Dentro da programação do ‘Maio Amarelo’, Petrolina sediará seminário sobre desafios da mobilidade urbana

Dentro da programação da Campanha ‘Maio Amarelo’, Petrolina deverá sediar um seminário sobre os desafios da mobilidade urbana. A iniciativa é da Central Única de Bairros (Cubape).

Temas como duplicação de avenidas, construção de viadutos urbanos, licitação de novas empresas de ônibus e abertura de novas vias duplicadas, como a Perimetral, Avenidas Sete de Setembro e Cardoso de Sá e a construção do Anel Viário serão colocados em pauta.

“Sabemos que o maior gargalo de toda gestão municipal é a mobilidade urbana. Hoje em Petrolina temos mais de 130 mil veículos e as avenidas continuam do mesmo jeito há mais de 10 anos. É preciso ouvir a cidade, planejando a mesma para os próximos 20 ou 30 anos. Lembrando que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) nos assegura um trânsito seguro”, ressalta o presidente da Cubape, Pedro Caldas.

Problemas de mobilidade urbana em Juazeiro serão um dos desafios de Paulo Bomfim

calcada-juazeiro

Pelo visto o prefeito eleito de Juazeiro (BA), Paulo Bomfim, terá na mobilidade urbana um dos principais desafios de sua futura gestão. E já começa bem pertinho dele. (mais…)

Plano de Mobilidade Urbana de Petrolina é apresentado à população em audiência pública na Casa Plínio Amorim

O Plano de Mobilidade Urbana (PlanMob) foi apresentado à comunidade na manhã de hoje (14), durante audiência pública realizada na Casa Plínio Amorim. O plano é fruto de quase um ano de consultas públicas, reuniões e questionários.

A audiência contou com a participação do advogado Alexandre Torres, presidente da Subseccão/Petrolina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), dezenas de presidentes de associações de bairros, representantes dos sindicatos dos taxistas, mototaxistas, transporte complementar, fretamento, empresários das empresas de ônibus, vereadores e presidente de associações dos bairros.

Segundo o presidente da Autarquia Municipal de Mobilidade De Petrolina (AMMPLA), Paulo Valgueiro, “um dos principais benefícios do Plano é a ‘caminhabilidade’, proposta que visa dar condições para que as pessoas, inclusive às com dificuldade de locomoção, possam transitar pelas calçadas da cidade. Hoje elas não dão essas condições. Além disso, temos a intenção de dotar nossa cidade de uma rede interligada de ciclovias. A proposta é que em 5 anos tenhamos 92 km de ciclovias em Petrolina“, cita Valgueiro.

A criação do Plano de Mobilidade Urbana de Petrolina segue uma lei federal que determina que as cidades com mais de 20 mil habitantes precisam ter um plano.

Edital de licitação

A vereadora Cristina Costa (PT), uma das autoras da solicitação da audiência, ressaltou que o projeto de lei que está na Casa Plínio Amorim, deve entrar em pauta esta semana, pois nos próximos dias será lançado o edital de licitação do transporte público da cidade.

O edital deve ser lançado pelo Executivo a partir do dia 20. A nova licitação é para as empresas de ônibus de todo o país e a Câmara vai apreciar o projeto de mobilidade para que possamos concretizar um novo momento para o sistema de transporte público de Petrolina“, declarou a vereadora. O plano prevê ações para curto, médio e longo prazos, num planejamento que considera os próximos 30 anos. (foto/Marco Aurélio)

Chamando atenção para mobilidade urbana e solidariedade, evento esportivo mobilizará em dezembro Petrolina e Juazeiro

evento cari

Um grande evento esportivo marcado para os dias 5 e 6 de dezembro promete mobilizar Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), as duas maiores cidades do Vale do São Francisco: a Corrida da Integração Aventura Urbana.

A proposta, segundo os organizadores, é fazer uma reflexão acerca da educação no trânsito, fechando o ciclo do Circuito de Aventura Rio da Integração (CARI) em 2015.

Envolvendo esporte, responsabilidade social e solidariedade, o evento terá duas provas: a corrida de rua, para novatos, com percurso de 5 km; e a corrida de aventura, com um percurso aproximado de 50 km. Esta será dividida nas modalidades trekking, bike, canoagem e orientação e terá as categorias Dupla, Quarteto e Família Adventure, na qual os participantes devem ter algum grau comprovado de parentesco.

Serão premiados com troféus os três primeiros colocados nas categorias masculino e feminino da corrida de rua. Na competição de aventura, os quartetos mistos e duplas terão premiação até a 5ª colocação. A Família Adventure, por sua vez, terá condecoração dos três primeiros grupos que completarem a prova.

As inscrições podem ser feitas até o dia 25/11 no site http://integracaoaventuraurbana.com/ ou na sede da João Bike – localizada na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, nº 585. Os valores de participação são R$ 90 (para 50 km) e R$ 45 (para os 5 km). A idade mínima para participação na Corrida de Rua Integração Aventura Urbana é de 16 anos completos, porém os menores de 18 devem entregar à organização uma autorização dos pais com firma autenticada.

Seminário

Para completar o processo de inscrição no evento, é preciso doar de pelo menos um brinquedo, novo ou usado (em bom estado), que será entregue no Natal a crianças em situação de vulnerabilidade social na região. A doação será recebida na entrega dos kits, marcada para 5 de dezembro, no Sest/Senat de Petrolina.

No mesmo local, será realizado ainda um seminário sobre mobilidade urbana pela Empresa Petrolinense de Trânsito e Transporte Coletivo – o primeiro PC (Ponto de Controle) da corrida de aventura. As largadas, para ambas as provas, será o domingo (06), às 8h, em local a ser divulgado. A Corrida da Integração Aventura Urbana tem apoio de vários parceiros, entre empresas e órgãos públicos. (foto: Arquivo pessoal CARI)

Bairros de Petrolina serão beneficiados com obras de pavimentação

avenida são francisco pavimentaçãoVárias bairros de Petrolina devem receber em breve obras de pavimentação, realizadas pela prefeitura com recursos próprios e também do Programa de Aceleração do Crescimento II (PAC Mobilidade) – do governo federal –  e do Fundo Estadual ao Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM).

Serão beneficiadas as comunidades dos bairros Vila Eulália, Pedra Linda, Santa Luzia, Terras do Sul, São Joaquim, Mandacaru, Padre Cícero, Jardim Guanabara, Jardim Petrópolis (entre outros).

Conforme a assessoria da prefeitura, a ordem das comunidades atendidas será definida por sorteio. Além dos bairros, ruas do centro da cidade também vão ser beneficiadas.

Era necessário se pensar em uma forma isenta de escolha dos bairros. Por isso, o sorteio vai garantir a idoneidade do processo”, explicou o secretário de Mobilidade Urbana, Ricardo Rocha, ressaltando que está garantido o atendimento de todos as comunidades que já tenham saneamento e serviço de drenagem feitos.

Vídeo Blog: Gestora do Setranvasf explica problemas do sistema de transporte coletivo

Mobilidade urbana é tema do ‘Manhã no Vale’ desta terça-feira

DSC_0169_FotorDiante de tantas discussões acerca do trânsito de Petrolina, o programa ‘Manhã no Vale’ desta terça-feira (11) não poderia vir em momento mais oportuno. Amanhã Carlos Britto receberá nos estúdios da Rádio Jornal autoridades que irão discorrer sobre o tema que levanta tantas polêmicas: mobilidade urbana.

Estão confirmadas as presenças do inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Guilherme; a gestora da Setransvasf, Josiclea Rodrigues; o diretor de mobilidade da EPTTC, Sílvio Camelo; e o presidente da Central Única de Bairros de Petrolina (Cubape), Pedro Caldas. O programa acontece das 9h às 11h.

Malha Viária de Juazeiro entra na pauta da Assembleia Legislativa da Bahia

O deputado estadual Sidelvan Nóbrega (PRB-BA), sugeriu ao Poder Executivo, por meio de indicação apresentada junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), a implantação da recuperação da malha viária do município de Juazeiro.

O deputado acredita que o projeto viabilizará a mobilidade urbana e interurbana do município, que sofre com a falta de pavimentação asfáltica em boa parte de seus logradouros.

“Quando planejada, a urbanização apresenta significativos benefícios para os habitantes, sendo importante o alinhamento das ações e medidas em favor do planejamento do crescimento urbano com o desenvolvimento socioeconômico”, disse o parlamentar ao justificar a medida. (Assessoria de Imprensa / Deputado estadual Sidelvan Nóbrega-PRB/BA).

Isaac discute mobilidade urbana com entidades sociais de Juazeiro

Juazeiro- reuniãoO prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, reuniu-se na última quinta-feira (5) com a Comissão de Mobilidade Urbana da cidade – formada por militantes da União da Juventude Socialista (UJS), presidentes de associações de bairros, lideranças comunitárias e sindicais – para discutir a questão do transporte público no município.

Representando a sociedade civil, a comissão apresentou ao prefeito a proposta do Bilhete Único para os usuários dos ônibus que trafegam nas linhas urbanas, além da criação do Fundo Municipal de Mobilidade Urbana e do Sistema Municipal de Transporte Público. Para o presidente da UJS, José Manoel dos Santos, o ‘Zezinho’, a iniciativa é embasada no clamor popular por um transporte público de qualidade.

“Essa é uma proposta que visa a tornar o sistema autofinanciado e viabilizado, trazendo toda a sociedade para se inserir nesse processo e assim efetivamente melhorarmos a qualidade desse essencial serviço”, destacou.

A comissão apresentou um levantamento o qual aponta apenas 6% dos juazeirenses utilizando o chamado transporte coletivo, em virtude do alto custo e da precariedade dos ônibus. “Com a criação do Fundo aumentaremos o número de usuários porque o sistema será ampliado e melhorado sob a administração do poder público, que receberá o valor do bilhete e fará a remuneração por quilômetro rodado à empresa”, explicou o gerente de Juventude, Stallone Araújo.

Isaac relatou que o objetivo do governo é transformar a proposta do projeto em ação. “Após uma ampla discussão do poder público com a sociedade civil organizada transformaremos o projeto em Lei e o encaminharemos à Câmara para aprovação”, concluiu. As informações são PMJ. (Foto/divulgação)

 

Movimento ‘O Vale Acordou’ planeja mobilização no Feriado da Independência

manifestantes Vale AcordouApós ocuparem o prédio da Prefeitura de Petrolina, em julho último, para pressionar por melhorias no transporte coletivo, integrantes do Movimento ‘O Vale Acordou’ se mobilizam para mais um ato público. O grupo pretende novamente levar seu clamor às ruas neste sábado (7), feriado da Independência do Brasil.

Segundo informações repassadas ao Blog, os integrantes deverão se reunir no início da noite de hoje (3), em Petrolina, provavelmente na Câmara de Vereadores (ocupada, desde a semana passada, por representantes do Movimento ‘Petrolina Resistente’).

O foco do protesto do dia 7 deve ser, mais uma vez, a mobilidade urbana. Porém, durante a reunião, é possível que outros itens sejam incluídos na pauta. Também no encontro o grupo discutirá a possibilidade de realizar a manifestação em Petrolina e Juazeiro. Mas, em princípio, o ‘Vale Acordou’ pretende sair apenas na cidade baiana.

Cidade apontada por Lóssio como “modelo” perde até para Petrolina em relação a mobilidade urbana

revista examePetrolina aparece na 97ª posição entre as cidades mais mal avaliadas do País em relação ao item ‘Mobilidade Urbana’.

A notícia faz parte da mais recente edição da Revista Exame, publicada esta semana.

Um detalhe que chama atenção é o fato da cidade de Juazeiro do Norte (CE), que implantou o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), também constar na lista. E mais: aparece atrás de Petrolina, na 100ª posição.

Como se sabe, o prefeito Júlio Lóssio (PMDB) tem usado a cidade cearense como modelo de mobilidade, por conta do VLT, para implantar o sistema em Petrolina.

Para representantes do Setranvasf, audiência pública esclareceu pontos importantes sobre transporte coletivo

SílvioJosiclea Rodrigues SetranvasfA audiência pública sobre mobilidade urbana, realizada na última terça-feira (6) na Casa Plínio Amorim, pode não trazer resultados a curto prazo, mas serviu para esclarecer muitos pontos acerca do transporte coletivo em Petrolina e Juazeiro. Esta é a avaliação feita pelos representantes do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf), Josicléa Rodrigues e Sílvio Camelo, que estiveram presentes no evento.

“Foi um momento importante. A conversa na mesa ajuda na compreensão das decisões que devemos tomar. A audiência pôde esclarecer alguns pontos que não estavam claros na cabeça dos presentes”, afirmou Josicléa.

Os dois analisaram o debate como produtivo, de alto nível por parte dos participantes. Para Sílvio Camelo, mesmo com alguns pronunciamentos mais exaltados, todos souberam expor claramente suas ideias. “A não ser uma ou outra manifestação mais ácida, típica do ambiente político, o encontro foi proveitoso. Achamos que os estudantes debateram em alto nível, dentro do respeito que têm mostrado e os demais presentes também colocaram suas expectativas e projetos de forma madura. Estou certo de que esse encontro nos ajudou a avançar um pouco mais”, avaliou.

Chicago no lugar da Califórnia

Luiz PlacênciaChamou atenção ontem (6), na audiência sobre o sistema de transporte coletivo de Petrolina, realizada na Casa Plínio amorim, a explanação do representante do IF Sertão-PE, Luiz Placência.

Segundo ele, já passou do tempo – e muito – a discussão sobre mobilidade urbana na cidade. Placência informou que esse tema foi levado a sério em Chicago (EUA) desde os anos 60 e 70.

Lembrando que Petrolina é conhecida como ‘Califórnia Sertaneja’, ele foi categórico: “Está na hora de deixar a Califórnia de lado e trazer a Chicago para cá”. Placência argumentou ainda que a implantação da mobilidade urbana só será exitosa com um trabalho em parceria, acima de cores partidárias.

Marcada por embates políticos, audiência pública sobre transporte coletivo em Petrolina cansa e traz poucas novidades

audiencia transporte coletivo3audiencia transporte coletivo4audiencia transporte coletivo5Discussões inflamadas – recheadas em certos momentos por conotações políticas – marcaram a audiência pública que abordou na manhã desta terça-feira (9) o sistema de transporte coletivo em Petrolina.

Por mais de cinco horas, as discussões trazidas a plenário trouxeram assuntos já conhecidos dos petrolinenses, a exemplo do sucateamento dos ônibus que circulam na área urbana da cidade.

A situação dos ex-funcionários das empresas Menina Morena e Vale do Sol, que ainda não receberam seus direitos trabalhistas, também foi mencionada pelo representante do Sindicato da categoria, Jaime Pessoa. Segundo ele, fica difícil alguma empresa do setor entrar em Petrolina diante do quadro que irá encontrar.

Único ponto de consenso entre os vereadores oposicionistas e governistas, a revisão da planilhas de custos das empresas de ônibus foi considerada crucial para um a tarifa ainda mais reduzida do setor. Atualmente o valor da passagem no perímetro urbano é de R$ 2,35, aprovado na semana passada pela Casa, por meio de um projeto enviado pelo prefeito Júlio Lóssio (PMDB).

Embates

Mas os embates durante a audiência foram muitos. Questões como a implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), uma das plataformas de campanha de Lóssio, mereceu críticas duras dos oposicionistas, bem como as mudanças no trânsito do Centro da cidade e a urgência de uma licitação para a chegada de uma nova empresa de ônibus.

Visivelmente aborrecido, o governista Dr. Pérsio Antunes (PMDB) acabou trazendo questões políticas para o debate, ao lembrar que o atual vice-prefeito Guilherme Coelho, na sua segunda gestão à frente da prefeitura (1997-2000) modernizou o setor na cidade, enquanto seus adversários que o sucederam “nada fizeram”.

O vereador também comprou briga com representantes do Movimento ‘O Vale Acordou’, insinuando que alguns integrantes querem apenas desgastar politicamente a imagem da administração.

A declaração gerou vaias a Dr. Pérsio, o que levou o presidente da Casa, Osório Siqueira (PSB), a intervir. “Não vou permitir que o foco dessa discussão seja mudado”, desabafou.

Retirada

Presente à audiência, o deputado estadual e ex-prefeito Odacy Amorim (PT), que lembrou ter enfrentado pressões de empresários na sua gestão (2007/08) por tentar impor melhorias ao setor, disse que o momento não era de misturar questões políticas ao debate. Ele contou com o reforço de sua colega de partido e de Assembleia, Isabel Cristina, a qual afirmou que a discussão sobre “quem fez mais ou fez menos” de nada acrescentaria aos petrolinenses.

Munido de um calhamaço de documentos em duas malas, o diretor-presidente da Armup (Agência Reguladora do Município de Petrolina), Geraldo Júnior, fez uma longa explanação sobre mobilidade urbana – inclusive abordando a implantação VLT.

Mas o clima voltou a esquentar durante discurso do diretor-presidente da EPTTC, Daniel Ferreira. Ao comentar assuntos polêmicos de sua pasta, como as mudanças no tráfego da cidade, o líder de oposição Ronaldo Cancão (PSL) tentou lhe fazer um questionamento, mas foi impedido pelo presidente em exercício, Ibamar Fernandes (PRTB).

Revoltado, o líder da bancada decidiu abandonar a audiência, sendo seguido pelos colegas Adalberto Filho ‘Betão’ (PSL) e Manoel da Acosap (PHS). Representando Eduardo Campos (PSB), o secretário de Articulação Regional e Social, Aluísio Lessa, deve entregar ao governador um relatório do evento, que só foi encerrado na Casa por volta das 16h.

Redução de ISS para transporte coletivo e criação de Fundo de Mobilidade em Petrolina serão analisados segunda-feira, confirma Osório

osorio siqueira_600x450A sessão extraordinária convocada pelo vereador e presidente da Casa Plínio Amorim, Osório Siqueira (PSB), que deveria acontecer ontem (25), foi confirmada para a próxima segunda-feira (29), a partir das 15h.

Os vereadores vão analisar, na ocasião, o projeto de lei 023/2013, de autoria do prefeito Júlio Lóssio (PMDB), o qual altera dispositivos da Lei Municipal 1.117/2001 – referente ao Código Tributário de Petrolina. Uma das propostas de Lóssio diz respeito à isenção do ISS (Imposto Sobre Serviço) para empresas do transporte coletivo que atuam na cidade, que permitirá uma redução no valor da passagem de ônibus na zona urbana para R$ 2,35.

O novo preço já entrará em vigor, caso o projeto seja aprovado, a partir do dia 1° de agosto. Pelo projeto, o prefeito ressalta também que a isenção do ISS vai vigorar até o dia 31 de dezembro de 2014.

Ele diz ainda que o benefício fiscal não comprometerá a arrecadação do município devido a “várias ações fiscais que alavancaram a arrecadação de dívida ativa, do IPTU e do ISS, e das ações em andamento que apontam na direção da superação de metas orçamentárias em relação às receitas de arrecadação própria, estando desta forma, em consonância com o artigo 14 da Lei Complementar nº 101/2001”.

Outro ponto do projeto é a criação do Fundo Municipal de Mobilidade Urbana, destinado à renovação da frota do sistema de transporte coletivo na cidade. Para isso cada empresa do setor vai destinar 1% do seu faturamento para o fundo, que será fiscalizado pelo Conselho Municipal de Transporte e pela sociedade civil. Esses valores serão arrecadados pelo Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo do Vale do São Francisco (Setranvasf). A sessão de segunda-feira não acarretará ônus para o Legislativo, segundo informou Osório.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br