Petrolina: Vereadores não presidem a própria audiência pública proposta por eles

Um fato no mínimo curioso ocorre no final da manhã e início de tarde desta terça-feira, 25. Autores da audiência púbica que acontece agora na Câmara de Petrolina e que trata dos serviços de saneamento e taxa de esgoto e da atuação da Compesa no município, os vereadores Cícero Freire (PR) e Cristina Costa (PT) não presidem a audiência. No centro da mesa diretora está o vereador Manoel da Acosap (PTB), que é primeiro secretário da Casa Plínio Amorim.

Geralmente, nas casas legislativas, quem solicita audiência pública, reuniões, sessões solenes – entre outros itens – também é quem preside o ato. Perguntado aos autores por que não estavam comandando a própria audiência pública, nem Cícero nem Cristina souberam ou pelo menos não quiseram responder.

Cícero Freire chama Osório de “meu deputado” durante audiência na Casa Plínio Amorim

Um dos autores da proposta da audiência pública que debate na Casa Plínio Amorim, na manhã de hoje (25), a problemática do sistema de esgotamento sanitário e abastecimento d’água em Petrolina, o vereador Cícero Freire (PR) está se habituando a ser o ‘inusitado’ da Câmara.

Ansioso para que a audiência começasse logo, Cícero não se conteve e apelou de forma contundente, ao microfone, para que seu colega Osório Siqueira (PSB), presidente da Mesa Diretora, desse início ao debate. Mas o que chamou a atenção foi a forma pela qual Cícero se referiu ao socialista: “Osório, meu deputado, vamos começar logo os trabalhos”. Será o presidente da Casa mais um na disputa em 2018?

Orlando Tolentino devolve comentário do filho de Julio Lossio sobre 2020: “Nem oposição de verdade eles são”

O assessor especial da Prefeitura de Petrolina, Orlando Tolentino (PSDB), não se furtou de comentar a presença do filho ex-prefeito Julio Lossio (PMDB) na Câmara de Vereadores e suas declarações acerca das próximas eleições municipais de 2020.

Tolentino disse que Julio Lossio Filho, o ‘Julinho’, está muito ansioso, e disparou: “falta muito tempo ainda. Tem eleição ainda para deputado, governador. Eles nem são a oposição de verdade. A surra foi grande e ficaram em terceiro. Precisam assistir ao bom governo de Miguel (Coelho). Nem em Petrolina eles moram”.

Gerente da Compesa em Petrolina garante que investimentos em água e esgoto só não foram maiores por causa do Governo Lossio

Momentos antes da audiência pública que começou agora há pouco na Casa Plínio Amorim, sobre os problemas no abastecimento d’água e esgotamento sanitário de Petrolina, o gerente regional da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), João Raphael Queiroz concedeu uma rápida entrevista à imprensa, assegurando que a empresa fez os investimentos necessários no setor. Segundo ele, o que atrapalhou foi a gestão municipal passada, do prefeito Julio Lossio, que tentou quebrar a concessão da Compesa.

Segundo João Raphael, os R$ 65 milhões enviados pelo governo federal foram aplicados para melhorias no setor em Petrolina. No entanto, a tentativa do governo passado em quebrar a concessão da Compesa impediu a Companhia de continuar investindo no sistema em mais bairros da cidade.

“Estávamos fazendo um investimento muito alto, e a gente precisa que esse investimento retorne aos cofres da empresa. Então isso fez com que a gente não investisse mais em bairros onde não existe rede coletora, infraestrutura, para que a gente possa operar e dar manutenção ao sistema”, explicou.

Esperado para a audiência, o presidente da Compesa, Roberto Tavares, estava cumprindo agenda em Brasília (DF) e não pôde comparecer. Igor Falcão, representante da prefeitura, está no debate.

Greve geral contra reformas de Temer mobiliza categorias em Petrolina e Juazeiro

Seguindo a mobilização no restante do país contra as reformas da Previdência e trabalhista, propostas pelo Governo Temer, o Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope) é mais uma entidade a engrossar a greve nacional marcada para esta sexta-feira (28). Na cidade, o Sindicato dos Bancários também confirmou a adesão ao movimento.

Como este Blog já adiantou o presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT) em Pernambuco, Carlos Veras, estará em Petrolina nesta terça (25) organizando uma plenária sobre a participação de associações e entidades sindicais na greve geral. O encontro ocorrerá no Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR), Bairro Vila Mocó, a partir das 18h30.

No dia da mobilização, a concentração será pela manhã na Praça do Bambuzinho, Avenida Souza Filho, no Centro da cidade.

Em Juazeiro (BA) não será diferente. Em nota à imprensa, o Sindicato dos Bancários foi uma das primeiras entidades a confirmar presença na greve nacional. Segmentos da educação e do comércio locais, entre outros, também deverão aderir. A concentração do movimento será às 8h, na sede da APLB/Sindicato. De lá os manifestantes sairão em caminhada pelo Centro da cidade até o Banco do Brasil local.

Outras categorias

No Estado de Pernambuco, outras categorias também vão fazer coro contra as reformas de Temer, desde os policiais civis, rodoviários até os servidores  da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

Confiram as vagas disponíveis nesta terça-feira na Agência do Trabalho

A Agência do Trabalho em Petrolina divulgou sua lista de empregos disponíveis na cidade para esta terça-feira (24). Há vagas disponíveis, entre outras, para farmacêutico em Análises Clínicas, secretária (o) executiva (o), trabalhador da cultura da uva (para pessoas com deficiência) e técnico de laboratório/Análises Clínicas (coleta de sangue).

O atendimento ao público é feito das 7h às 13h. A Agência do Trabalho fica localizada no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, na área central da cidade. Vale lembrar que a lista está sujeita a alterações no decorrer do dia. Outras informações podem ser obtidas através do número (87) 3866-6540. A lista completa pode ser conferida no seguinte link: Vagas25042017.

Terreno localizado no Jardim Maravilha vem tirando sossego de moradores

Um terreno localizado por trás da UPAE, no Bairro Jardim Maravilha (zona oeste de Petrolina), vem tirando o sossego de quem circula por aquele trecho. Como existe um grande matagal naquela área, os transeuntes não escondem a preocupação com os riscos de andar por ali. (mais…)

Colégio da Polícia Militar promove 4º Simpósio das Profissões em Petrolina

Estudantes de Petrolina participarão do 4º Simpósio de Profissões do Colégio da Polícia Militar (CPM). O evento será realizado nesta quarta-feira, 26, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h30 no auditório da Faculdade de Ciências Sociais e Aplicadas de Petrolina (Facape).

O objetivo é auxiliar os jovens – em especial os do 3º ano do ensino médio – na escolha de sua futura profissão, proporcionando-lhes momentos de reflexão, autoconhecimento e acesso aos profissionais de cada área, assim como seus equipamentos de trabalho.

Síndico do Residencial Monsenhor Bernardino cobra autoridades de Petrolina sobre esgotos estourados

A incômoda rotina de esgotos estourados no Residencial Monsenhor Bernardino levou o síndico do local, Vandecarlos Xavier dos Santos, a cobrar veementente responsabilidade das autoridades públicas de Petrolina.

E ele deixa a seguinte pergunta: “quem é o responsável?”. Confiram:

Carlos Britto, venho através desse e-mail relatar o abandono que nós, do Monsenhor Bernardino, passamos em relação à questão de esgoto estourado. Na verdade, os órgãos competentes não têm nenhuma vontade de resolver isso aqui.

São esgotos estourados em quase todas as ruas. A Compesa quase nem aparece aqui. É verdade que ainda não estamos pagando a taxa de esgoto. A prefeitura também não está nem aí, e a empresa que fez o saneamento diz que não é de responsabilidade dela. Então eis a questão:

Quem será o responsável por esse saneamento?

Espero que as autoridades responsáveis olhem mais por essa comunidade, que está passando por dificuldades em questão de saneamento. Desde de já agradeço.

Vandecarlos Xavier dos Santos/Síndico – Residencial Monsenhor Bernardino

Lucas Ramos e os caminhos que terá para 2018

O deputado estadual Lucas Ramos vive um momento novo. Ser candidato à reeleição como deputado estadual ou se aventurar em um voo maior e disputar um mandato como deputado federal. Lucas tem alguns pontos a ponderar. Foi eleito participando do grupo do senador Fernando Bezerra Coelho, com quem rompeu e disputava “em casa” votos com Miguel Coelho.

Miguel agora é prefeito de Petrolina e não vai estar no jogo. Lucas pensa em apostar no seu carisma e tentar ganhar aí algumas adesões de quem não votaria no candidato do prefeito.

Por outro lado ele imagina que pode ser a bola da vez em uma eleição para federal, que não contará com Adalberto Cavalcanti (PTB), o qual deve disputar um mandato na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Para federal disputaria votos com Fernando Filho e Guilherme em uma esfera diferente.

O complicador, neste caso, seria se entender com Gonzaga Patriota, com quem mantém uma parceria respeitosa. Um outro ponto que Lucas precisa avaliar com cuidado é que apoio terá do seu partido, o PSB. Do que sem notícia, ele não conta com a boa vontade da turma do governador Paulo Câmara para ajudá-lo a fazer um mandato com mais colaboração. Quem é da política sabe que nem sempre a eleição para um cargo maior é a mais difícil.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br