Carlos Britto

42460 POSTS 66 COMENTÁRIOS

Prefeitos da região norte da BA acompanham obra de construção de Policlínica Regional em Juazeiro; unidade tem previsão de ser concluída no primeiro semestre de 2019

0
Prefeitos acompanham obra de construção da Policlínica Regional em Juazeiro. (Foto: Ascom PMJ/Divulgação)

Prefeitos de vários municípios da região norte da Bahia visitaram hoje (7) a obra de construção da Policlínica Regional que está em andamento em Juazeiro (BA). Em estado bastante avançado, a unidade tem previsão de ser concluída no primeiro semestre de 2019, segundo o engenheiro responsável pela obra.

Participaram da comitiva os prefeitos Paulo Bomfim (Juazeiro) Ana Passos (Sento-Sé), Enilson Rodrigues (Campo Alegre de Lourdes), Zé Filho (Remanso), Genário Rabelo (Canudos). Na ocasião, o engenheiro responsável pela execução Marcelo Alves, apresentou para os visitantes todos os espaços do equipamento e o status atual de andamento da obra.

A obra está 75% concluída e a nossa meta é ampliar essa estatística para 90% até o final do mês, para que ao final de janeiro e início de fevereiro de 2019 possamos entregar para o governo do Estado equipar e inaugurar”, destacou o engenheiro Marcelo Alves.

Policlínica Regional

Orçada em R$ 22 milhões, montante que é dividido entre a administração estadual (40%) e os municípios que integram o Consórcio Regional de Saúde (60%), o equipamento está sendo construído em uma área predial de aproximadamente 3 mil metros quadrados (m²), que está sendo beneficiada com serviços de urbanização, estacionamento, acessibilidade, arborização, redes de interligação de água, esgoto, drenagem e energia elétrica.

As policlínicas regionais têm como finalidade realizar o atendimento mediante agendamento pela Secretaria de Saúde local. Não atendem urgências e emergências ou outros tipos de demandas espontâneas. Após uma consulta no posto de saúde e o médico identificando a necessidade de uma consulta com especialista, a Secretaria faz o agendamento na Policlínica e então é realizado todo o acompanhamento do paciente. A Região de Saúde de Juazeiro é formada por 10 municípios, e todos aderiram ao Consórcio Público para implantação da policlínica, que atenderá uma população de 544 mil habitantes.

Com início das chuvas, produtores de uva já contabilizam perdas no Vale do São Francisco

0
(Foto: Divulgação)

A chuva tanto pedida pelos agricultores do Vale do São Francisco veio, mas, choveu demais. Na zona rural de Petrolina, por exemplo, produtores de uva calculam os prejuízos, que, em seis dias de precipitação, já chegam a R$ 7 milhões e uma perda de 650 toneladas da fruta. Os pomares estão molhados, trabalhadores parados e os produtos perecendo.

Segundo cálculos do Sindicato dos Produtores Rurais do município (SPR), feitos a partir dos relatos dos fruticultores, há a estimativa de que 35% da produção de uva que estava pronta para colheita tenha sido comprometida com a chuva, que registrou uma média de 90 milímetros nas regiões de fazendas. “A maioria das variedades de uva não suporta tanta água”, comenta o gerente executivo da entidade, Flávio Diniz.

Flávio explica que os prejuízos dos últimos seis dias se concentram nas frutas que seriam colhidas para o consumo interno durante o Natal. Mas as consequências podem se estender para o próximo ano. “Os produtores já vêm se preparando há algum tempo para a safra 2019.1, só que a uva tem um ciclo, ela obedece a tratos culturais. E por conta da chuva poderá existir uma redução de produtividade”.

Cálculo negativo

No Perímetro de Irrigação Senador Nilo Coelho, a Fazenda Ara Agrícola cultiva 175 hectares de uva de mesa e, nesse período de chuva, tinha 14 mil quilos da fruta para serem colhidos. De acordo com o gerente de campo da propriedade, Ivan Lopes, lá as perdas alcançam 40%. “A maioria era da variedade Crimson, um tipo de uva que não aguenta chuva, então elas apodreceram e nós estamos com uma perda aí de no mínimo R$ 50 mil”, disse. Na fazenda, apenas 20% do planejamento para esta semana foram executados.

Quando contamos a diária com a mão de obra parada o prejuízo cresce mais ainda. O trabalhador rural não pode trabalhar durante a chuva; quando ela passa, eles também não podem entrar na área de plantação porque ela está molhada, e tudo isso só vai se acumulando”, afirmou Ivan.

Enquanto isso, o gerente do SPR, Flávio Diniz, conta que os prejuízos na região só não são maiores porque os produtores já haviam colhido a maior parte da produção e começaram a tomar as providências para minimizar os prejuízos. “Eles vão agora se preocupar com um novo planejamento para atender as demandas da fruta em 2019, por conta desse período chuvoso”, finalizou ele. (Fonte: CLAS Comunicação)

Confirmando furo do Blog, Prefeitura de Petrolina retomará obras do matadouro na próxima segunda

0
Obras do Matadouro de Petrolina. (Foto: Ascom PMP/Divulgação)

Confirmando notícia obtida em primeira mão por este Blog, a Prefeitura de Petrolina disse que vai retomar as obras do matadouro na próxima segunda-feira (10), após receber decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª região (TRF-5) comprovando a legalidade dos serviços.

A requalificação, que já estava na fase final, havia sido interrompida há cerca de um mês devido a uma contestação via judicial. Com o aval do Tribunal Federal, o objetivo da gestão municipal é acelerar os serviços para inaugurar em fevereiro o equipamento voltado para um abate mais seguro e dentro das normas sanitárias.

Até o momento, já foram investidos cerca de R$ 2,2 milhões para reforma estrutural do imóvel, pintura, serviços de rede elétrica, recuperação de equipamentos e compra de novos maquinários. Com a entrega do novo matadouro, além de ter um controle sanitário da carne produzida em Petrolina, centenas de marchantes terão melhores condições para trabalho e geração de renda.

Para o prefeito Miguel Coelho, o momento é de concentrar esforços para entregar o abatedouro no início do próximo ano. “Essa decisão do TRF-5 comprova o que já tínhamos dito antes. Tudo estava dentro da lei, respeitando todos os aspectos ambientais e sanitários e o que não pode é Petrolina continuar sem um abatedouro de confiança, com as pessoas sem saber a procedência da carne que consomem. Mas agora nosso foco não é debater essa questão, mas acelerar as obras para nossa cidade, depois desses anos, voltar a contar com um matadouro público estruturado e totalmente dentro da lei”, justifica Miguel.

Compesa de Petrolina é multada mais uma vez por despejo de esgoto no Rio São Francisco

2
(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

A Prefeitura de Petrolina voltou a multar a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). Desta vez, em ação realizada no final da manhã desta sexta-feira (7), a Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA) disse ter flagrado esgoto sendo lançado sem tratamento no Rio São Francisco por meio do canal do bairro Alto Cheiroso, área central. A multa aplicada à Compesa é R$ 400 mil. O flagrante aconteceu dentro das atividades do projeto ‘Orla Nossa’.

De acordo com a assessoria da Prefeitura, a equipe conseguiu localizar a rede de esgoto rompida através de um barulho intenso vindo do local. Ao chegar em um determinado ponto de difícil acesso, foi constatado que a tubulação da Compesa estava sendo despejada sem tratamento no canal, que tem com destino o Rio São Francisco. Conforme a assessoria, a falta de manutenção visível da tubulação da rede, inclusive com vários pontos de ferrugem, e poços de visita (PV) danificados por ação do tempo, acarretou no rompimento dessa rede.

Para o diretor de Projetos Ambientais, Victor Flores, a identificação desse crime demonstra atuação do ‘Orla Nossa’ na preservação do Rio. “O projeto Orla Nossa se tornou um fiscal da população quando se trata de crimes contra o Velho Chico. Em 2018 localizamos diversas situações que estavam na contramão da preservação ambiental. Através de denúncias e do trabalho de monitoramento do projeto, a AMMA constatou esses crimes e passou a autuar os responsáveis, entre eles a Compesa”, destaca.

O diretor-presidente da AMMA, Geraldo Miranda, destaca o papel da prefeitura na defesa do Rio. “A preservação do Rio São Francisco é uma das maiores preocupação da gestão municipal. O Velho Chico é nossa maior riqueza ambiental e a Prefeitura de Petrolina está focada em preservar e defender esse patrimônio natural”, pontua.

Multa

A AMMA disse que foi constatado crime ambiental, por isso aplicou a multa no valor de R$ 400 mil com base nos artigos 61 e 62 do Decreto Federal 6514/08, que tratam de causar poluição e lançar resíduos no meio ambiente, e ainda na resolução 430 de 13 de maio de 2011, que dispõe sobre as condições e padrões de lançamento de efluentes. 

O Blog entrou em contato com a assessoria de imprensa da Compesa, que disse que a empresa ainda não foi notificada pela AMMA, mas adiantou que uma equipe está sendo encaminhada ao local e dará um posicionamento posteriormente.

Prefeitura e parceiros se unem para fortalecer comércio e ações sociais no final de ano em Juazeiro

0
Comercio do Centro de Juazeiro. (Foto: Duda Oliveira/Blog do Carlos Britto)

Nas duas semanas que antecedem o Natal, o centro comercial de Juazeiro será palco do ‘Canções de Natal’, projeto idealizado pela prefeitura municipal em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), ACIAJ, Sindilojas e Seabrae. O objetivo é gerar movimentação no comércio fortalecendo as vendas de final de ano e trabalhar com o usuário da Assistência Social o clima nesse período. Uma reunião no gabinete da secretária de Desenvolvimento Social, Mulher e Diversidade, Cida Gama, definiu a programação do projeto.

A primeira apresentação acontecerá já na próxima quarta-feira (12) às 17h, na Praça Santiago Maior, com a participação de usuários dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) dos bairros Itaberaba e Tabuleiro, além do poeta Valdir Lemos.

De acordo com o presidente da CDL Juazeiro, Murilo Matos, será mais uma oportunidade de incentivar as compras no comércio local. “Apesar da movimentação natural dessa época, temos perdido espaço para as compras na internet e sentimos a necessidade de fazer algo diferente este ano no sentido de atenção dos consumidores. Junto com a prefeitura e diversos parceiros, vamos trazer o clima de Natal para as ruas da cidade. Nosso desejo é que as famílias prestigiem o comércio local e as apresentações, que foram pensadas com muito carinho”, afirmou.

Programação

A programação contará ainda com a participação da orquestra Encanto do Acolher – com alunos do Instituto Professora Cristina, Coral do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, Coral da Escola Dr. José de Araújo, além de usuários dos demais CRASs do município. “Envolvemos diversas entidades parceiras nesse projeto porque acreditamos que unindo forças quem ganha é todo o município. Além de fortalecer o comércio local, é válido por podermos trabalhar esse clima natalino com os usuários dos serviços sociais, inserindo-os como protagonistas em todas as apresentações”, afirmou Cida Gama.

Representante da Comissão ‘Todos pela PE-630’ lamenta ausência de prefeitos em audiência popular

0

Um dos principais articuladores do Movimento ‘Todos pela PE-630’, Rosalvo Antônio lamentou as ausências dos prefeitos de Trindade, Dr.Everton, e de Ipubi, Chico Siqueira, na última audiência popular realizada em Santa Filomena, no Sertão do Araripe.

Rosalvo, que é coordenador-geral do Conselho Popular de Petrolina, informou que nenhum dos dois gestores justificou as razões do não comparecimento. “Ainda assim a audiência cumpriu seu objetivo. A luta continua. Esperamos que no próximo evento possamos contar com a participação de todos e de todas”, declarou.

O movimento suprapartidário reivindica a retomada das obras de pavimentação da PE-630, paralisadas desde a década de 80. A rodovia é considerada um importante vetor econômico para seis municípios sertanejos (Petrolina, Afrânio, Dormentes, Ipubi, Trindade e Santa Filomena).

Senadores de Pernambuco dizem que não aceitam Transnordestina primeiro no Ceará

0
(Foto: Reprodução)

Uma Audiência Pública realizada na última terça-feira (4) na Comissão de Infraestrutura do Senado mostrou que a tentativa final de salvar a concessão da Transnordestina Logística vai esbarrar no complexo desafio federativo.

Os três senadores de Pernambuco – Fernando Bezerra (MDB), Armando Monteiro Neto (PTB) e Humberto Costa (PT) – disseram que não aceitarão o projeto apresentado pela companhia e que está, na prática, referendado pelo governo, de reiniciar a construção da ferrovia em módulos, o que vai priorizar a ligação entre o Piauí e o Porto de Pecém, no Ceará.

A ligação com o outro porto, de Suape, em Pernambuco, só estaria concluída em 2027. O projeto da concessionária foi apresentado neste documento.

Isso é inaceitável”, afirmou Fernando Bezerra, que disse que a partir de 2019 vai acompanhar de perto o processo de caducidade da concessão, que já tramita na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) por descumprimento dos prazos do TAC (Termos de Ajustamento de Conduta) – assinado em 2012 entre o governo e a concessionária, por ela não ter cumprido o contrato assinado em 2004.

Bezerra Coelho era o ministro da pasta de Integração Nacional quando o acordo foi assinado. Exaltado, o senador pernambucano afirmou que durante todo o projeto a Transnordestina priorizava o porto de Suape, e somente quando Ciro Gomes, ex-governador do Ceará, assumiu a direção da empresa, é que a solução foi alterada.

Interesse

Os diretores da Transnordestina e representantes do governo explicaram que o projeto apresentado pela companhia em 2017 tem a lógica de retomar o projeto viabilizando um trecho que tem interesse direto de uma companhia com carga de minério, a Bemisa, cuja mina se encontra na cidade de Paulista, no Piauí.

Com o transporte dessa carga, mais os investimentos de um grupo italiano e posteriormente a liberação de recursos públicos hoje bloqueados por uma decisão do Tribunal de Contas da União (TCU), seria possível obter os R$ 6,7 bilhões necessários para terminar toda a obra, que já consumiu R$ 6,2 bilhões e tem 52% de avanço físico.

Mas o senador retrucou que, desde 2012, a Bemisa tenta recursos para fazer o projeto de minério de ferro sem sucesso e que não há qualquer garantia de que ela vá, de fato, explorar a mina. “Esse projeto é baseado em algo que não existe”, disse Bezerra.

Caducidade

Dino Antunes, secretário de Fomento do ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, explicou ainda que a chegada ao Porto de Suape traz mais riscos ao projeto, visto que não há todo o processo de desapropriação concluído e nem as licenças ambientais para a obra.

Pela complexidade que é, com uma provável disputa judicial, o governo tem dado prioridade a tentar uma solução dentro da concessão. No entanto, a representante da ANTT, Lorena Cristina Duarte, disse que o processo que apura as responsabilidades pela inexecução do contrato de 2012 vai continuar a ser tocado, o que pode levar à declaração de caducidade da concessão.

O representante do TCU, Paulo Pessoa Guerra, informou que o órgão acompanha o desenrolar desse processo para avaliar que providências podem ser tomadas e também se mantém ou não a decisão cautelar de impedir aportes de recursos públicos na construção. Ele ressaltou que a decisão do tribunal não impede o aporte de recursos privados.

O diretor da empresa, Jorge Luiz de Melo, defendeu a solução pela renegociação do contrato, mas lembrou que a solução com a Bemisa depende do tempo, já que a empresa informou que deseja ter a solução ferroviária em até 3 anos. Ele ressaltou que a CSN, controladora da Transnordestina, já colocou R$ 5 bilhões no projeto, sendo R$ 1 bilhão em recursos mais de R$ 3,5 bilhões em empréstimo com garantia real. O ex-ministro de Portos Pedro Brito, representante do conselho da CSN, estava na reunião. (Fonte: Agência INFRA)

Período de chuvas requer atenção redobrada da população no combate ao mosquito Aedes, alerta Prefeitura de Petrolina

0
Ação de combate ao mosquito Aedes aegypti em Petrolina. (Foto: Divulgação)

O combate ao Aedes aegypti, mosquito que transmite a dengue, chikungunya e zika vírus, deve ser redobrado durante o período chuvoso. O alerta é da Secretaria de Saúde de Petrolina, que está intensificando as ações, iniciadas no final do mês passado. As atividades estão sendo realizadas nos bairros que apresentaram um alto índice de infestação e casos suspeitos notificados.

Na quinta-feira (6), a ação aconteceu no Bairro José e Maria, zona norte. A equipe de profissionais da Secretaria realizou visitas domiciliares, orientando sobre as condutas preventivas, e fez inspeções aos imóveis, com atenção especial aos recipientes que acumulam água – a exemplo de pneus.

A ação segue com atividades em pontos estratégicos, como borracharias, ferros-velhos, cemitérios e em locais de difícil acesso (terrenos baldios fechados e caixas d’água elevadas).

A gerente de Endemias, Rânmilla Castro, reforçou a importância da população procurar as unidades básicas de saúde, caso apresente algum sintoma, para que através da notificação seja realizado um trabalho de borrifação, que funciona como bloqueio de transmissão para o controle de novos casos.

Com a intensificação das chuvas, é indispensável reforçar a prevenção contra a dengue, zika e chikungunya. Porém, é um trabalho que deve ser realizado também pela população durante todo o ano, pois até uma tampa de garrafa pode virar criatório para o mosquito. O trabalho em conjunto é a forma mais eficiente de combater Aedes aegypti“, destacou.

Agência publicitária de Petrolina lança calendário 2019 evidenciando sentimentos em preto e branco

0
‘Sentires em preto e branco’ é tema do calendário 2019 da CLAS Comunicação e Marketing. (Foto: Divulgação)

Já está circulando o calendário 2019 da CLAS Comunicação e Marketing, em parceria com a Cadan Distribuição e a Gráfica Bandeirante, com o tema ‘Sentires em Preto e Branco’. O anuário evidencia sentimentos, a exemplo de saudade, sensualidade e esperança através das lentes de 12 renomados fotógrafos regionais.  De acordo com a professora e mestra em Sociologia, Odomaria Bandeira – que assina o texto de apresentação -, as fotos revelam olhares surpreendentes.

…Nesse padrão, preto e branco, o dizer se produz entre os claros e escuros, as luzes e as sombras, os planos – o que aparece na frente ou atrás, maior ou menor…”, pontua Odomaria, concluindo: “através disso, se significam as palavras temas, e a fotografia produz certos sentidos, em convergência ou divergência com os significados que tais palavras trazem”.

Participam do calendário, com tiragem de 3.500 exemplares, os fotógrafos Flávio Ciro, Orlando Brito, Marcus Ramos, Maurício André, Sílvia Nonata, Laís Lino, Lisandra Martins, Chico Egídio, Cristiano Almeida, Sergio de Sá, Ivan Cruz (Jacaré) e o próprio Carlos Laerte, idealizador da série e diretor da CLAS Comunicação e Marketing.

História

A série Calendários da CLAS Comunicação e Marketing completa 15 anos em 2019 e já expôs com a gráfica Franciscana: Os Cartões Postais de Petrolina e Juazeiro, em 2004; As Imagens do Vale do São Francisco (2005); As Flores da Caatinga (2006); A Arte que Vem do Vale (2007); Fé e Folguedo (2008); Brincávamos Assim (2009); Paisagem de Interior (2010); Espetáculos do Vale do São Francisco (2011); Assim na Terra como no Céu de Celestino (2012); Olhar poesia (2013); Beleza Pra Mim (2014); Artesanato de Petrolina (2015); Geraldo Azevedo, pelos raios desse sol (2016). Em parceria com a gráfica Bandeirante foram realizados os calendários, São Francisco, reflexos de um rio (2017) e Noturno Vale do São Francisco (2018).

Base política para Bolsonaro em Pernambuco começa a se formar; Fernando Filho e até Gonzaga podem respaldar presidente eleito

10

A popularidade do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) não é das melhores em Pernambuco. Ontem (6), durante a cerimônia de diplomação, o presidente nacional da sigla que acolheu Bolsonaro, Luciano Bivar, chegou a ser vaiado por parte da plateia presente no Centro de Convenções, em Olinda. Mas Bolsonaro pode ter mais apoio da bancada federal pernambucana do que possui o presidente Michel Temer (MDB) nesta reta final de gestão. Ontem, a cada nome anunciado dos parlamentares federais – inclusive os que não puderam participaram – foi possível contabilizar pelo menos 13 dos 25 deputados federais que votarão em pautas defendidas pelo futuro presidente.

O presidente estadual do PR, Sebastião Oliveira, por exemplo, é um dos nomes que deve apoiar o governador Paulo Câmara (PSB), em Pernambuco, e Bolsonaro em Brasília.

O deputado afirmou, no entanto, que ainda vai conversar com o governador sobre a questão. Sebastião enfrenta uma disputa pelo comando estadual do PR contra o prefeito de Jaboatão, Anderson Ferreira, e o prefeito está certo de que terá o comando da legenda para levá-la à oposição estadual. “Só trabalho com a hipótese de o PR estar com Sebastião Oliveira, que é nosso aliado, que nos apoiou“, desconversou Paulo Câmara.

Além de Sebastião e Luciano Bivar, outros nomes que devem apoiar Bolsonaro em algumas pautas são André Ferreira (PSC), Fernando Bezerra Filho (DEM), Fernando Monteiro (PP), pastor Eurico (Patriota), André de Paula (PSD), Eduardo da Fonte (PP), Augusto Coutinho (SD), Fernando Rodolfo (PHS), Bispo Ossésio (PRB) e Silvio Costa Filho (PRB). Até mesmo Gonzaga Patriota (PSB), que integra a chamada bancada da bala, tem flertes com o Governo Bolsonaro.

“Oposição firme”

Segundo a deputada federal eleita Marília Arraes (PT), em virtude da força do futuro presidente, a atuação da bancada federal petista, que vem sendo isolada pelo bloco de oposição, tem de estar em consonância com as ruas. “A gente precisa ser uma oposição firme, que não se omita, que priorize a mobilização e que as ruas acompanhem o que os deputados estão fazendo. Não temos condições de atuar se a nossa atuação não for legitimada pelas ruas”, declarou, citando pautas que podem retirar direitos da classe trabalhadora e mexer com diretos fundamentais.

Para o deputado federal eleito João Campos (PSB), o mais votado de Pernambuco, é preciso dosar a forma como se faz oposição. “Passada a eleição, o povo faz as escolhas, o povo é soberano, mas os palanques devem ser desmontados. E o que deve ser conduzido é aquilo que a gente acredita de forma responsável, aquilo que o povo confiou“, frisou. (Fonte: Diário de PE)

Pizzaria com diversas irregularidades é interditada na Orla de Petrolina; fiscalização alega que estrutura oferecia riscos a clientes

8
Prefeitura interdita pizzaria na Orla de Petrolina. (Foto: Divulgação)

Uma pizzaria foi interditada na Orla de Petrolina. Segundo a prefeitura, o estabelecimento apresenta diversas irregularidades e oferecia riscos à população. Entre as infrações, detalhadas em um relatório de 12 páginas elaborado pela Diretoria de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (SEDURBS), estão a ocupação irregular de área pública, instalação elétrica precária e ausência de autorização para exploração do espaço.

De acordo com o relatório, o contrato de exploração do espaço público, que terminou em janeiro de 2013, foi desrespeitado em diversos pontos. Desde a extrapolação dos limites da área a ser explorada, passando pela realização de reformas e ampliações sem licenças do município, a não prestação de reparos aos danos causados ao imóvel, até à instalação de um parque infantil sem as condições mínimas de segurança, já que havia fiação elétrica exposta, e sem o devido licenciamento do município. O responsável pelo estabelecimento comercial foi notificado das irregularidades na última quarta-feira (5) e tem o prazo de 10 dias para apresentar defesa. Desde então, o espaço se encontra fechado e proibido de retomar as atividades.

Fiação exposta em parque infantil no estabelecimento. (Foto: Divulgação)

O diretor de Disciplinamento Urbano e Atividades Licenciadas, Cícero Dirceu da Silva, explica que, diante das irregularidades apontadas, principalmente quanto às instalações elétricas, o funcionamento da pizzaria na orla da cidade oferecia riscos à vida e a integridade física dos frequentadores do local. “Além da falta de condições de higiene e limpeza, a fiação exposta no parque infantil poderia causar um acidente a qualquer momento. Toda vez que uma criança usava um dos brinquedos estava exposta ao risco de morte. Nós, enquanto poder público, não poderíamos permitir que a população estivesse sujeita a esse tipo de situação, seria irresponsável deixar que o estabelecimento continuasse com suas atividades“, destacou Silva.

Exclusivo: TRF5 autoriza prefeitura a retomar obras de reforma do Matadouro de Petrolina

1
(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

Este Blog recebeu a informação, com exclusividade, de que o Tribunal Regional da 5ª Região (TRF5) deferiu pedido para a retomada das obras de reforma no Matadouro Público de Petrolina.

A decisão sobre o processo nº 0816680-21.2018.4.05.0000, que analisou a questão, foi publicada na tarde de ontem (6).

Morre antigo servidor da Secretaria de Saúde de Juazeiro; prefeitura emite pesar

0
(Foto: Reprodução)

Um antigo servidor da Secretaria de Saúde (Sesau) de Juazeiro (BA) faleceu nesta sexta-feira (7). Segundo a Sesau, José Carlos Ferreira morreu em decorrência de um câncer. Ele era auxiliar operacional.

A Secretaria Municipal da Saúde (Sesau) se manifesta com grande pesar sobre o falecimento do servidor municipal José Carlos Ferreira, ocorrido nesta sexta-feira (7) em Juazeiro. O mesmo lutava contra um câncer e a Sesau, neste momento de tristeza, se solidariza com os familiares e amigos do senhor José  Carlos“, diz nota enviada pela assessoria de comunicação.

Vazamento causa grande desperdício d’água na Areia Branca; Compesa realiza conserto

0

Um vazamento causou grande desperdício d’água, na manhã de hoje (7), entre as avenidas São Francisco e Paraíba, na Areia Branca, zona leste de Petrolina. Segundo leitores do Blog, o fato ocorreu logo no início da manhã, por volta das 6h30.

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi acionada e, segundo informações da assessoria de comunicação, trabalha para sanar o problema.

Petrolina
algumas nuvens
27 ° C
27 °
27 °
69%
3.6kmh
20%
seg
26 °
ter
28 °
qua
27 °
qui
27 °
sex
26 °