Parte de muro de escola estadual na Cohab Massangano cai e moradores relatam uso de drogas no local

Os moradores do entorno da Escola Estadual Professor Humberto Soares, no Bairro Cohab Massangano, zona oeste de Petrolina, reclamam do péssimo estado de conservação da unidade de ensino. Eles dizem que parte do muro da escola caiu há vários meses e o local estaria servindo para encontro de usuários de drogas e também como ponto de prostituição.

Vale frisar que este Blog já havia mostrado uma situação semelhante no ano de 2015, quando os moradores reclamavam da quantidade de mato no muro da mesma escola. Sobre a nova denúncia apresentada, a reportagem já entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação e aguarda um posicionamento. (foto/divulgação)

Matagal toma conta de escola na Cohab Massangano e população faz um alerta

Matagal escolaMatagal 2O mato que toma conta dos muros da Escola estadual Professor Humberto Soares, no bairro Cohab Massangano, na zona oeste de Petrolina, vem preocupando alunos, professores e a própria comunidade. Em e-mail enviado ao Blog, o leitor José Galdino chama a atenção da Gerência Regional de Ensino (GRE) e da própria prefeitura para o descaso na unidade escolar.

Segundo ele, o mato pode servir de esconderijo para bandidos e jovens já foram flagrados usando drogas nas proximidades do colégio. Dessa forma, o alerta também vai para a polícia.

“Quero alertar a diretora da escola e demais autoridades competentes que, além do desconforto em vermos o matagal tomar conta da escola e ainda de vias públicas, o mesmo está servindo para que vários jovens  utilizem esse espaço para o consumo de drogas ilícitas”, denunciou.

Para ele, a escola vive um abandono e sofre com o descaso do Poder Público. E o problema se estenderia a outros espaços do bairro. “Além da escola, é possível ver o mato nas ruas de acesso à unidade de ensino e também em diversos outros locais, como igrejas, posto de saúde, creches e na própria praça, que está abandonada”, criticou.

Jogos interclasses da Escola Professor Humberto Soares têm saldo positivo, segundo organização

[slider id=”jogos-escola-professor-humberto-soares”]

Os organizadores dos jogos interclasses da Escola Professor Humberto Soares, no bairro Cohab Massangano, zona oeste de Petrolina, ainda comemoram o resultado da competição, que aconteceu de 4 de novembro a 17 de dezembro.

As provas, que aconteceram nas modalidades Futsal e Cabo de guerra, contaram com a participação em peso dos alunos do ensino médio e fundamental da escola – e até dos professores.

No futsal masculino (12/14 anos), o campeão foi o 7º Ano B; no feminino, o 7º Ano A. A equipe dos professores (do 8º ao 2º Ano) foi a campeã masculina, enquanto o 1º Ano B levou o título no feminino.

Já no cabo de guerra, o 2º Ano A foi o melhor. Com o título de equipe que mais arrecadou alimentos, ficou o 8º Ano A. Como prêmio os integrantes tiveram direito a um passeio no Futshow, bairro Jardim São Paulo, com tudo pago. Os campeões e vices também foram beneficiados. Os alimentos arrecadados foram distribuídos entre instituições filantrópicas da cidade. O evento foi coordenado pelo idealizador do Futshow, professor Romilson Wladson.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br