Moradora consegue na justiça direito de usucapião de terreno que comprou no bairro Mandacaru

por Carlos Britto // 02 de maio de 2011 às 09:04

Uma moradora do bairro Mandacaru obteve, na justiça, a primeira vitória referente à novela dos terrenos da zona norte, ao conquistar o direito de usucapião do lote que comprou na época em que o bairro ainda não era habitado.

O juiz Edmílson Cruz reconheceu o direito da comunitária Ana Maria Valões contra a empresa Novo Horizonte Ltda, que havia ingressado com 103 ações de reintegração de posse no Mandacaru.

Na semana passada, os vereadores Osinaldo Souza e Alvorlande Cruz já chamavam atenção na imprensa, diante da polêmica ação de despejo movida pela Construtora Ciborgel Ltda contra o morador do São Jorge, Nelson Ned (que acabou suspensa), sobre a possibilidade de a justiça conceder usucapião aos moradores da área.

A decisão do juiz Edmílson Cruz deve tranquilizar outros comunitários do Mandacaru que vivem a mesma situação.

Moradora consegue na justiça direito de usucapião de terreno que comprou no bairro Mandacaru

  1. Fabiano disse:

    O problema é que só observamos os fatos pelo lado da emoção, e chegamos a conclusão de que sempre os mais fracos é que são as vitimas (mais fracos no sentido financeiro), mas muitas pessoas invadem propriedade particulares na maldade, invadem determinado lote sabendo que não é dele, sabendo que futuramente vai ter briga judicial para que a retirada seja feita. Graças Deus ( ou não) eu não sou oreal proprietario desses lotes em questão na nossa cidade, mas nao queria esta na pele de que os invadiu, muito menos na dos reais donos ( ou dono), não creio que seja justa a questão por exemplo do josé e maria, uma area que vale mais de 80 milhoes, pagarem 2 milhões por ela, creio que ninguem acha justo, isso dentro das condições de cada um. Se eu tenho uma bicicleta que vale 200 reais, e querem pagar 20 reais por ela, É LOGICO QUE NÃO IREI VENDER. E quanto as questoes dos lotes aqui na cidade, a “briga” maior é voltada para os grandes ( a midia mostra os grandes x pequeno), mas temos casos na nossa cidade de pessoas que fizeram economia e invez de colocar o dinheiro na poupança, compraram um lote, mas teve o lote invadido. e ai, como é que fica o negocio? Eu só sei de uma coisa, cada um sabe onde o sapato ta apertando, e sei (sem hipocrisias) que ninguem por mais que tenha ou por menos que tenha dinheiro, não fica satisfeito de ver o que é seu invadido, sem mais nem menos.

  2. RoG disse:

    1 x 0 Pra População !!!

    Será que dessa vez os pobres irão ganhar sobre o $$$$$$$$ ????

    Parabéns !!

  3. FRANCISCA MARCIA disse:

    SE RAIMUNDO É MESMO DONO DOS TERRENOS PORQUE SO DEPOIS DE VINTE ANOS ELE FOI REIVIDICAR SEUS DIREITOS,ELE VIVE EM PETROLINA E SABE COM CERTEZA O QUE ACONTEÇE EM VOLTA DELE, NAO É POSSIVEL QUE ELE NAO TEVE ACESSO A IMFORMAÇÃO DA INVASAO DOS TERRENOS NO INICIO, SO AGORA DEPOIS DO BAIRRO TODO PRONTO ELE FOI FAZER A RECLAMAÇAO, TEM ALGUMA COISA ESTRANHA VCS NAO ACHA,,,,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *