Aeronaves da GOL não incluídas em programação da Infraero aterrissam em Petrolina para reabastecimento

4
Foto/reprodução

O Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho recebeu, no início da noite de hoje (25), quatro aeronaves da GOL que não estavam na programação da Infraero de Petrolina. Segundo informações, os voos são o 1619 (Recife/São Paulo), 1999 (Maceió/Brasília), 1759 (Recife/Brasília) e 1731 (João Pessoa/Brasília). As aeronaves aterrissaram na cidade para fazer reabastecimento, porque não havia combustível nas cidades de origem desses voos.

O Blog foi informado, por uma fonte, que o combustível para as aeronaves que partem de Petrolina só seria suficiente até amanhã (26), o que pode prejudicar os passageiros da cidade por conta desse imprevisto. Procurada pela nossa reportagem, a Infraero local informou que a questão do combustível não é de sua alçada. A responsável é a empresa Mildo Alves. A reportagem entrou em contato, por telefone, mas não conseguiu falar com nenhum representante.

4 COMENTÁRIOS

    • Ninguém paga mais nesse caso, é mais pra quem chegar primeiro leva, pois o valor é o mesmo, e antes que você confunda, o combustível de avião é querosene e não gasolina.

  1. Olá,
    gostaria de esclarecer que a empresa em questão não possui uma programação de abastecimento fixa, se chegam aeronaves com interesse em realizar abastecimento, a empresa irá fazê-lo, como em ocorre em um posto de combustível. Sim a quantidade de querosene esta reduzida, não só em Peteolina-PE, mas em outros aeroportos do Brasil. Um dos mais importantes aeroportos do Brasil já não tem mais (Congonhas), então gostaria de solicitar que o sensacionalismo pare.

    Não sou representante da empresa, apenas tenho conhecimento da causa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome