Triste a cidade onde não se respeita uma faixa de pedestre

Alguma coisa acontece com os condutores em Petrolina. Eles simplesmente insistem em não respeitar a faixa de pedestre, sinalização que visa proteger o cidadão e evitar acidentes, alguns fatais, nas ruas e avenidas da cidade. Mesmo sabendo que é lei, que faz parte da segurança no trânsito, que se não respeitar pode tirar vidas, pode perder o direitos de dirigir, etc, motoristas petrolinenses em sua maioria, insistem nesse desrespeito.

Houve um tempo que Petrolina tinha um dos trânsitos mais seguro e educados do Brasil. O que será que aconteceu para passar a ser um risco a quem não está dentro dos veículos? Então vale uma sugestão para o diretor-presidente da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (Ammpla), Geraldo Miranda que vivenciou os bons tempos do trânsito dessa que é a maior cidade do sertão pernambucano: promover ações firmes e permanentes de educação e respeito à faixa de pedestre na cidade e outros temas que visem conscientizar quem dirige que gentileza e educação vale por todos os momentos de nossas vidas.

Ai vale campanhas educativas nas ruas, por meio da mídia, palestras, parceiras com comércio, empresas, escolas, e até se criar uma forma mais rígida de punição para quem permanecer e continuar sem respeitar essa que é a segurança maior dos cidadãos e cidadãs quando precisam atravessar de um lado para outro, uma avenida, uma rua movimentada de Petrolina, a tão necessária faixa de pedestre.

Os condutores petrolinenses precisam se conscientizar que eles conduzem uma ‘arma’ que se não transportada com segurança para eles e para quem está nas ruas, vira fatal.

Acidentes em trecho da Avenida Cardoso de Sá preocupam condutores

Um trecho da Avenida Cardoso de Sá, no Centro de Petrolina, vem se tornando um pesadelo para condutores de veículos. E não é para menos.

Os acidentes no local estão se tornando frequentes, a exemplo de mais um ocorrido na semana passada. Muitos motoristas acreditam que a implantação de um semáforo naquele trecho da avenida ajudaria a minimizar o problema.

Mas enquanto essa reivindicação não vira realidade, o alerta é para redobrar a atenção. Até porque ter cuidado no trânsito é dever de todo condutor.

CSTT alerta motoristas para semáforo desligado na Avenida Girassol, no bairro Argemiro, em Juazeiro

Motoristas que trafegam pela Avenida Girassol, no Bairro Argemiro, em Juazeiro (BA), devem ficar atentos ao atravessar o cruzamento com a Avenida Cristalina, que dá acesso ao Bairro Malhada da Areia. É que o semáforo  neste local teve um problema técnico e está desligado.

Conforme a assessoria da Prefeitura, a equipe técnica da Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) já informou à empresa responsável que já está providenciando a substituição do equipamento.

Mesmo iluminada, Estrada da Banana ainda requer atenção devido à presença de animais

cavalos-estrada-da-banana

A iluminação pública implantada ao longo da Estrada da Banana, em Petrolina, mimimizou os problemas de visibilidade, mas ainda não é garantia de segurança para os condutores que transitam no local. Isso porque vários animais são vistos na via, podendo causar acidentes a qualquer momento.

Neste flagrante enviado ao Blog, por exemplo, dois cavalos aparecem bem próximo à pista. Um perigo.

Motoristas abusam da velocidade em trecho duplicado da BR-407 em Juazeiro

trecho-duplicado-br-407-juazeiro

Um trecho já duplicado da BR-407, próximo ao Juá Garden Shopping, em Juazeiro (BA), está um ‘tapete’. Mas o que deveria ser apenas uma vantagem, também pode se transformar num perigo diante da imprudência de certos condutores, que passam pelo local em velocidade bem acima do permitido.

São quatro pistas até o Supermercado Atacadão, local em que a via ainda não foi duplicada. Nesse ponto, os condutores precisam diminuir a velocidade, ocupar apenas uma pista e seguir em fila sentido Centro.

A falta de respeito às leis de trânsito, no entanto, tem provocado vários acidentes no local. Segundo informações de pessoas que circulam pela área, os motoristas não param para ninguém atravessar a via. A pista tem apenas um redutor de velocidade – já próximo à rotatória do Mercado do Produtor. Não tem faixa de pedestres e é pouco iluminada à noite, o que preocupa ainda mais quem circula pela rodovia. Com a palavra, as autoridades.

Saiba como as notificações da Zona Azul em Juazeiro se transformam em multa de trânsito

notificacao-zona-azul-juazeiroO sistema de estacionamento rotativo Zona Azul implantado em Juazeiro (BA) na primeira quinzena de julho deste ano trouxe para os condutores maior mobilidade e rapidez quanto ao estacionamento na área central. Mas quem opta em estacionar e não pagar, acaba ficando vulnerável a fiscalização e notificações. A Companhia de Segurança, Trânsito e Transportes (CSTT) informou que as monitoras da Zona Azul não lavram multas. O serviço de fiscalização exercido por elas é quanto ao cumprimento das regras da Zona Azul, em conformidade com a Lei Municipal nº 2.254/2011 e o Decreto nº 436/16. Quando constatada uma ocorrência de descumprimento do regulamento da Zona Azul, a monitora faz o registro e emite o aviso de irregularidade, também conforme a legislação do estacionamento rotativo.

O aviso de irregularidade é lavrado utilizando equipamento com software homologado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) para esse fim. O registro contempla os requisitos exigidos no Artigo 280 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).  Após o preenchimento, o aviso de irregularidade é fixado no painel do carro ou da motocicleta e o condutor tem 10 minutos para efetuar a compra do bilhete de estacionamento. Caso o usuário adquira o bilhete de estacionamento dentro do tempo máximo, o aviso é anulado e arquivado.

Se o usuário não realizar a compra do bilhete de estacionamento dentro desse prazo, o condutor terá até um dia útil para regularizar com o pagamento da taxa de valor equivalente a 10 vezes o valor da tarifa básica do tipo de veículo registrado, sendo o valor da taxa de regularização de R$ 15,00 para carro e R$ 7,50 para motos. Caso o pagamento não seja realizado no prazo estipulado, o registro é referendado pela autoridade de trânsito através de software homologado pelo Denatran para esse fim, conforme a resolução nº 404/2012 do Código Nacional de Trânsito (Contran) e lavrado o Auto de Infração de Trânsito (AIT), em conformidade com a legislação de trânsito em vigor.

Recurso

Mesmo após o recebimento da multa, é garantido ao condutor apresentar o recurso através de requerimento, devendo o mesmo se dirigir à sede da CSTT, na Rua Oscar Ribeiro, Centro da cidade, dentro do prazo estipulado na notificação. “O sistema utilizado pela empresa SinalPark Juazeiro é devidamente homologado pelo Denatran e o seu funcionamento é basicamente parecido com o radar, pois o registro do aviso de irregularidade é feito no ato, não podendo sofrer qualquer alteração de data, horário, e todos os registros não regularizados são válidos pela autoridade de trânsito“, pontuou o diretor-presidente da CSTT, Vilmar Ferreira. (foto/divulgação)

Sinalização que rima com falta de orientação

transito-petrolina

Definitivamente a sinalização horizontal implantada pela Prefeitura de Petrolina está atabalhoando os condutores de veículos da cidade. E não é somente na rotatória do Monumento da Integração.

Muitos condutores ficam na dúvida ao se depararem com o aviso de ‘Pare’, escrito na pista. Eles simplesmente não sabem se param no trecho onde está o aviso, ou se seguem um pouco mais adiante.

Quando o semáforo está fechado, até ajuda. Mas tem muito motorista que fica na dúvida se para ou não quando o sinal está verde. A intenção da prefeitura em organizar o trânsito não deixa de ser louvável. Mas falta o principal: explicar o que se pretende.

Juazeiro: Imprudência continua provocando acidentes em avenida entre os bairros Piranga e João XXIII

acidente-avenida-da-estacao-piranga-juazeiroA imprudência de muitos motoristas continua provocando acidentes na Avenida da Estação, entre os bairros João XXIII e Piranga, em Juazeiro (BA). Mais um foi registrado nesta terça-feira (1º), quando um motociclista teria perdido o controle do veículo que pilotava e caído, indo parar debaixo de um ônibus.

A vítima, segundo informações, teria ficado com ferimentos, mas nada de grave. Outras pessoas não ficaram feridas.

Vale ressaltar que são comuns fatos semelhantes acontecerem no local, próximo ao semáforo que dá acesso à Avenida Giuseppe Muccini. Muitos condutores não respeitam às leis de trânsito e acabam avançando a faixa. Já houve também gente atropelada no mesmo local, bem como acidentes com mortes. (foto/reprodução WhatsApp)

Zona Azul: Campanha educativa não surte efeito e notificações e autuações continuam aumentando em Juazeiro

zona-azul-juazeiro-estacioanmento

Um relatório apresentado pela Companhia de Segurança, Trânsito e Transporte (CSTT) de Juzeiro (BA) mostra que os condutores de veículos continuam infringindo a lei quanto ao sistema de Zona Azul no Centro da cidade. Mesmo com mais de 30 dias de campanha educativa sobre as diversas modalidades de pagamento e aquisição do tíquete de estacionamento, que pode ocasionar até multas para quem não comprar o bilhete, os condutores parecem ignorar a iniciativa da CSTT.

Dados do sistema de Zona Azul registraram no mês de julho a emissão de 1.975 avisos de regularidade; em agosto, 4.230; em setembro, 3.527; e até o dia 25 de outubro, 1.698 das mais diversas notificações. A soma geral destes números chega a 11.430 notificações. Desse quantitativo, mais de 42% dos condutores buscam a regularização da situação com as monitoras. As punições mais registradas por elas são os tíquetes vencidos. Só nesta modalidade foram registrados em julho 1.723 avisos vencidos, em agosto 625 e em setembro, 567. Através dos números é notória a queda quanto à renovação do bilhete vencido.

Os condutores que verificarem nos paineis dos carros os avisos de regularidades, têm até 10 minutos para regularizar a situação e cancelar a notificação, mas se ultrapassarem esse tempo terão até 24 horas úteis para pagar o aviso, que corresponde a 10 vezes o valor de uma hora; para carro será R$ 15,00 e moto R$ 7,50. A não regularização acarretará em autuação de trânsito – dados da CSTT dão conta que já foram registradas pela autarquia 1.014 autuações, só pela zona azul.

Mobilidade

De acordo com a Companhia, o objetivo do sistema é trazer mobilidade e rotatividade no estacionamento na área central. Conforme a CSTT, antes um condutor levava em média 30 minutos para estacionar, hoje em menos de 5 minutos já é possível encontrar uma vaga. (foto/divulgação)

Parada de veículos próximo a hospital particular de Petrolina aborrece condutores

Avenida Tancredo Neves Vila Mocó

Na Avenida Tancredo Neves, Centro de Petrolina, um fato vem aborrecendo muitos condutores de veículos, principalmente os de grande porte. A parada de outros veículos por trás do Hospital Memorial , no acesso à caixa d’água da unidade médica, tem causado transtornos para quem transita pelo local.

O problema é mais crítico nos horários de pico (final da manhã e da tarde). A maior consequência, nesse período, são os engarrafamentos que se formam nesse trecho da avenida. O atual gestor da Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), Ryan Pedro, já está sendo cobrado para tentar resolver o problema.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br