Mais uma fazenda em Santa Maria da Boa Vista invadida por integrantes do MST

0

fazenda bianchettiMais uma vez, produtores de vinho de Petrolina, no Sertão Pernambucano, enfrentam invasões nos seus terrenos. Na madrugada do domingo (10), a Fazenda Bianchetti, grande produtora de uvas e derivados, localizada na área de Santa Maria da Boa Vista, foi invadida por cerca de 100 pessoas que se dizem integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Eles permanecem no local e já preparam a terra para o plantio. Há um mês, a vinícola Milano, localizada na mesma região, passou por problema semelhante.

De acordo com a proprietário da vinícola Bianchetti, Izanete Bianchetti Tedesco, de 48 anos, a invasão começou por volta das 4h30. “Minha casa fica afasta cerca de 300 metros dessa área onde eles levantaram o acampamento. Chegaram com carros, vans, motos e um monte de gente”, contou. No local, são cultivadas uvas, que viram vinhos, espumantes e sucos. A Bianchetti é responsável pela produção dos únicos vinhos e sucos orgânicos da região e existe desde 1991. “Esse tempo todinho, isso nunca aconteceu comigo. Agora, estou presa dentro de casa, sem poder trabalhar”. Ela disse que três viaturas da polícia acompanham a invasão.

Na Fazenda Milano, que está invadida até hoje, o problema causado foi maior. A área invadida era destinada à recepção dos turistas, onde se realizam as degustações e vendas de vinhos. Com cerca de 300 hectares de produção, desde que o local foi ocupado, a produção de uvas e outras frutas para exportação está prejudicada. “São 200 famílias, que dependem disso, que estão paradas. Um prejuízo econômico, porque quebraram tudo, mas também um prejuízo emocional, porque eu estou preso dentro de casa, não saio”, contou José Gualberto, administrador da fazenda, que funciona há mais de 40 anos.

Um mandado de reintegração de posse foi emitido pela juíza Anna Paula Borges Coutinho, da Comarca de Santa Maria da Boa Vista, no dia 16 de outubro, mas ainda não foi cumprido. “O uso da força é o último recurso. Estamos em processo de negociação para que essa reintegração aconteça de maneira pacífica, até porque tem crianças, mulheres, idosos”, disse Coronel Rosemário Barros, comande responsável pela área do Sertão 2.

Acompanhamento

Policiais da 7ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) estão no local acompanhando a invasão. “Depois que recebemos a ordem judicial permitindo a reintegração de porte, é que nós começamos com as medidas que, no caso da fazenda Milano, estão sendo tomadas”, justificou. As duas propriedades estão localizadas na PE-514, na Estrada da Uva e do Vinho. Nenhum representante do MST no Estado foi encontrado para comentar o assunto. (Fonte: JC Online/foto reprodução Internet)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome