Ruy Wanderley critica Cancão, que rebate: “Retrógrado”

A sessão desta terça, 9, vivenciou mais um capítulo da celeuma da entrega do relatório das audiências públicas sobre segurança, de autoria do vereador Ronaldo Cancão (PTB). Ao se defender da nota da oposição que atribuiu a ele a prática de um ‘parlamentarismo individualista’ na Câmara Municipal de Petrolina, Cancão aproveitou também para responder ao líder de sua bancada, Ruy Wanderley (PSC), o qual tinha registrado que não foi correta a atitude do petebista, mesmo por uma boa causa, num típico comportamento de ‘fogo amigo’.

(mais…)

Oposicionistas criticam Cancão por entregar relatórios da violência a governador, sem consultar colegas: “Parlamentarismo individualista”

A bancada de oposição na Casa Plínio Amorim não gostou nem um pouco da atitude do vereador governista Ronaldo Cancão (PTB), que na última sexta-feira (5) entregou ao governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), em Ouricuri, no Sertão do Araripe, dois relatórios sobre audiências públicas em Petrolina que abordaram a problemática da violência. Segundo os oposicionistas, Cancão pensou apenas em fazer “lobby político” junto ao governador, sem consultar nenhum colega da Casa.

Em nota, a bancada alfinetou duramente o governista. Confiram:

A bancada de oposição da Casa Plínio Amorim vem a público esclarecer que não comunga com a conduta do vereador Ronaldo Souza. O referido edil, no afã de fazer lobby político junto ao Governador Paulo Câmara, usou de um expediente não coletivo quando se trata de parlamentarismo.

Foi pessoalmente, e sem consultar nenhum colega de bancada, nem seu líder, e muito menos a oposição, levar ao governador um relatório que ele produziu “sozinho”, como resultado da audiência pública promovida pela Câmara de Vereadores de Petrolina sobre segurança pública. Um parlamentarismo individualista, que o referido vereador, que se diz sempre ético e comprometido, exercitou, esquecendo que ele mesmo pediu apoio aos colegas da Casa para realizar a audiência, mas não respeitou a discussão parlamentar gerada no evento.

Assim, por entendermos que o relatório não contempla a diversidade de contribuições dos demais vereadores e, portanto, não nos representa, sugerimos ao vereador Ronaldo Souza uma revisão do documento, com democracia, garantindo dessa maneira interesses efetivos do nosso povo, maior interessado na solução dessa problemática.

Bancada de Oposição/Casa Plínio Amorim

(Foto/arquivo Blog)

Cancão entrega a Paulo Câmara relatórios sobre balanço da violência em Petrolina e ouve promessas

O vereador Ronaldo Cancão (PTB) entregou nas mãos do governador de Pernambuco Paulo Câmara (PSB), durante a mais recente passagem do socialista pelo Sertão do Araripe, na última sexta-feira (5), em Ouricuri, o relatório das audiências públicas sobre a criminalidade em Petrolina. Os dois debates – um realizado no Bairro José e Maria, e o outro no São Gonçalo – foram requeridos por ele.

Segundo Cancão, também foi entregue ao governador uma pauta contendo as reivindicações dos petrolinenses para conter a onda de violência na cidade.

O governador me disse que quando o Seminário ‘Pernambuco em Ação’ for realizado em Petrolina, já chega com novidades referentes à questão de segurança”, afirmou Cancão. O secretário de Defesa Social, Angelo Gioia, que integrou a comitiva de Paulo Câmara ao Sertão, também participou da conversa.

O vereador petrolinense informou aos dois que o comando do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) tem feito um bom trabalho, mas a estrutura do órgão não está ajudando a frear a violência no município. “As viaturas estão sendo recolhidas do interior, após as 23h, para a sede. Admitindo essa questão financeira do Estado, também há uma certa limitação no combustível”, frisou. O vereador disse ainda ter solicitado mais câmeras de monitoramento e armamento para a polícia – incluindo uma parte dos 50 fuzis e das 113 novas viaturas adquiridas pelo governo, uma vez que a frota dos veículos na cidade foi reduzida.

Batalhão especializado

Além disso o vereador cobrou a convocação urgente de mais policiais civis, especificamente para a Delegacia do Ouro Preto, devido à demora nas ocorrências feitas pelos policiais rodoviários federais e militares, que chegam a passar mais de uma hora para realizar o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). “Enquanto a viatura fica parada todo esse tempo, ela deveria estar guarnecendo a sociedade”, justificou. Outro compromisso de Paulo Câmara com Cancão foi o aumento no quadro do 5º BPM, uma vez que existe a expectativa de que 80 PMs se aposentem este ano. “Tínhamos 500 praças há 18 anos, e Petrolina tinha uma população perto dos 170 mil habitantes. Hoje tem 340 mil e o efetivo da polícia está muito menor”, externou. Cancão também pleiteou a instalação de um batalhão especializado, específico para o município. “Essa foi a nossa conversa. O governador se mostrou sensível, vamos aguardar para que ele possa nos ajudar nessa nossa luta para preservar a vida“, concluiu.

Quase perdem o prazo

equipe Lossio LRF

A Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) exige a apresentação de relatórios sobre o balanço das ações do Executivo, a cada quadrimestre, à Câmara de Vereadores. Mas parece que os atuais secretários do prefeito de Petrolina, Julio Lossio, não tiveram tempo de se inteirar sobre isso.

Uma fonte do Blog informou que foi preciso o setor administrativo da Casa Plínio Amorim alertar para esse ‘detalhe’, caso contrário a secretária de Saúde Mara Gonçalves e o representante da Secretaria da Fazenda, Wilmar Pires, iriam perder o prazo determinado pela LRF. “Acredito que a atual equipe do prefeito ainda está tomando pé da situação e não ficou atenta ao prazo”, acredita a fonte. (foto: CMV/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br