Grupo de jovens católicos de Petrolina promove campanha oposta ao jogo da Baleia Azul

A comunidade de jovens católicos que formam o grupo Filhos da Misericórdia Jovem Missão Vale do São Francisco (FMJ), ligado à igreja católica em Petrolina, criaram e colocaram em prática os 50 desafios que contrapõem o jogo virtual ‘Baleia Azul’ que tem levado adolescentes a cumprirem tarefas que vão desde a auto mutilação até o suicídio.

“Diante desse jogo assustador e que tem o propósito de destruir a vida dos participantes, essa campanha surgiu em nosso grupo a partir dessa preocupação com a proporção que a tal ‘brincadeira’ tem tomado. E sentimos a necessidade de gerar um panfleto que será distribuído pelos próprios jovens em  locais onde possam atingir tantos outros jovens e família em geral”, disse Adriana Fernandes, da coordenação do grupo.

O grupo frisa que “inspirados no Espírito Santo“, decidiu arregaçar as mangas contra o jogo, em prol da vida. “Vida esta que não nos pertence, e sim ao Senhor nosso Deus e criador. Por isso convidamos toda a sociedade do Vale do São Francisco a se juntar nesta luta contra o mal. Não podemos permitir que mais vidas sejam destruídas. Devemos sim, todos os dias,  afirmar e reafirmar que Deus é o Senhor da vida e que nós pertencemos a Ele. O mal nunca vencerá o bem e precisamos estar sempre unidos para combatê-lo, independente de cor, classe social ou religião, nos tornemos um só na luta pela amor à vida”, finaliza a coordenação.

Adolescente desaparece em Juazeiro e família suspeita de jogo da ‘Baleia Azul’

A adolescente Ana Vitória Sena de Oliveira, de 15 anos, desapareceu por volta do meio-dia de segunda-feira (17). Ela é de Juazeiro da Bahia, e a família suspeita que o sumiço tenha relação com o jogo da ‘Baleia Azul’. A irmã da garota, Maria Daniela Sena, de 16, conta que a última vez que viu a adolescente foi quando saiu para pegar um ônibus no residencial onde a família mora.

Os parentes perceberam o desaparecimento e encontraram uma carta de despedida.

“Ela deixou uma carta, pedindo desculpas e disse que iria pular da ponte que liga Juazeiro a Petrolina. Nós mexemos no celular dela e achamos no WhatsApp as mensagens do jogo da Baleia Azul”, disse a irmã ao G1-BA.

Ana morava junto com a irmã Maria, um irmão e a mãe, no Residencial Itaberaba 2. Maria Daniela diz ainda que a irmã não costumava sair de casa sem dar notícias.

A mãe da adolescente está em estado de choque. O caso ainda não foi registrado na Polícia Civil. A família diz ter procurado o posto policial do bairro para registrar o desaparecimento.

Jogo

O jogo da Baleia Azul, que propõe 50 desafios aos adolescentes e sugere o suicídio como última etapa, preocupa pais, alunos e professores no Brasil. Há pelo menos dois casos de morte sob investigação policial, em Mato Grosso e na Paraíba, além de uma tentativa de suicídio, no Rio de Janeiro, que supostamente podem ter relação com o jogo. (Com informações do G1BA)

Salgueiro enfrenta Santa Cruz de novo neste domingo e quer se consolidar como melhor time do Pernambucano 2017

 

Após a vitória de quinta-feira, 2, por 2 x 1 em pleno Estádio do Arruda, tirando a invencibilidade do ano do Santa Cruz, o Salgueiro volta a enfrentar os tricolores neste domingo, 5, às 16h só que em casa, no Estádio Cornélio de Barros, em Salgueiro, sertão Central. O ‘Carcará do Sertão’ jogará para se consolidar como o melhor time do Campeonato Pernambucano de 2017.

O time anda sobrando na competição. É líder absoluto com 13 pontos. Pela performance na competição não só esse ano, mas que já vem de outras disputas, a equipe sertaneja já provou que os times da capital não metem mais medo já há muito tempo.

No caso do Santa Cruz, o reinador Vinícius Eutrópio tinha sinalizado a utilização de reservas no reencontro entre as equipes, caso tivesse ganho do Salgueiro na quinta, mas a derrota acabou frustrando os planos da comissão técnica tricolor. O clube confirmou que entrará com força máxima no reencontro com o adversário, no Cornélio de Barros. A situação do time da cobra coral é delicada. Está na quarta colocação e até se empatar, pode perder essa colocação no campeonato.

Juazeirense reforça elenco para estreia na Série D do Brasileirão neste domingo

O técnico da Desportiva Juazeirense, Barbosinha, conta com mais seis atletas disponíveis para a disputa da Série D, que começa neste domingo (12). O ‘Cancão de Fogo’ vai estrear na competição nacional diante do Icasa (CE), no Adauto Moraes, em Juazeiro. O atacante Toni Galego, contratado após o final do Baianão, se apresentou ontem ao treinador. Com ele chegaram também o zagueiro Alexandro Lopes, 32 anos, que atuou pela Juazeirense na Copa Governador do Estado em 2015, o atacante Gleidson, 19, oriundo das divisões de base do Bahia, e Caíque, lateral esquerdo, 22, que veio do Jacobina.

Barbosinha também promoveu dois jogadores do time júnior: Ítalo, lateral-direito, e Leandro, volante, foram integrados ao profissional. Agora, o treinador conta com 21 jogadores à sua disposição. Para a comissão, chegou o auxiliar-técnico Michel Pinheiro.

A Juazeirense está no Grupo A5 da Série D, ao lado do Icasa (CE), Altos (PI) e Maranhão (MA). Na primeira fase, as equipes se enfrentam em sistema de ida e volta dentro do próprio grupo. O primeiro colocado avança diretamente à segunda fase. Já os 15 melhores segundos colocados, em um total de 17 grupos, também seguem na competição. (foto/reprodução site Juazeirense)

Confusão e balas de borracha marcam jogo pela Série D do Brasileirão em Serra Talhada

zé-raimundo-300x170 (1)A vitória do Serra Talhada por 1×0 sobre o Campinense, neste domingo (30), no estádio Pereirão, em Serra Talhada, no Sertão do Pajeú, acabou provocando uma confusão generalizada nas arquibancadas. No final da partida, realizada pela Série D do Campeonato Brasileiro, houve uma confusão entre as torcidas organizadas e a Polícia Militar precisou intervir, disparando tiros de balas de borracha e bombas de efeito moral.

Durante o embate, o presidente do Serra Talhada, José Raimundo Filho – que também é vereador e secretário de Esportes – tentava acalmar os ânimos dos torcedores, mas acabou sendo agredido por dois torcedores. De acordo com a Polícia Militar, três torcedores do Campinense foram levados para Delegacia de Polícia, onde serão punidos de acordo com o Estatuto do Torcedor. O presidente José Raimundo Filho foi encaminhado para o Hospam, onde realizou exame de corpo de delito. (fonte: O Farol de Notícias)

Artigo do leitor: Polícia para quem precisa

PM santa e sport_274x184Neste artigo enviado ao Blog, o leitor Marcos Brasil critica a forma abusiva como a Polícia Militar de Pernambuco agiu antes do jogo entre Sport e Santa Cruz, semana passada, pelo Campeonato Pernambucano. E deixa seu recado: polícia é para combater marginal, e não destratar os cidadãos, como foi visto.

Confiram:

No jogo Santa Cruz x Sport no domingo de Páscoa, assistimos aterrorizados e atônitos à barbárie praticada por um grupo de trogloditas truculentos, que infelizmente fazem parte da Polícia Militar de Pernambuco. O que a tv mostrou daria muito bem pra ser comparado a cenas de soldados nazistas durante a segunda guerra, conduzindo cidadãos judeus aos famosos campos de concentração.

Tirando o fato de que não vimos nenhum soldado fazendo a famosa saudação hitlerista, de resto vimos de tudo que agride a dignidade da pessoa humana e os princípios fundamentais dos direitos humanos; vimos aqueles feitores da besta, e “pseudo protetores da sociedade” dar tiros de bala de borracha à queima roupa em pessoas inocentes e ordeiras, que o único crime que tinham cometido foi estar em uma fila mal organizada que se dirigia para uma entrada do estádio, que insistia em não ser aberta.

Enquanto isso o show de tortura continuava. Um daqueles algozes de farda deu uma tapa na cara de um inocente que se atreveu a tentar comprar uma garrafa de agua para saciar sua sede. Detalhe: pelas costas, pois é assim o modo operandis de qualquer covarde, use farda ou não.

