Absurdo: Jumento preso há quatro dias em terreno no Bairro KM-2, sem água nem comida, causa indignação

por Carlos Britto // 08 de agosto de 2017 às 11:02

Essa história é daquelas que dói de olhar e ainda mais de contar. Mas nem toda indignação que qualquer ser humano sensível possa ter, doerá mais do que os ferimentos desse animal da foto acima – um jumento que está amarrado, sem água nem comida, na Rua Humberto Soares, Bairro KM-2, em Petrolina.

Um leitor do Blog contou que a situação já dura quatro dias e ninguém teria aparecido no local para sequer dar um gole d’água ao jumento, que ainda enfrenta o sol quente, pois o terreno não tem árvores.

De acordo com o leitor, ele já teria entrado em contato com o Centro de Zoonoses e Ministério Público, mas até agora nada foi feito e o animal continua sofrendo, aprisionado e entristecido, ao lado de um muro. Um verdadeiro absurdo.

Em contato com a assessoria de comunicação do Centro de Zoonoses, o Blog foi informado que uma equipe foi encaminhada ao local na manhã de hoje (8) e o animal já foi recolhido. Conforme a assessoria, ele ficará no abrigo até que o dono apareça. (foto/divulgação)

Absurdo: Jumento preso há quatro dias em terreno no Bairro KM-2, sem água nem comida, causa indignação

  1. Mané disse:

    amarra o dono no mesmo local.

  2. centurion disse:

    CARLOS, SINCERAMENTE ESSE LEITOR É MUITO CARA DE PAU, PASSA DURANTE QUATRO DIAS NO MESMO LOCAL, VÊ A SITUAÇÃO DO ANIMAL E NEM SEQUER TEM CORAGEM DE DESAMARRÁ-LO E AINDA TEM A CORAGEM DE COMUNICAR AO BLOG? ESSE SIM É UM JUMENTO!

  3. Protetora dos animais disse:

    O dono vai aparecer, retirar de lá e fazer pior! Ooo cambada de gente desgraçada!

  4. jucelia disse:

    Espero que quando ele aparecer seja punido, e o animal devi-a ser adotado pô alguém que realmente tivesse interesse em cuidar dele

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *