River Shopping inaugura estação para tratar esgoto do empreendimento

2

O River Shopping inaugura nesta quinta-feira, 18, sua Estação de Tratamento de Esgotos (ETE). O projeto é pioneiro em toda a região do Vale do São Francisco. A estação vai absorver, para tratamento, 100% do esgoto lançado pelo shopping (lojas, banheiros, praça de alimentação e outras localidades do mall), eliminando o impacto da emissão de dejetos no meio ambiente.

Toda água utilizada no shopping passa pelo sistema, onde são tratados quase 133,44 metros cúbicos (m³) de esgoto por dia. O volume total desse processo é reutilizado no próprio empreendimento nas descargas sanitárias e irrigação dos jardins, gerando uma redução de custos e significativa economia de água. O excedente, após o tratamento, retorna às águas do Rio São Francisco.

“O tratamento de esgoto é uma medida urgente e necessária, visto a preocupação ambiental, o Rio São Francisco está com o nível muito baixo, cerca de 16% da sua capacidade”, ressalta o Superintendente do River Shopping, Welton Carvalho.

O superintendente do centro de compras já adianta novas ações que estão previstas, como a reutilização dos resíduos produzidos no processo de tratamento da água, rico em nutrientes, os quais serão aproveitados na manutenção de hortas com produtos orgânicos. E para projetos futuros, o River Shopping pretende buscar o Selo Verde – Certificado para as empresas comprometidas com a questão ambiental.

Sustentabilidade

Com esse foco, o River Shopping, desde 2012, realiza o ‘Colaborando’ – Programa de Sustentabilidade – que implantou uma série de ações socioambientais envolvendo clientes, lojistas e prestadores de serviço do shopping. E assim criou novos hábitos e despertou a conscientização para a preservação do meio ambiente.  O Colaborando vem sempre estimulando atitudes sustentáveis através de práticas simples. Foram instalados coletores específicos para o descarte de pilhas, baterias e celulares e outro para jornais e revistas; a Praça de Alimentação, por exemplo, possui amassadores de latinhas, onde o próprio cliente pode fazer a separação, o que facilita a coleta e reciclagem. O material é destinado a instituições parceiras que fazem a reciclagem, reaproveitamento ou reprocessamento do material. (Foto: Reprodução internet)

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome