Adagro alerta sobre sementes desconhecidas enviadas de outros países pelos Correios

0
Foto: Divulgação

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro) está fazendo um alerta quanto ao risco do envio de material vegetal – como sementes vindas pelos correios de países como a China, sem terem sido solicitadas e sem a autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

No Brasil já houve relatos em cinco Estados quanto ao recebimento de pacotes com sementes sem nenhum tipo de solicitação. Pessoas dos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso do Sul e Paraná já relataram a chegada dessas sementes.

As embalagens recebidas pelos Correios não devem ser abertas, para que sejam preservadas e para que o material não circule no ambiente, pois podem veicular pragas ou doenças de importância econômica que não existem no país.  A entrada de sementes no Brasil só é permitida por países com os quais o Mapa tenha estabelecido os requisitos fitossanitários. É necessário que o material seja certificado pelas autoridades fitossanitárias do país exportador.

O Ministério, antes de autorizar a importação da semente de determinado país, realiza análise de risco para identificar quais pragas podem ser introduzidas por aquelas sementes. A partir disso, ficam estabelecidas medidas fitossanitárias a serem cumpridas no país de origem para minimizar o risco de introdução de novas pragas no Brasil por meio da importação desse material. Quem receber esse tipo de pacote deve procurar a Adagro ou a Superintendência do Ministério da Agricultura aqui no Estado para que as embalagens sejam enviadas para análise no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária (LFDA-GO).

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome