não garante os empregos de ninguém, podendo o empregado ser “devolvido” a qualquer tempo… devolvido para QUEM??? O que vai ocorrer é que a empresa privada vai contratar 2 para fazer o serviço de 4 e pagar metade do salário… Muitos petrolinenses, pais de famílias ficaram desempregados, desassistidos… Esse é o outro lado da questão…

  6. Rossânia Alves Costa disse:

    Procura se informar antes de tecer comentários infundados… os empregados da Infraero são concursados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.