Ao arrepio das leis,  complacência e  corporativismo de seus superiores, aliada à quase certeza da impunidade, fornecia-se o combustível que movia o barbarismo bestial daqueles ogros de farda, que fazia com que aqueles atos de violência desproporcional e injustificada perdurassem durante horas, pois o que deveria ser uma fila foi transformado por aqueles feitores militarescos em corredor polonês da agonia, praticamente um curral de matadouro, onde o ser humano toma o lugar do gado que aguarda, incauto, sua hora de ser abatido. E tudo isso pra que? Eu lhes pergunto, para enxovalhar mais ainda o bom nome dessa instituição centenária? Para colocar uma pecha definitiva de inimiga da sociedade na briosa Policia Militar de Pernambuco? tolos e patetas de botas!

O máximo que conseguiram foi o desprezo do lado bom da corporação, que já está cansada de ter que andar de cabeça baixa, e ter vergonha de dizer nas rodas de amigos que é um policial, graças a ações desastrosas dessas antas de casernas, que infelizmente se utilizam da farda e do poder que lhe é concedido pelo estado para tocar terror nos inocentes, fracos e oprimidos, sem sequer poupar idosos, mulheres e crianças da sua selvageria sem limites. Será q agiriam com tanta coragem, no confronto com bandidos de alta periculosidade?

Esse tipo de policial militar com certeza não! Enquanto isso, as torcidas organizadas, essas sim mereciam ser tratadas com todo aquele requinte, estão por ai, incólumes e livres para ir aos estádios a hora que quiserem. Já as pessoas ordeiras, as famílias que se comportam como verdadeiros torcedores, estão acuadas, de um lado pelo instinto assassino das organizadas, do outro pela fúria selvagem e psicopata de cães raivosos, que se intitulam policiais. Quem vai ao estádio levante o dedo!!!

Compartilhe essa crônica com todos os cidadãos que acham-se merecedores de respeito.

Marcos Brasil/Leitor

(foto: NE10/reprodução)

Juazeirense perde para o Bahia e larga em desvantagem nas semifinais do Baianão

juazeirense1O Juazeirense perdeu por 2 x 1 para o Bahia no primeiro jogo das semifinais do Campeonato Baiano 2015, na tarde deste domingo (5), no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro.

O Bahia abriu o placar aos 10 minutos. Souza lançou Maxi Biancucchi, que driblou o goleiro e mandou para a rede. O ‘Cancão de Fogo’ igualou aos 36. Juninho cobrou falta e, após a bola carimbar o travessão, Fabiano, livre, empatou. Na volta do intervalo, Kieza roubou a bola e partiu em direção à área para tocar na saída do goleiro.

A vitória deu vantagem ao Bahia para o jogo de volta, marcado para o domingo (19), na Arena Fonte Nova, em Salvador. O time pode até perder por um gol de diferença que, ainda assim, se classifica para a final da competição. Pior para o Juazeirense, que largou em desvantagem e ficou mais distante da final.

Outra semifinal

Quem passar de Bahia e Juazeirense enfrentará Vitória da Conquista ou Colo-Colo. Também ontem, os dois times se enfrentaram no primeiro jogo das semifinais e o placar foi melhor para o Conquista, que venceu o Colo-Colo por 3 x 0 – gols de Tatu, Carlinhos e Cacá. (foto: reprodução/TV São Francisco)

Juazeirense vence o Jacuipense e vai à semifinal do Baianão

juazeirenseO Juazeirense venceu o Jacuipense por 3 x 1 neste domingo (22), em Feira de Santana. Com o resultado, o ‘Cancão de Fogo’ avançou para a semifinal do Baianão.

O time de Riachão de Jacuípe saiu na frente, mas o Juazeirense reagiu e acabou virando o placar. Após um lance polêmico dentro da área de ataque, o time do Jacuipense passou a pressionar a arbitragem e a Polícia Militar teve que entrar em campo após o final da partida.

O ‘Cancão de Fogo’ agora enfrentará o Bahia nas semifinais, sendo o primeiro jogo no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, no dia 5 de abril.

Após a vitória, os jogadores e a comissão técnica do Juazeirense comemoraram e postaram o momento de descontração em sua página oficial no Facebook. Acompanhe o vídeo.

(foto: Agência A Tarde)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br