Médicos da rede municipal de Petrolina rejeitam contraproposta da prefeitura e aprovam indicativo de greve

Os médicos da rede municipal de saúde em Petrolina recusaram, por unanimidade, o prazo de 3 de julho para receber a contraproposta da Prefeitura de Petrolina e aprovaram indicativo de paralisação de advertência para o dia 13 de junho próximo. A decisão foi deliberada em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da categoria, realizada na última terça-feira (16).

A reunião, com participação expressiva de profissionais da rede ambulatorial e dos postos de Estratégia de Saúde da Família (ESF), foi comandada pelos diretores executivo e regional do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), respectivamente, Walber Steffano e José Alberto Vieira Rosa. Durante o encontro, foram repassadas as informações da negociação da Campanha Salarial junto às secretárias de Saúde, Magnilde Cavalcanti, e de Gestão Administrativa, Luiza Leão, ocorridas na tarde da segunda (15).

Os médicos aprovaram também a proposta de encaminhamento de um novo ofício às secretárias municipais (Saúde e Administração) informando sobre o indicativo de paralisação, que acontecerá na Praça do Bambuzinho, Centro de Petrolina, caso não haja uma reunião até o dia 12/06. O documento vai frisar que, ocorrendo o encontro entre o Simepe e gestão municipal, a categoria se reúne no dia 13, em nova AGE, no mesmo local para avaliar e deliberar os novos rumos do movimento.

Ainda na plenária, a categoria discutiu questões referentes às condições de trabalho e os impactos das reformas  Trabalhista e da Previdência, em tramitação no Congresso Nacional. “Ressaltamos que na AGE da terça-feira (16/05), os médicos de Petrolina demostraram participação, unidade e engajamento. Os médicos rejeitaram o prazo de 3 de julho por considerar como um tempo extremamente longo para as negociar, uma vez que estamos discutindo com a gestão, desde o início do ano, inclusive com os principais itens de reivindicações entregues aos gestores municipais em abril passado“, comentou Steffano. Segundo ele, foi apresentada uma proposta que inclui a valorização do trabalho médico e melhoramentos nas condições de trabalho e de assistência à população.

Defasagem

Para o diretor regional da entidade, José Alberto, a classe médica de Petrolina está em desvantagem quanto às condições salariais e de trabalho, em relação a outras cidades pernambucanas. “Estamos bastante defasados na assistência, nas condições de trabalho e nos salários dos profissionais de saúde, em relação às outras cidades de Pernambuco. Nosso objetivo é continuar discutindo com a gestão para avançarmos”, ponderou. As informações são do Simepe. Em contato com a assessoria de comunidade da Secretaria Municipal de Saúde, o Blog foi informado que a Pasta deve se pronunciar em breve sobre o assunto.

Servidores municipais de Juazeiro podem deflagrar estado de greve na próxima segunda-feira

Na próxima segunda-feira (27) acontecerá uma assembleia geral extraordinária dos servidores públicos municipais de Juazeiro (BA), a fim de discutir a campanha salarial, com possível deliberação de greve.

Estarão reunidos os sindicatos dos Servidores Públicos Municipais de Juazeiro (Sinserp), Sindicato dos Agentes de Saúde e Endemias (Sintase), Associação da Guarda Municipal de Juazeiro (AGMJ) e Associação dos Agentes de Trânsito (Assogestran).

A assembleia geral acontecerá  ao lado da Prefeitura, no centro da cidade, a partir das 8h.

Funcionários da Embrapa podem paralisar atividades nesta quarta

LOGO_EmbrapaFuncionários da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) podem paralisar as atividades nesta quarta-feira (10) em Petrolina.

A decisão pelo indicativo de greve foi deliberada e aprovada em assembleia geral da categoria, promovida no último dia 2 pela diretoria da Seção Sindical do Sinpaf da Embrapa Semiárido.

O motivo foi a contraproposta oferecida pelo órgão federal em relação às melhorias salariais da categoria, que sequer cobre a inflação do período.

Segundo informações repassadas ao Blog, as negociações coletivas devem ser retomadas, enquanto os funcionários ficarão reunidos no Clube dos Empregados da Embrapa (AESA), onde haverá nova assembleia para dar os encaminhamentos.

Lideranças do sindicato dizem que “esse é um momento ímpar, que marca a reabertura das negociações com a Empresa. Os empregados já estão em alerta máximo”.

De 42 unidades da Embrapa pelo país, 30 se manifestaram a favor da paralisação, oito contra e quatro ainda não informaram sua decisão.

Servidores da saúde em Juazeiro se reúnem em assembleia amanhã para indicativo de greve

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde em Juazeiro (Sintrab/Saúde) realiza nesta sexta-feira (6), às 9h, no Clube 15 de Novembro (antigo Clube dos Caçadores), Avenida Adolfo Viana, Assembleia para indicativo de greve.

Serão discutidos assuntos referentes à campanha salarial 2014/2015, além de propostas da gestão municipal referente ao pagamento do piso salarial dos ACS e ACE. Após a análise das propostas, a categoria irá decidir sobre os rumos a serem tomados.

Vale ressaltar que a categoria já havia realizado uma assembleia, na semana passada, onde decidiu negociar o reajuste de 20% linear para todos os servidores, exceto os Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combates às Endemias.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br