Ações de destruição do Rio São Francisco são denunciadas durante caravana em Juazeiro

Ações e projetos que provocam a destruição da biodiversidade ainda existente na bacia do Rio São Francisco estão sendo levantadas por mais de 50 organizações sociais, públicas e da sociedade civil, incluindo ONGs, movimentos sociais, universidades, centros de pesquisas – entre outras, que participam da Caravana Agroecológica do Semiárido Baiano, evento que teve início na segunda-feira (26) e vai até esta sexta-feira (30) em Juazeiro (BA).

A caravana é realizada como um importante aporte e logística da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), da Promotoria Pública do Meio Ambiente da Bahia e da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco). Ela ocorre em duas rotas: uma pela região do Rio Salitre e outra pelo entorno do Lago de Sobradinho.

Nos primeiro momento, os agentes ambientais e representantes de ONGs e movimentos sociais traçaram um panorama do quanto os empreendimentos econômicos como mineradoras, parques de energia eólica e barragens, além do descaso do poder público, contribuem para a destruição do São Francisco e seus afluentes.

Rubem Siqueira, da Comissão Pastoral da Terra (CPT), e Celito Kerstering, professor da Univasf, contaram o quanto as populações de pescadores, fundos de pastos, quilombolas e indígenas, por exemplo, vêm sendo massacradas com esses projetos que destroem a caatinga, os solos, as águas e outros recursos naturais ao longo do rio. Eles ainda destacaram os males trazidos pela construção da Barragem de Sobradinho que expulsou mais 72 mil pessoas de suas terras nos anos 70.

Resistência

Vale registrar que a caravana, em suas duas rotas, além de denunciar a morte do rio e do povo, destaca a resistências das comunidades a esses projetos, suas experiências de produção sustentável com base nos princípios da Agroecologia e a convivência com o semiárido, que muito ajudam na sobrevivência dessas comunidades. (foto/divulgação)

Serra Talhada: Governo do Estado leva ações do ‘Maio Amarelo’

Serra Talhada e outros nove municípios do Sertão do Pajeú que compõem a 11ª Gerência Regional de Saúde (Geres) – unidade administrativa da Secretaria Estadual de Saúde (SES) – terão programação voltada para a Campanha ‘Maio Amarelo’, cujo objetivo é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de acidentes no trânsito.

Durante todo o mês, serão realizados bloqueios de fiscalização itinerante da Operação Lei Seca em parceria com o Comitê Regional de Prevenção aos Acidentes de Motos (CRPAM) de Serra Talhada, além de ações educativas em escolas. O Dia D será realizado em 27 de maio, na Praça Sérgio Magalhães, onde haverá palestras, estandes, ônibus com vídeos educativos, exposição fotográfica e documentário com depoimento de pessoas vítimas de acidentes.

Em 2016, 82% dos acidentados nas dez cidades que compõem a 11ª Geres estavam envolvidos em colisões com moto. No total, foram atendidas 1.885 vítimas de acidentes de transporte terrestre, sendo 1.551 envolvendo motociclistas. De janeiro a março de 2017, foram 482 vítimas. Destes, 389 acidentados com motos.

Os municípios integrantes da Regional são Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo. O Maio Amarelo foi criado pelo Observatório Nacional de Segurança Viária, depois de determinação da Assembleia-Geral das Nações Unidas (ONU), que definiu o período 2011 a 2020 como a Década de Ações para a Segurança no Trânsito. (foto/divulgação)

Mobilidade do Dom Avelar na pauta do vereador Edilsão do Trânsito

Os problemas de mobilidade no bairro Dom Avelar, zona norte de Petrolina, são motivos de queixas da população e o vereador Edilsão do Trânsito (PRTB) visitou algumas ruas para conhecer a situação e fortalecer as reivindicações da comunidade.

Edilsão visitou as Ruas do Pensamento, da Ordem e da Felicidade. Durante a vistoria o vereador ouviu os pedidos dos moradores e levou as demandas à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade.

“Na Rua da Ordem e Rua do Pensamento a principal cobrança dos moradores é a recuperação da pavimentação que praticamente nem existe mais e na Rua da Felicidade é preciso que seja feito desde o cascalhamento até a pavimentação” destacou.

Outro bairro com problemas na infraestrutura é o Parque Massangano. No último dia 09 a Associação de Moradores realizou uma reunião com alguns vereadores de Petrolina e após ouvir as cobranças, Edilsão se prontificou a cobrar a inserção de uma linha de ônibus no bairro, assim como a limpeza.

