Apesar dos números animadores, vazão liberada do Reservatório de Sobradinho é maior do que determinada pela ANA

6

Apesar dos números animadores em relação ao Reservatório de Sobradinho (BA), que segundo dados do setor elétrico deverá atingir 10% de sua capacidade no início de janeiro de 2018, ainda há motivo para preocupações.

É que a Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) não estaria seguindo a vazão autorizada pela Agência Nacional das Águas (ANA) – de 550 metros cúbicos por segundo (m/s³) -, liberando uma vazão maior, em média de 610 m/s³.

Perguntar não ofende: se o período úmido ainda está só no começo e, diante das incertezas futuras no que concerne às chuvas, não seria melhor poupar água agora? Com a palavra, a Chesf.

6 COMENTÁRIOS

  1. Realmente um descaso com a situação enfrentada este ano, mostra que o que se acorda aqui no Brasil não se cumpre na prática. Aí se perguntamos se estes órgãos governamentais tem credibilidade. Tudo isso é só uma curtina de fumaça para enganar
    O povo que vive as margens do São Francisco.

  2. O que acho mais impressionante disso tudo é que, qualquer mudança que haja com a barragem é motivo para aumentar a arrecadação. Nós que vivemos praticamente a margens da barragem, era pra ter o menor custo sobre o uso de agua e energia, afinal de contas é um recurso natural, é a natureza que nos oferece, não os governos. Eu gostaria de ver a barragem de Sobradinho com 100% de sua capacidade, como já vi agua do rio inundar Juazeiro, ai eles iam cobrar uma taxa (bandeira) por excesso de agua na barragem!! É caríssimo a nossa conta de energia, concessionárias de energia privada recebem linhas de transmissão toda montada com dinheiro público e, ainda tira o coro do cidadão. Serviço essencial como energia, agua, telefone deveria ser do estado sem fins lucrativos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome