Senai/BA abre inscrições para 450 cursos técnicos

Estão abertas a partir desta segunda-feira (10) as inscrições para o processo seletivo dos cursos técnicos do Senai Bahia (2017.2). São oferecidas 4.500 vagas nas modalidades presencial e a distância, das quais 450 destinadas aos candidatos do Programa de Bolsas de Estudo, conforme regulamento próprio. Neste processo para o segundo semestre, a novidade são os cursos técnicos em Sistemas de Energias Renováveis e em Mineração.

As bolsas serão destinadas a estudantes que tenham obtido pontuação média de 550 pontos ou mais no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e que declararem baixa renda. Podem ser utilizadas as notas dos Exames de 2016, 2015, 2014, 2013 e 2012. Estes candidatos têm até 11 de junho para fazer a inscrição.

Para os candidatos que não irão concorrer ao programa de bolsas, as inscrições irão até o dia 20 de junho. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente pela internet, por meio do site www.tecnicosenai.com.br, tanto para os cursos presenciais como EaD.

Serão oferecidas vagas na capital Salvador (Unidades Cimatec e Dendezeiros) e mais nove municípios baianos: Alagoinhas, Barreiras, Camaçari, Feira de Santana, Ilhéus, Juazeiro, Lauro de Freitas, Luís Eduardo Magalhães e Vitória da Conquista.

Os cursos oferecidos são Alimentos, Automação Industrial, Comunicação Visual, Edificações, Eletromecânica, Eletrotécnica, Informática, Logística, Mecatrônica, Manutenção Automotiva, Mecânica, Petroquímica, Petróleo e Gás, Química, Refrigeração e Climatização, Segurança do Trabalho e Telecomunicações, além dos dois novos. O edital com a lista completa de cursos, vagas disponíveis e valores das mensalidades para cada município, dentre outras informações, estão disponíveis no site www.tecnicosenai.com.br.

Paralisação dos fazendários baianos tem adesão em Juazeiro

Os fazendários de toda a Bahia realizaram ontem (6) uma paralisação das atividades na maioria das repartições da Secretaria da Fazenda do Estado, na capital e interior, inclusive em Juazeiro. A categoria, mobilizada pelo Sindsefaz, ignorou a ameaça do secretário Manoel Vitório, que orientou a Corregedoria da Sefaz-BA a divulgar um corte de ponto dos servidores que aderissem ao movimento paredista.

De acordo com o Sindsefaz, o movimento, de 24 horas, foi uma resposta da categoria às perdas salariais (hoje em torno de 18%) e ao sucateamento da Secretaria. A maior movimentação aconteceu em Salvador, onde o protesto reuniu outras categorias de servidores públicos. O Sindicato organiza as informações de todos os locais onde a paralisação aconteceu e produzirá um boletim completo para ser entregue ao governo. Os fazendários devem voltar ao trabalho nesta sexta-feira (7).

Professora é agredida por aluna em escola de Juazeiro

No final da manhã desta quinta-feira (30) uma estudante agrediu uma professora em uma escola particular de Juazeiro/BA. O fato ocorreu no bairro Maria Gorete, nas proximidades da Avenida Luis Inácio Lula da Silva. A confusão continuou e a policia teve que ser chamada para conter os ânimos. Ainda não se sabe o que levou a aluna agredir a professora em sala de aula.

A reportagem do Blog ligou por várias vezes durante à tarde para o Complexo Policial de Juazeiro para saber se foi prestado queixa do ocorrido, o que teria motivado a agressão e as providências encaminhadas. Uma atendente do Complexo passou o contato do ramal do setor onde se poderia falar com o delegado de plantão, porém foram feitas várias chamadas da redação, entretanto sem êxito. (Foto: Reprodução/Internet)

 

 

Empresários de Juazeiro conhecerão potencial do polo de confecções de Pernambuco

A comitiva de gestores do Moda Center Santa Cruz estará nesta quinta-feira (30) em Juazeiro (BA) para divulgar seu potencial a empresários de uma das principais cidades do Nordeste brasileiro. Bastante conhecido por suas dimensões gigantescas, o maior centro atacadista de confecções do país fica em Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste pernambucano, e reúne mais de dez mil pontos de venda entre lojas e boxes. O evento será a partir das 19h, na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), no bairro Alagadiço. A entrada é gratuita.

“Estamos focados principalmente nos comerciantes e atacadistas que trabalham com artigos de vestuário e acessórios, alguns dos itens de maior destaque do nosso amplo mix de estilos e peças. Atualmente, já recebemos uma quantidade expressiva de clientes de Salvador, Feira de Santana e outros municípios próximos, mas sabemos da força e da importância do polo econômico do Vale do São Francisco e pretendemos incrementar o fluxo de compradores oriundos da área de abrangência deste importante núcleo urbano do Sertão nordestino, que inclui cidades como Juazeiro, Sobradinho, Curaçá e Casa Nova”, explicou o síndico do condomínio, Allan Carneiro.

De acordo com o gestor, muitos comerciantes e atacadistas do Sertão já podem ter adquirido itens made in Polo de Confecções do Agreste de Pernambuco sem saber. “Há muitos lojistas de Juazeiro, de Petrolina e da região abastecendo seus estoques em tradicionais destinos de compras como Fortaleza e São Paulo que, por sua vez, já são consumidores do Moda Center Santa Cruz. Nesse caso, os empresários eliminariam etapas e teriam possíveis ganhos maiores se forem diretamente no nosso empreendimento, conseguindo preços melhores e com acesso a uma maior variedade de peças”, acrescentou.

Segundo Carneiro, o público do evento conhecerá o processo histórico que tornou uma humilde feira de rua num parque de números monumentais. “Mostraremos a nossa cultura empreendedora e criativa”, enfatizou. Os participantes ainda terão acesso a um mostruário com peças dos muitos estilos disponibilizados no centro atacadista, desde lingerie até moda infantil, passando pelas linhas praia, fitness, jeans, esportiva e surf e street wear.

A realização do encontro ocorre em parceria com a CDL Juazeiro. Para inscrições e mais informações, o telefone é (74) 3611.7751.

Saiba mais

Referência nacional no setor, o Moda Center Santa Cruz é o maior centro atacadista de confecções do Brasil, reunindo mais de 10 mil pontos comerciais, entre lojas e boxes. Ele oferece um mix de produtos variados, com destaque para roupas e acessórios, comercializados especialmente em grande escala.

Nas segundas e terças ocorrem as chamadas feiras, quando todas as unidades de venda estão funcionando. Na alta temporada, o empreendimento chega a receber uma média semanal de 150 mil clientes vindos de todo o país, com predominância dos estados do Norte e Nordeste e crescimento dos oriundos do Centro-Oeste e Sudeste, a exemplo de Minas Gerais.

O parque disponibiliza seis praças de alimentação, estacionamento gratuito para 6,5 mil veículos e rede própria de hotéis e dormitórios com cerca de dois mil leitos. O local ainda conta com posto ambulatorial, caixas eletrônicos, banheiros, fraldários, carrinhos de compras, sistema de som e TV e circuito interno de segurança. (Foto: Ascom)

Sindicato dos Bancários de Juazeiro participa de manifestação do 31 de março

Após os atos populares realizados no dia 8 e 15 de março, as centrais sindicais e movimentos sociais se organizam para mais uma manifestação contra os ataques aos direitos trabalhistas promovidos pelo governo de Michel Temer em todo país. A próxima grande mobilização acontecerá na sexta-feira (31) e o Sindicato dos bancários de Juazeiro/BA estará presente. Na noite da última terça-feira (28), a direção da SEEB esteve reunido no auditório do STTR para discutir como se dará essa manifestação.

O ato do dia 31 está sendo organizada pela  Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, entre outras entidades como Central Única dos Trabalhadores (CUT). O objetivo é iniciar a construção de uma greve geral capaz de frear os retrocessos promovidos pelo golpista Temer. Serão realizadas manifestações contra o desmonte da Previdência e a reforma trabalhista, além da terceirização. Greve geral acontecerá dia 28 de abril. Para o presidente do Sindicato dos Bancários de Juazeiro, os manifestos são importantes para as conquistas do povo.

“Na próxima sexta-feira estaremos na rua contra a reforma da Previdência, a Reforma Trabalhistas e contra esse absurdo da aprovação da terceirização. Precisamos estar unidos ainda mais nesse momento de crise política no país“, disse. A terceirização irrestrita já foi aprovada pela Câmara Federal. Para quem não sabe, a prática reduz os salários, aumenta a jornada de trabalho, acaba com direitos, como férias e 13º salário, e enfraquece as categorias. (Foto: Ascom)

Diocese de Juazeiro abre neste domingo eventos voltados à Campanha da Fraternidade 2017

A Diocese de Juazeiro-BA programou quatro grandes eventos mobilizadores na cidade para envolver os fileis católicos e a população de uma maneira geral, no tema da Campanha da Fraternidade 2017 que vem em defesa dos biomas brasileiros, no caso particular da região , do Bioma Caatinga. Neste domingo, 26, a partira das 8h, acontece o primeiro que é a Caminhada Ecológica saindo da Matriz Nossa Senhora de Fátima, bairro Alto da Aliança.

Já no próximo final de semana, dia 1 de abril, a programação é a Caminhada da Penitência que se inicia 22h, do bairro Malhada da Areia e prossegue pela madrugada até às 5h com encerramento na Catedral de Nossa Senhora das Grotas, centro da cidade. Em coletiva com a imprensa, os organizadores da programação juntamente com o Padre Josemar Mota, pároco da Diocese e Dom Beto, bispo de Juazeiro, falaram da importância do tema para quem vive e conhece bem o semiárido.

Neste tempo quaresmal, a igreja chama-nos à conversão e por ocasião da quaresma, a Campanha da Fraternidade trata de temas gritantes que ferem a dignidade humana. Este ano, mais uma vez, como fez no ano passado com o saneamento, fala sobre os biomas, porque uma coisa está interligada a outra. A igreja nos chama a atenção sobre a maneira como a gente vem tratando a natureza e no nosso caso especifico aqui, a caatinga. Primeiro porque o que temos a aprender é convivermos com o semiárido”, explicou o pároco da Diocese de Juazeiro, Josemar Mota.

O padre lembrou que a Diocese da cidade baiana sempre foi pioneira nesse cuidado da convivência com o semiárido.”Ela que iniciou a questão das cisternas de placas e ajudou a criar o IRPPA. Dom José Rodrigues (ex-bispo) foi o primeiro presidente. Tem conseguido avançar, então a Diocese sempre deve apoiar e incentivar as iniciativas para que todos tenham vida como Jesus nos ensinou”, completou o pároco.

Recaatigamento

Dom Beto, bispo da cidade, também frisou o pioneirismo da Diocese de Juazeiro, na questão de defesa e convivência com o semiárido. Ele frisou que a proteção ao Bioma Caatinga e a própria existência do semiárido, são marcas da igreja juazeirense.

“A Diocese de Juazeiro tem essa característica desde sua existência que é a luta dos que vivem. E essa convivência com o semiárido é parte dessa existência. O papa Francisco escreveu a encíclica para termos o cuidado com a vida humana e a Campanha está nessa linha como a do ano passado. No nosso caso, é nos trazer essa responsabilidade, de conviver. Uma palavra nova que aprendi é recaatigamento. Já existem pessoas trabalhando há anos para que aconteça essa convivência com o semiárido”, pontuou o bispo.

Projeto incentiva cortes especiais de carneiro antes só vistos na carne de boi

Um Supermercado de Juazeiro e outro de Casa Nova, ambas as cidades no norte da Bahia, estão investindo em um novo produto para atrair os consumidores. Quem for ao Mercadinho Econômico de Juazeiro comprar carne ganhou a possibilidade de adquirir cortes especiais de carneiros. O que antes era disponibilizado apenas em cortes de carne bovina, agora também é possível levar para casa picanha, pernil, paleta, costela, lombo e até carré francês de ovinos.

Através uma parceria com o IDESA – Instituto de Desenvolvimento Sustentável Araci, abatedouro Campo do Gado e o Projeto Bioma Caatinga do SEBRAE e Fundação Banco do Brasil, o estabelecimento treinou os funcionários que trabalham no setor de carnes para fazerem os cortes no próprio estabelecimento. O curso foi oferecido pelo IDESA que contratou um profissional especializado em cortes para orientar os funcionários do mercadinho.

O abatedouro Campo do Gado é responsável pelo o abate e inspeção dos animais e o Bioma Caatinga somou ao projeto à orientação técnica e gerencial as empresas envolvidas.

Os animais utilizados para os cortes especiais são produzidos na Fazenda Icó que fica no Distrito de Itamotinga, em Juazeiro-BA, fazenda modelo do Projeto Bioma Caatinga. Lá, os animais recebem todo o manejo adequado como vacinação, vermifugação, alimentação e água em abundância, para serem abatidos com idade entre quatro a cinco meses de vida, o que possibilita uma carne macia e saborosa sem muita gordura, e a torna mais nutritiva.

Atualmente estão sendo abatidos vinte cordeiros por semana com peso médio de 12 kg de carcaça. Mas esse número pode aumentar à medida que o consumo cresça. Outras duas empresas que trabalham de maneira semelhante à Fazenda Icó devem passar a fornecer animais também nas próximas semanas.

Nova forma de gestão

Para garantir a viabilidade do negócio foi criado um conselho gestor com representantes das fazendas, do mercadinho, do Projeto Bioma Caatinga, do abatedouro Campo do Gado e dos consumidores. É esse conselho que define preços, a cota de cada empresa envolvida no processo e as regras do fornecimento e comercialização dos animais. As decisões são tomadas em conjunto com a participação de todos.

Para o coordenador geral do Projeto Bioma Caatinga, Robério Araújo, a chegada desses cortes especiais ao mercado é a concretização de um sonho. “Quinze anos de insistência, mas enfim, hoje estou levando para casa o que sempre imaginei que um dia chegaríamos. Demorou, mas chegou a hora”, comentou o coordenador.

Casa Nova

Na cidade Casa Nova-BA, é o Supermercado Pereira que está investindo na comercialização de cortes especiais de ovinos e caprinos. A empresária, Elizângela de Souza Silva, por orientação dos técnicos do Projeto Bioma Caatinga, contratou uma equipe do SENAI Petrolina para treinar sua equipe de açougueiros. Foram três dias de curso dentro do próprio estabelecimento. Os funcionários receberam aula teórica sobre noções de manejo e higiene com a carne e também aulas práticas para aprender a fazer os cortes especiais. (Foto: Ascom)

Maviael Melo lança plataforma de financiamento digital para custear novo trabalho

O cantador e poeta Maviael Melo lança nesta quinta, 23, no Espaço Cultural Gonzaguinha (Gibão de Couro – Pituba), em Salvador/BA, sua plataforma de financiamento coletivo, para a realização do CD e DVD “Áries da Canção”. Em abril o artista faz a gravação do DVD e o show de lançamento onde recebe convidados.

No repertório, novas composições autorais, mescladas com canções e declamações que marcaram a sua carreira. A apresentação na Casa do Comércio concorre ao Prêmio Troféu Caymmi na categoria Melhor Show. Com arranjos do violinista Marcelo Fonseca e direção artística de Andrezão Simões, “Áries da Canção” é um show repleto de sopros e cordas, em uma vibrante mistura entre o popular e o erudito. (Foto: Ascom)

Seminário em Juazeiro discute potencial e qualidade da água da chuva do semiárido

O potencial do aproveitamento da água de chuva no semiárido e em diferentes partes do mundo, bem como a qualidade dessa fonte de abastecimento, foram assuntos debatidos no auditório da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), na manhã desta quarta feira, dia 22 de março, data em que se celebra o Dia Mundial da Água. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas(ONU) em 1992.

O evento ‘Em Defesa da Água da Chuva’ foi promovido pelo Irpaa juntamente com a Associação Internacional de Captação e Manejo de Água de Chuva (ABCMAC) e contou com a participação de professores, estudantes e agricultores e agricultoras interessados em conhecer um pouco mais sobre o tema que vem sendo muito debatido no Brasil e diversos países, especialmente diante das crises de abastecimento que vêm preocupando autoridades populações em todo o mundo.

‘Desbloquear o Potencial da Água da Chuva’, apresentado pelo colaborador do Irpaa, João Gandlinger, foi o primeiro painel do seminário que mostrou diferentes experiências de captação e aproveitamento da água de chuva no mundo, tanto em áreas rurais como urbanas. João destacou um projeto do governo da China que há anos, irriga mais de 200 mil hectares com água de chuva armazenada em cisternas.

O professor Silvio Roberto da Universidade Estadual de Feira de Santana (UESF) e membro da ABCMAC, apresentou o ema ‘A Água de Chuva é Boa e Confiável’, com base em parâmetros e pesquisas que colocam essa fonte de água como de excelente qualidade para o consumo humano e outro fins, carecendo em alguns casos, de cuidados e tratamentos simples a depender do seu local de captação e armazenamento.

“A começar pela sua fonte, a água da chuva é totalmente purificada, inclusive com poucos sais minerais”, expôs o professor que também falou da importância da educação e da mudança de certos hábitos que podem ajudar a melhorar o consumo da água de chuva, destacando as experiencia das cisternas caseiras.

Ao responder questionamentos da plenária, os palestrantes apontaram para importância das organizações sociedade civil, dos poderes públicos e outros atores sociais, em debater e encontrar respostas para as crises de abastecimento e gestão da água a partir dos conhecimentos e experiências práticas oferecidas pelos sistemas de captação, manejo e uso da água de chuva. (Foto: Ascom)

Chesf atende Prefeitura de Petrolina e eclusa da Barragem de Sobradinho volta a atender turistas no domingo

Com a ideia de valorizar e incentivar o turismo na região, a Prefeitura de Petrolina, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Esporte, entrou em contato com a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), que administra o reservatório de Sobradinho/BA, e solicitou a volta da eclusa da Barragem voltasse a funcionar aos domingos, já que desde fevereiro só estava funcionando até os sábados.

De acordo com a secretária Maria Elena Alencar, o fluxo de turistas é maior aos fins de semana e muitos estavam indo embora sem conhecer uma das belezas de maior destaque da nossa região: “Um dos passeios mais procurados é o de barco pelo Rio São Francisco. O ponto mais alto deste passeio é quando chega a eclusa da barragem de Sobradinho, por isso, para valorizar a nossa região e em respeito ao turista, solicitei o retorno dessa atividade aos domingos também”, explicou.

De acordo com Rogério Rocha, empresário do segmento de turismo, o serviço estava indisponível aos domingos desde fevereiro quando ocorreu um problema nos portões da eclusa do reservatório de Sobradinho. Ele informou ainda que com o retorno do passeio aos fins de semana, o turismo ficará mais aquecido na região. (Foto: Reprodução/Internet)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br