Em resposta a Autarquia Municipal de Mobilidade de Petrolina (AMMPLA), ele informou que a linha de ônibus exclusivamente para o bairro somente será implantada após serem executadas as obras de saneamento e pavimentação do Parque Massangano.

Quanto a limpeza, o vereador esteve no local esta semana para acompanhar a execução do serviço e agradeceu ao Poder Executivo pelo compromisso com os pedidos apresentados. (Foto: Ascom)

Comunidade do João de Deus participa de ações promovidas por Fórum de Segurança Pública e Cidadania

Um final de semana de atividades intensas promovidas pelo Fórum Municipal de Segurança Pública e Cidadania mobilizou a comunidade do Bairro João de Deus, zona oeste de Petrolina. (mais…)

Lucas Ramos avalia 2016 “difícil”, mas com bons resultados no campo parlamentar

lucas-ramos2O deputado estadual e vice-líder do Governo Paulo Câmara na Assembleia Legislativa de Pernambuco, Lucas Ramos (PSB), avaliou 2016 como um ano “duro e de muitas dificuldades econômicas”, o que não seria diferente. Ele citou ainda a crise hídrica no semiárido, agravada pela crise política, moral e institucional do país. Apesar disso, o socialista comemorou bons resultados da gestão do socialista pelo qual ajudou a viabilizar no segundo ano do seu mandato.

A análise foi feita durante um almoço de confraternização do deputado com a imprensa local e correligionários na Chácara Millennium, em Petrolina. Entre as ações, Lucas destacou a entrega de obras de infraestrutura hídrica em sistemas de abastecimento simplificado e investimentos da Compesa em ampliação da oferta de água na zona rural de Petrolina, a exemplo do Distrito de Rajada. “Esse tempo de adversidade nos proporcionou o desafio de estimular a criatividade e buscar soluções”, pontuou Lucas.

Petrolina e Juazeiro terão ações alusivas ao Dia Mundial de Luta Contra a Aids

As Secretarias de Saúde de Petrolina e Juazeiro (BA) promoverão nesta quinta-feira (1º/12) diversas atividades para lembrar o Dia Mundial de Luta Contra a Aids.

Para marcar o início da campanha em Petrolina, serão montados estandes na Praça do Bambuzinho, área central da cidade, onde serão disponibilizados à população testes rápidos para triagem da Aids. Além disso, haverá doação de animais, massagens, glicemia e pressão, testes rápidos de sífilis, hepatite B e C e HIV, além de orientações da equipe de Hanseníase e do Cerest.

Já em Juazeiro, durante as atividades serão oferecidos materiais informativos e preservativos. Equipes da Secretaria de Saúde vão orientar sobre as formas de se prevenir contra a doença, além de realizar teste rápido para HIV, sífilis, HTLV e hepatites virais. As ações acontecerão no no calçadão próximo ao Paço Municipal, no Centro. O objetivo da campanha é conscientizar a população sobre os riscos da doença e a importância do diagnóstico precoce para o desenvolvimento do tratamento.

Vereador reeleito Edilsão do Trânsito volta a cobrar ações para comunidades de Petrolina

edilsao

Reeleito como o quarto vereador mais votado de Petrolina, com 3.061 votos, Edilsão do Trânsito (PRTB) voltou ainda mais revigorado para cobrar das autoridades públicas as demandas da comunidade. É o caso do Bairro Dom Avelar, na zona norte, onde ruas sem pavimentação, lixo acumulado nas vias pública e esgoto estourado fazem parte do cenário.

A principal queixa dos comunitários com quem Edilsão conversou se referia à pavimentação. Na Avenida dos Sentimentos, por exemplo, o asfalto praticamente nem existe mais. A mesma situação se repete em outras vias como as Ruas da Caridade e da Felicidade (que faz ligação com o Loteamento Padre Cícero e só foi pavimentada pela metade).

“Diariamente recebemos queixas sobre o Dom Avelar e a melhoria na pavimentação vai trazer também mais mobilidade no bairro”, destacou o vereador. A limpeza das ruas e a construção de uma praça com Academia da Saúde também foram reivindicações ouvidas por Edilsão. “Há muito tempo os moradores do Dom Avelar esperam a praça e vamos continuar cobrando até esse pedido ser atendido”, pontuou.

Mais policiamento

O vereador também cobrou mais policiamento na Cohab Massangano, onde os criminosos estão efetuando furtos e roubos, como na escola do Caic. A creche já foi roubada oito vezes e, mesmo com um Boletim de Ocorrência (BO) registrado, o policiamento não foi reforçado. Edilsão também intercedeu pela comunidade do Alto Cheiroso, outra que reivindica ações de segurança pública.

Sest/Senat Petrolina promoverá na próxima semana ações alusivas ao ‘Outubro Rosa’

outubro rosaPara reforçar a campanha mundial do ‘Outubro Rosa’, que tenta conscientizar as mulheres para a prevenção ao câncer de mama, o Sest/Senat promoverá na próxima semana uma série de ações nas unidades da instituição em Pernambuco. No caso de Petrolina, a programação acontecerá na próxima sexta-feira (28).

Nesse dia haverá um aulão de hidroginástica, café da manhã com distribuição de brindes, além de palestras para sensibilização da realização de exames. As atividades acontecerão das 7h às 16h. A unidade fica localizada na Rua Zito de Souza Leão, n°10, Bairro KM-2. Mais informações podem ser obtidas com a gestora Eva Sá, pelo telefone (87) 9 9634-0640.

Fernando Filho comemora renegociação de ações da Eletrobras na Bolsa de Nova York

Fernando FilhoFernando Filho comemorou a notícia de que os American Depositary Share (ADS) da Eletrobras voltaram a ser negociados desde ontem (13) na Bolsa de Valores de Nova York (Nyse). A Nyse também confirmou que o processo de deslistagem foi cancelado.

“Quando chegamos ao Ministério das Minas e Energia, as ações da Eletrobras estavam suspensas de negociação na Bolsa de Nova York. Pois bem, cinco meses depois, mais de 200% de valorização dos papéis da ELB na bolsa brasileira, e conseguimos o retorno das negociações na Bolsa de NY. Parabéns ao CA da empresa, a todos os funcionários na pessoa do presidente Wilson Ferreira e a todos que ajudaram nessa luta”, afirmou Fernando Filho, pelas redes sociais.

Ações para revitalizar São Francisco podem chegar a R$ 7 bilhões, diz ministro

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, disse ontem (15) que o programa de revitalização do Rio São Francisco, também chamado de Plano ‘Novo Chico’, lançado na semana passada, poderá ter investimentos de R$ 7 bilhões entre 2017 e 2026, quando serão realizadas ações da segunda fase do programa, desde à proteção e recuperação de nascentes, à contenção de erosões e o replantio de encostas.

As ações de médio prazo serão elaboradas pela Câmara Técnica do programa, que se reuniu ontem pela primeira vez, em Brasília. O grupo, formado por representantes de seis ministérios, terá 90 dias para elaborar as ações prioritárias para a revitalização do São Francisco.

Com isto, estamos subsidiando o Comitê Gestor para que as deliberações que ocorrerão no prazo de 90 dias possam acontecer da maneira mais correta, subsidiada e consistente, de maneira que o conteúdo do plano Novo Chico possa representar efetivamente políticas e ações que permitam que o Rio São Francisco possa viver um novo tempo”, disse o ministro.

Para a primeira etapa do programa, que prevê a conclusão de obras de esgotamento sanitário e abastecimento de água para 217 municípios até 2019, será aplicado um total de R$ 1,16 bilhão. A meta é atender às 505 cidades da bacia, onde vivem 16,5 milhões de pessoas.

Transposição

Barbalho disse que a revitalização do São Francisco é fundamental porque o rio precisa estar em plenas condições de volume e de qualidade de água até a conclusão de sua transposição, prevista para dezembro. Outra frente do Plano de Revitalização será a modernização do processo de irrigação na região do São Francisco. Segundo o ministro, a atividade representa hoje o maior percentual de utilização de água do rio. (fonte: Agência Brasil)

Bancada de oposição na Alepe e OAB vão discutir ações contra violência em Pernambuco

violenciaIntegrantes da bancada de oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)/Seção Regional vão debater nesta quinta-feira (11) iniciativas conjuntas no intuito de inibir o aumento da criminalidade no Estado. O encontro acontecerá às 17h na sede da OAB, no Bairro Santo Antônio, no Recife.

Segundo um levantamento feito pela Oposição, com base em dados da Secretaria de Defesa Social (SDS), Pernambuco caminha para o terceiro ano consecutivo de crescimento no número dos homicídios. A alta acumulada este ano está em 6%, sobre um crescimento de 13,5% já registrado em 2015 e de quase 10% em 2014.

Os parlamentares oposicionistas defendem uma ampla discussão com a sociedade sobre o Pacto pela Vida e uma repactuação das bases do programa estadual de combate à violência.

Ao lado de Gonzaga, prefeita de Santa Maria corre atrás de ações junto ao governador Paulo Câmara

eliane com paulo camara

A prefeita de Santa Maria da Boa Vista (PSL), Eliane Costa, esteve com o governador Paulo Câmara solicitando ações para o município. Acompanhada do aliado Gonzaga Patriota (PSB), Eliane apresentou várias demandas entre elas, a recuperação da PE-550, que liga o povoado de Urimamã ao Projeto Fulgêncio, além de uma máquina Perfuratriz e a liberação dos recursos do FEM de obras já iniciadas e a iniciar.

A gestora ouviu de Câmara a promessa de ver seus pleitos atendidos o mais breve possível.

“A situação do país é complicada no momento. O que acontece no governo federal reflete no Estado, mas somos nós, os municípios, quem mais sofremos os efeitos de toda essa crise e turbulência que o Brasil vive. Mas isso não tem nos feito desistir de correr atrás dos recursos e ações pra Boa Vista. Nosso encontro com o governador foi bastante positivo e logo vamos ver os resultados aparecerem”, afirmou. (foto/divulgação)

Fiscalização Preventiva Integrada no norte baiano fará balanço das ações em audiência pública nesta sexta em Juazeiro

agrotóxicos fazendaO programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) realizará nesta sexta-feira (6), no auditório da 6ª Superintendência Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), em Juazeiro (BA) uma audiência pública com o intuito de apresentar o balanço da operação e os números atualizados de apreensões e autuações. Os trabalhos fiscalizatórios abrangeram Juazeiro e mais nove municípios do norte da Bahia – Curaçá, Remanso, Casa Nova, Sento Sé, Pilão Arcado, Sobradinho, Uauá, Jaguarari e Campo Alegre de Lourdes.

Entre as ações mais recentes que constarão no relatório do FPI estão uma visita ao matadouro de Curaçá, no último dia 26/04, onde foram detectadas irregularidades. O local já havia sido interditado pelo Instituto de Meio Ambiente (INEMA), por não se adequar à legislação ambiental e sanitária. Na visita, a equipe da FPI verificou indícios fortes de abate no matadouro e registrou, na polícia, o crime de desobediência.

Os responsáveis pelo poder municipal estão sujeitos a responder às sanções previstas em lei. Em nota da assessoria de imprensa, a Prefeitura de Curaçá admitiu as falhas, mas justificou não ter recursos para melhorar a estrutura do matadouro – algo em torno de R$ 900 mil. “O município reconhece que investimento desse cunho está muito além do orçamento, e que deverá tentar buscar através de convênios e projetos em nível estadual e federal para investimento desse porte”, informou a nota.

Ao todo, 25 órgãos da área de meio ambiente e saúde realizam visitas a empreendimentos urbanos e rurais para identificar possíveis irregularidades, de acordo com a assessoria da FPI.

“Temos encontrado inúmeras omissões do poder público em relação à gestão ambiental no norte da Bahia. É preciso seriedade dos municípios, pois essas ações comprometem a qualidade de vida da bacia e dos seus moradores”, adverte a promotora de Justiça, Luciana Khoury, coordenadora do Núcleo de Defesa da Bacia do São Francisco do Ministério Público da Bahia (NUSF MP/BA). “A Fiscalização é preventiva, mas, caso se faça necessário, os responsáveis são autuados e, se for preciso, presos”, completa a promotora.

Gestão ambiental

Para orientar os municípios sobre a importância da gestão ambiental, a FPI realizou na última terça (3) em Juazeiro o 14° Encontro sobre Perspectivas da Gestão Ambiental Municipal. O evento discutiu os sistemas municipais de Meio Ambiente e de Cultura, além dos instrumentos de proteção ambiental, como licenciamentos e fiscalizações, e a necessidade de criação dos conselhos municipais de meio ambiente. (foto/divulgação)

Em Araripina, Armando Monteiro acredita que apoio a exportações beneficiará polo gesseiro

armando monteiro em araripina

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, anunciou ontem (25) em Araripina (PE), no Sertão do Araripe, um pacote de ações voltadas para aumentar a competitividade de empresas instaladas no polo gesseiro. O objetivo do programa é aumentar as exportações do setor para mercados como Canadá, Estados Unidos, México, Chile, Colômbia, Paraguai e Peru.

Para Armando Monteiro, o lançamento de um projeto voltado para fomentar a exportação do setor é um reconhecimento de que as empresas gesseiras de Araripina são muito importantes para a economia do Brasil. “O polo gesseiro foi considerado estratégico por entendermos que pode dar uma contribuição ainda mais positiva para a balança comercial brasileira. Mas é preciso conquistar novos mercados. Há cerca de 25 empresas da região que, no curto prazo, podem começar a exportar”, afirmou.

Durante o evento, o ministro destacou também que as ações anunciadas estão em linha com as diretrizes do Plano Nacional de Exportações, lançado em junho do ano passado, que prevê a regionalização das ações de apoio à exportação.

Ele destacou ainda que o Projeto Setorial do Gesso é uma ferramenta importante para que as empresas da região mantenham o nível de produtividade e empregabilidade em um cenário de retração da demanda interna.

PNCE

Voltado para empresas de pequeno e médio portes, o Projeto Setorial do Gesso é mais uma ação do Plano Nacional da Cultura Exportadora (PNCE), lançado em Pernambuco pelo ministro em novembro do ano passado. Ao todo, o projeto vai atender 37 empresas, sendo 33 de Pernambuco e o restante do Ceará, Pará e Amazonas. A meta é exportar US$ 350 mil em 2016 e chegar a US$ 500 mil em 2017. O projeto é uma parceria do Sindicato da Indústria do Gesso (Sindusgesso) e da Apex-Brasil.

Entre as ações do projeto estão a avaliação do setor no Brasil e no mundo, estudos de benchmarking internacional de boas práticas de sustentabilidade, elaboração de diagnóstico tanto do mercado quanto das empresas, realização de oficinas de sensibilização e, também, o estabelecimento de diretrizes para atuação em mercados externos.

O polo gesseiro responde atualmente por 95% do fornecimento de produtos para o mercado nacional. No mundo, o Brasil se posiciona como 11º maior produtor, de acordo com dados do Sindusgesso. A produção bruta, em 2013, último dado disponível, chegou a 3,3 milhões de toneladas, sendo que mais de 85% desse montante teve origem em Pernambuco. O setor emprega diretamente 13,8 mil pessoas e quase 70 mil indiretamente.  As informações são da assessoria. (foto/divulgação)

Rui Costa garante apoio a ações de saúde e ajuda a município de Paulo Afonso contra crise econômica

O município de Paulo Afonso, no norte da Bahia, receberá apoio do governo do Estado na área de saúde e também receberá auxílio para superar a crise econômica. A boa notícia foi dada ontem (5) pelo governador Rui Costa durante reunião com o prefeito Anilton Bastos Pereira, na Governadoria, em Salvador.

Paulo Afonso teve uma queda de 40% no arrecadamento do ICMS em 2015, comparado a 2014, e o governador afirmou que o Estado dará o apoio necessário para o município se recuperar. Já na área da saúde, o Rui reafirmou o compromisso de ajudar na construção da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Nair Alves de Souza (HNAS), além de ajudar na constituição do Consórcio de Saúde, que já está formalizado e apto para receber os recursos para a construção, em Paulo Afonso, da Policlínica Regional, que atenderá nove municípios da região (Chorrochó, Glória, Jeremoabo, Macururé, Paulo Afonso, Rodelas, Santa Brígida, Abaré, e Pedro Alexandre, cidades onde vivem cerca de 330 mil moradores).

Trata-se do quarto consórcio de saúde do estado, que prevê beneficiar mais de 250 mil pessoas com oferta de serviços de média e alta complexidade. Através do consórcio, o governo assumirá o compromisso de construir e equipar uma policlínica em Paulo Afonso, no valor de R$ 17 milhões, além de co-financiar até 40% da manutenção, enquanto os municípios consorciados irão ratear os 60% restante.

A unidade vai oferecer até 13 especialidades, 32 serviços e equipamentos – a exemplo de tomógrafos e de ressonância magnética – para rastreamento de câncer de mama, neurologia, pneumologia, entre outros exames. O consórcio propõe um novo modelo de financiamento e gestão dos serviços de saúde, com o objetivo de descentralizar a assistência e desonerar as despesas municipais. (foto/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br