Cemafauna Caatinga relizará nesta semana 2º Ciclo de capacitação de resgate de abelhas para 4º Grupamento dos Bombeiros

0
Foto: Ascom/divulgação

Nesta semana – quarta (26) e quinta-feira (27) – o Centro de Conservação e Manejo de Fauna da Caatinga (Cemafauna Caatinga) promoverá o segundo ciclo de capacitação de resgate de abelhas para membros do 4º Grupamento de Bombeiros de Petrolina (GB) e servidores da Secretaria de Saúde e Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA). O primeiro ciclo aconteceu em outubro e capacitou 25 bombeiros e cinco servidores do Centro de Zoonoses de Petrolina.

A capacitação, a ser ministrada pela professora e analista ambiental do centro, Aline Andrade, acontecerá num primeiro momento no auditório do Museu de Fauna da Caatinga para conteúdo teórico. Já a prática se dará no apiário da Associação dos Criadores de Abelhas do Município de Petrolina (Ascamp), localizada no Núcleo 7 do Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho, zona rural da cidade.

Em Petrolina, parceiros importantes como a Promotoria e Curadoria do Meio Ambiente, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) e o 4º GB estão desenvolvendo atividades para conscientizar a população no intento de evitar casos de acidentes com abelhas e como proceder caso necessitem da captura delas, além de mencionar sua importância na natureza já que nos proporcionam inúmeros benefícios. De acordo com a bióloga Aline Andrade, em Petrolina, só neste ano, o Corpo de Bombeiros e o CCZ receberam um total de 346 ocorrências relacionadas a esses insetos (uma por dia).

Atenção

Os atendimentos envolvendo captura de abelhas demandam atenção dos militares e técnicos devido aos riscos e locais em que esses insetos buscam instalar suas colmeias. Segundo Aline, essa intervenção deve ser rápida e não oferecer riscos aos profissionais em à comunidade em geral. “Por este motivo, uma equipe capacitada fazendo uso de técnicas invasivas não letais para as abelhas e com baixo risco à saúde humana é de extrema importância. Da mesma forma, trabalhos em parceria com os órgãos municipais de saúde e educação são necessários para que os enxames resgatados tenham chances de sobrevivência e manejo“, explicou.

SOS Resgate

O grupo SOS Resgate é formado por 36 membros. Destes, seis são técnicos da prefeitura disponíveis para realização do serviço. Outros parceiros são o Cemafauna – idealizador e fundador (coordenação dos cursos de capacitação); Promotoria e Curadoria do Meio Ambiente de Petrolina (fundador e colaborador); IF Baiano – colaborador; Corpo de Bombeiros – colaborador; Setores Municipais da Conservação do Meio Ambiente e Saúde Humana – colaborador/executor; CCZ – colaborador/executor; e Ascamp – colaborador. Sua sede fica no CCZ em Petrolina e disponibiliza o seguinte telefone para contato: (87) 3867-4774.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome