Sindicato denuncia assédio moral contra trabalhadores da limpeza pública em Juazeiro e cobra EPIs; Prefeitura se manifesta

0

A diretoria regional do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza Pública (Sindilimp) divulgou nota denunciando assédio moral na Autarquia Municipal de Abastecimento (AMA), que atende feiras e mercados de Juazeiro (BA). De acordo com o sindicato, um funcionário estaria destratando os profissionais.

Com arrogância, falta de educação e despreparo, fica cobrando das pessoas que atuam na limpeza, asseio e conservação dos locais um serviço perfeito sem dar a menor condição do serviço ser realizado“, diz o Sindilimp, informando que uma trabalhadora até chorou por conta da pressão sofrida.

Além disso, o Sindilimp disse que os funcionários da limpeza pública estão sem Equipamentos de Proteção Individual (IPIs) e os equipamentos de trabalho estariam defasados.

Em nota, a direção da AMA disse que não comunga com a falta de respeito ou o destrato com qualquer servidor, permissionário, feirante ou cliente das feiras, mercados e Camelódromo de Juazeiro.

A AMA informa que irá apurar as denúncias em relação ao servidor e irá tomar as medidas cabíveis. Em relação ao Equipamento de Proteção Individual (EPI), a AMA comunica que já foi solicitada a compra de mais materiais como botas, luvas, óculos e fardamento para os servidores“, frisa. (foto/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome