Professor de zumba diz que tumor ósseo voltou, mas mostra confiança e reforça campanha: “Não vou perder a fé”

0
Foto: Blog do Carlos Britto

Luta, esperança e fé em Deus. É com esses três ingredientes que o professor de zumba, Jefferson Cleiton Costa, de 37 anos, não esmorece diante das dificuldades. Travando uma batalha contra o osteossarcoma (tipo de câncer ósseo) que atingiu seu braço esquerdo, ele parte para um novo desafio.

Em 2012, Jefferson passou por um procedimento cirúrgico que removeu parte do osso do seu braço esquerdo. No lugar foi colocada uma placa, mas um dos parafusos que sustentava a placa caiu, o que provoca dores fortes. Em meio ao tratamento delicado, ele ainda descobriu recentemente que o tumor retornou.

Em entrevista ao Programa Carlos Britto, na Rural FM, nesta sexta-feira (29), ele contou que no último dia 24 foi ao Recife (PE), dando continuidade ao seu tratamento, Jefferson foi informado da novidade pelo seu médico. “Ele pediu uma bateria de exames, já está tudo marcado no HCT (Hospital do Câncer). Retorno agora, dia 23/12, para fazer o (exame) do pulmão e uma citografia óssea”, explicou. Jefferson contou que o especialista quer apenas verificar se o tumor pode estar próximo a uma veia do lado esquerdo do coração, a qual ele desconhecia.

Em dificuldades financeiras, Jefferson garante que jamais se deu por vencido, até porque vem contando com o apoio de muita gente com quem já trabalhou – desde profissionais de bandas da região até seus ex-alunos de zumba. Estes últimos, por exemplo, estão promovendo uma feijoada no dia 8/12 para arrecadar fundos destinados ao tratamento de Jefferson.

Para se manter firme, ele se inspira no exemplo do personagem bíblico Jó, que perdeu os filhos e a riqueza, mas não a fé. Mesmo diante desse drama, o professor continua fazendo o que mais gosta: dançar (ele continua dando aulas de zumba no Rio Corrente, zona oeste da cidade).  “É isso que meu ajuda, não vou deixar a depressão me pegar. Não vou perder a  fé. Minha esposa me diz que vou morrer dançando. Já toquei em muitas festas de DJ e quero tocar também no aniversário da minha filha”, comentou.

Vaquinha

Jefferson conta que não há previsão para essa nova cirurgia, que é bastante cara. Por este motivo, criou uma ‘vaquinha’ online com o objetivo de arrecadar R$ 4 mil. Quem puder ajudar com qualquer quantia, pode acessar o link disponibilizado pelo Blog.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome