Adalberto Cavalcanti presta esclarecimentos à Polícia Federal sobre suspeita de estar com dinheiro para campanha

6

adalberto-na-policia-federal

Às vésperas das eleições municipais, o candidato a prefeito pela coligação ‘Pra Frente Petrolina’, Adalberto Cavalcanti (PTB), foi parar na Delegacia da Polícia Federal (PF) em Juazeiro (BA), nesta sexta-feira (30).

Segundo informações, Adalberto teve de prestar esclarecimentos sobre a suspeita de que estaria com dinheiro para investir na reta final de sua campanha, o que é proibido pela Justiça Eleitoral. O candidato foi abordado por um agente da PF em frente ao prédio onde mora, na Avenida Cardoso de Sá (Orla de Petrolina). Em seguida, foi levado à sede do órgão, onde ficou por cerca de 20 minutos, e depois liberado.

Como não há provas contundentes contra Adalberto, a PF não deve se pronunciar sobre o caso até o fim das eleições, para não causar prejuízos ao candidato.

6 COMENTÁRIOS

  1. Estranho essa atitude da PF. Quer dizer que se alguém ligar e fizer uma denúncia contra Miguel, Edinaldo ou Odacy a polícia vai levar os candidatos à delegacia, mesmo sem provas?

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome