Afrânio quer recuperar área perdida para Petrolina: “Nós visitamos essas regiões e constatamos que elas estão dentro de nossos limites”, diz vice-prefeito

2
Foto: Blog do Carlos Britto

O governo de Afrânio quer sentar com a gestão de Petrolina para resolver o imbróglio envolvendo a divisa no interior das duas cidades. Segundo o vice-prefeito Cloves Ramos (MDB) e o vereador Vavá de Justino (MDB), as demarcações de terras na região de Satisfeito II e Rajada são reconhecidas pelo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e refutam a ideia de que tal movimento tivesse “interesse político”.

Cloves Ramos e o vereador Vavá deram entrevista a este Blog pela primeira vez desde que o vereador de Petrolina, Manoel da Acosap (PTB), acusou os dois, em dezembro de 2019, de estarem praticando irregularidades e invadindo terras de Petrolina. Na época, Manoel disse ter coletado áudios que seria juntado a documentos posteriormente encaminhados à Justiça.

A motivação da disputa vem da reclamação de Afrânio de que está perdendo área legal para o distrito de Rajada. O vice-prefeito relata que procurou o IBGE, utilizou aplicativos e que fez georreferenciamento para “conhecer os limites do município”.

Então, nós fomos a estas áreas [Riacho Satisfeito e Barra Franca] e constatamos que essas regiões estão dentro dos limites de Afrânio. Conferimos também o mapa de Petrolina, buscamos a lei 4.983, que é antiga, do ano de 1963, para não restar dúvidas”, disse ele.

Foto: Blog do Carlos Britto

Dúvidas na divisa

Apesar de geograficamente Satisfeito II pertencer a sua cidade, Cloves Ramos explica que a comunidade vem sendo atendida por Petrolina, que tem servido inclusive de domicílio eleitoral. “Então, o pessoal disse: vocês só estão mexendo nisso agora. Mas nós descobrimos essa situação agora. Nosso mandato é atual, e estamos atuando como representantes dos interesses do município”, comentou o vice-gestor, numa referência ao vereador Manoel da Acosap. Segundo ele, o governo quer agora assumir a área e disponibilizar os serviços públicos.

Disputa política

Já o vereador Vavá, acostumado com os embates na tribuna, não engoliu direito a acusação do colega petrolinense sobre as supostas irregularidades e invasão de terras. “Ele foi à imprensa [em dezembro] dizer que nós tínhamos ido à região de Satisfeito para fazer promessas políticas em troca de serviços. Quero deixar bem claro que em nenhum momento fomos lá para isso. Estivemos em Satisfeito com o aplicativo para termos noção de até onde vai nossos limites”, rebateu.

Foto: Blog do Carlos Britto

A gente não está querendo tomar território nenhum de Petrolina, como o vereador [Manoel da Acosap] falou. Pelo contrário, queremos que se cumpra a lei do jeito que ela foi aprovada. Não tomamos nenhuma decisão isoladamente, até porque quem regulariza isso é a Assembleia Legislativa e o IBGE”, finalizou Vavá de Justino.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Quem em sã consciência desses lugares citado querem fazer parte de Afrânio,só não tendo o que fazer,isto ai não é nada mais e nada menos estão doidos para aumentarem a quantidade de eleitores para colocarem mas desocupados na câmara para mamarem nas custa da nação.

Deixe uma resposta para Pé no Saco Cancelar resposta

Comentar
Seu nome