361 mil caíram na malha fina do Imposto de Renda

por Carlos Britto // 19 de dezembro de 2008 às 16:50

Alexandro Martello Do G1, em Brasília

A Secretaria da Receita Federal informou nesta sexta-feira (19) que 361 mil contribuintes caíram na malha fina do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) no ano de 2008. O valor representa uma queda de 24,6%, ou 118 mil contribuintes, em relação ao ano passado, quando 479 mil contribuintes tiveram suas declarações retidas em malha para mais verificações.

O supervisor nacional do Programa do Imposto de Renda da Receita Federal, Joaquim Adir, avaliou que a queda no número de contribuintes retidos na malha fina de 2007 parar 2008 se deve à possibilidade de as pessoas poderem consultar o seu extrato de processamento na página do órgão.

Adir avaliou que, com a consulta aos extratos, milhares de contribuintes puderam apresentar declarações retificadoras e, com isso, retirar suas declarações da malha fina. Dados da Receita Federal mostram que a incidência inicial de retenções em malha neste ano foi de 906 mil declarações. Entretanto, após as consultas os contribuintes, este número caiu para 361 mil pessoas.

A Receita Federal informou ainda que indícios de omissões de rendimentos voltaram a ser a principal causa de retenção das declarações na malha fina, respondendo por 44% do total. Em segundo lugar, aparecem as divergências do IR retido na fonte, com 30,7% do volume total de retenões deste ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.