População de Serrita fará protesto contra condições precárias de rodovia estadual

1

As péssimas condições de tráfego num trecho de 22 quilômetros da PE-507, que liga Serrita (Sertão Central) ao Povoado de Ipoeira, na zona rural do município, vão servir de protesto da população na próxima segunda-feira (21). Moradores da região alegam que os inúmeros buracos na rodovia, somados à falta de sinalização e ao mato que invadiu o acostamento, já provocou vários acidentes e trouxe prejuízos aos donos de veículos.

A PE-507 dá acesso a Granito, Moreilândia, Exu e ao Parque Nacional do Vaqueiro, onde acontece anualmente no mês de julho a tradicional Missa do Vaqueiro, evento tradicional do calendário turístico de Pernambuco que atrai pessoas de todas as partes do Brasil. Pelas redes sociais chovem críticas em relação ao total abandono por parte do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e ao Governo do Estado, pois a última vez que a rodovia passou por manutenção foi em 2016, com uma operação tapa-buracos.

Em 2013, a mesma PE foi fechada por dois dias no sentido Serrita/Salgueiro, por motoristas e taxistas que cobraram a restauração e recapeamento no trecho de 17 quilômetros. Na época o então governador Eduardo Campos reconheceu a necessidade de recuperar a pavimentação asfáltica, e o DER realizou o serviço

Estamos no aguardo de uma resposta do DER e Governo de Pernambuco, se possível antes mesmo desse protesto que acontecerá na próxima segunda, dia 21, e que está sendo convocado por populares e motoristas”, frisam os moradores, em contato com este Blog. Com a palavra, o Estado.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome