Paulo Valgueiro joga para jurídico e presidente da Câmara presença de servidor da PMP sobre polêmica ‘mala preta’

Frisando que fez o papel de fiscalizador e defensor do Legislativo Municipal de Petrolina, o líder da oposição, vereador Paulo Valgueiro (PMDB), disse nesta quinta-feira, 20, que agora caberá aos advogados da Casa e ao presidente da Mesa Diretora, Osório Siqueira (PSB), a vinda do servidor Talles Khalil para esclarecimentos, conforme aprovado no seu requerimentos na última terça, 18.

O servidor foi acusado pelos vereadores de denegrir a imagem da Câmara e dos vereadores, ao espalhar nas redes sociais, segundo Valgueiro em seu requerimento, um banner apócrifo sobre uma suposta ‘mala preta’ na Casa Plínio Amorim em troca da aprovação das contas do ex-prefeito Julio Lóssio (PMDB).

O servidor mandou informar que não iria porque o Regimento Interno da Câmara não permite. O vereador da situação, Aero Cruz (PSB), reforçou o argumento de Talles após consultar o departamento jurídico da Casa, mas Valgueiro afirma que fez o seu papel de fiscalizador.

“O requerimento foi aprovado e cabe ao presidente a Casa e ao jurídico convocar ou não o servidor. Fiz minha parte. Ficará agora a cargo da presidência”, ressaltou, lembrando que quem encaminha o requerimento é Osório. Sobre a defesa de Aero ao servidor, Valgueiro não deixou passar em branco. “Se Aero consegue afirmar que não foi Talles Khalil, então ele deve sabe quem foi. Essas definições de obrigar ou não a vinda do servidor, repito, cabe agora ao jurídico da Casa. Minha função é fiscalizar”, acrescentou o oposicionista.

Julio Lossio Filho

Quem também falou sobre esse assunto foi o estudante de Direito, Julio Lossio Filho, presidente municipal do PMDB, que veio passar o feriado na cidade e foi à Casa Plínio Amorim, a convite dos amigos peemedebistas na Câmara. Filho do ex-prefeito, Julinho tachou de “falta de respeito” com a imagem do seu pai o envio do banner da ‘mala preta’.

“Eu achei muita falta de respeito, até porque meu pai não está aqui para responder. As contas dele foram aprovadas pelo Tribunal de Contas, e aqui cada um sabe o que faz e irá avaliar com suas consciências”, destacou, frisando que o melhor é que tanto o grupo do pai dele como o do atual prefeito Miguel Coelho (PSB), trabalham “pelo melhor por Petrolina”.

 

Comentários

3 ideias sobre “Paulo Valgueiro joga para jurídico e presidente da Câmara presença de servidor da PMP sobre polêmica ‘mala preta’”

  1. Oxente disse:

    Oxente!
    Se Valgueiro quer mesmo fazer “a parte dele”, é muito simples, é só entrar com uma ação no judiciário.
    Ele faz parte da casa e já que a postagem atinge a casa, já há motivos.
    Lembrando também, que a lei pune não apenas o autor do folder, mas, também, quem propaga, compartilha.
    Não precisa jogar para o jurídico e o presidente não.

    Agora que foi um tiro no pé, ah foi!

  2. ELEITOR SÁBIO. disse:

    Sabe de nada inocente!!!!!!!!!!!

  3. CIDADÃO disse:

    ELE NÃO SÓ COLOCOU EM DUVIDA SO A HONESTIDADE DOS VEREADORES DA OPOSIÇÃO ATÉ PQ ELES SÃO MINORIAS E PARA APROVAR AS CONTAS DO EX PREFEITO PRECISARIA DA MAIORIA ENTÃO ELE DISSE QUE NA SITUAÇÃO TEM VEREADOR GANHANDO.. EX PREFEITO ACIONA ELE JURIDICAMENTE PRA ELE PROVAR ESSA DENUNCA E OUTRA ME PARECE QUE ISSO FOI POSTADO NO SEU HORARIO DE TRABALHO.. GANHA PRA FICAR NAS REDES SOCIAIS… BRITTO ESPERO QUE VC PUBLIQUE MEU COMENTARIO

Deixe uma resposta

Últimas notícias

Corrida de Rua abre inscrições em Juazeiro

23/05/2017 às 21:00 por Carlos Britto

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br