Lembrando o Dia Mundial do Rim, nefrologista alerta sobre as doenças mais comuns na região

Este ano, a Sociedade Brasileira de Nefrologia traz para o centro do debate no Dia Mundial do Rim (9 de março) o tema “Doença Renal e Obesidade – Estilo de vida saudável para rins saudáveis”. A iniciativa tem como objetivo alertar a população sobre o novo perfil de pacientes renais, que, segundo a nefrologista Maria Emília Duarte da UPAE/Imip de Petrolina, se caracteriza por ser formado, na sua grande maioria, por pessoas obesas, diabéticas e hipertensas. (mais…)

Quarta edição de projeto que estimula a prática de atividades físicas começa neste sábado na Orla Nova de Juazeiro

Começa neste sábado (11), na Orla Nova de Juazeiro (BA), a 4ª edição do projeto Estão Saúde. Idealizado pela TV São Francisco, o projeto tem a parceria da Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). O evento vai acontecer durante quatro sábados, a partir das 17h30.

De acordo com a assessora de planejamento da Sesau, Ianni de Almeida, o apoio da Secretaria será através da disponibilização de profissionais. “Professores de Educação Física e nutricionistas do Nasf estarão no local dando orientações acerca da importância de ter uma alimentação saudável e da prática regular de atividades físicas“, explica.

Na ocasião, os educadores físicos ainda darão aulas de zumba, ginástica e circuito funcional. Já os nutricionistas também irão fazer verificação de peso, altura e Índice de Massa Corporal (IMC). O Estação Saúde também será realizado nos dias 25 de março, 01 e 08 de abril.

Confira os serviços oferecidos neste sábado (11):

Avaliação bucal

Aferição de Glicemia Capilar

Aferição de Pressão Arterial

 Medidas antropométricas (peso, altura, índice de massa corporal e perímetro abdominal)

Entrevista de Saúde

Orientação Nutricional

Atividade física (zumba e ginástica)

 Aulas de jump e spinning

Circuito Funcional

Oficina de Atletismo , peteca e Futsal

Após pane elétrica, AME do bairro Areia Branca tem atendimento normalizado

Após uma pane no sistema elétrico, a unidade de Atendimento Multiprofissional Especializado (AME) do bairro Areia Branca, zona leste de Petrolina, normalizou o atendimento médico à população nesta quinta-feira (9). Já a distribuição das vacinas voltará ao normal nesta sexta-feira (10).

A interrupção do serviço aconteceu no último dia 2, após toda a fiação do prédio derreter depois de um curto-circuito. No mesmo dia, a direção da unidade acionou a equipe de manutenção para resolver o problema. Os funcionários da AME foram orientados a permanecerem na unidade para realizar os serviços possíveis à população, além de garantir o cumprimento da carga horária desses profissionais. (foto/Ilustração)

Bodocó implanta atendimento pediátrico no Hospital Municipal

A Secretaria de Saúde de Bodocó, sertão do Araripe, implantou um novo serviço no Hospital Municipal Eulina Silva Lócio de Alencar. A partir de agora a unidade disponibilizará à população o serviço de atendimento pediátrico. A implantação visa melhorar a assistência médica infantil, relacionada às urgências e emergências hospitalares.

O ato também possibilitará atendimento especializado e de qualidade ao público infantil do município. O atendimento é realizado nas segundas, quartas e quintas-feiras das 8h às 11h. (Foto: Ascom)

Médico responde a artigo de paciente que reclamou do seu atendimento na UPA de Juazeiro

O médico da UPA 24 Horas de Juazeiro/BA, José Alberto Veloso, enviou artigo ao Blog, esclarecendo denúncia do leitor Ricardo Luiz que foi postada aqui e que reclamou sobre o atendimento recebido pelo profissional na unidade de saúde baiana. Confira:

Senhor Carlos Brito, caro leitor Ricardo Luiz, demais leitores do Blog e comunidade Juazeirense, inicialmente quero agradecer pelo direito de resposta, caso publique na íntegra esta nota. Sobre a “denúncia do leitor Ricardo Luiz”, esclareço que após rever todas as fichas de atendimentos realizados por mim no último domingo (05/03/17), não consta nenhuma ficha de atendimento com o nome Ricardo Luiz, porém consta uma ficha de atendimento de um jovem, J.B.S.S; este deu entrada às 15:17h, foi atendido na classificação de risco às 15:25h (sinais vitais normais), recebeu classificação de risco VERDE, que significa pouco urgente. Nesses casos o atendimento pelo médico deve ser em até 120 minutos, conforme normativas do Ministério da Saúde.

Mas o paciente foi atendido logo que saiu da sala de classificação de risco, sendo avaliado em todas as suas queixas e realizado o exame físico como é de praxe em todos os meus atendimentos, não sendo constatada anormalidades que indicasse a necessidade de realização de exames complementares, realizei a prescrição indicada para o caso às 16:04h (1. Dipirona EV; 2. Diclofenaco IM e 3. REAVALIAÇÃO).

Senhor Jornalista e caros leitores, inclusive Ricardo Luiz, será que alguém com fortes dores recusaria ser medicado? Recusaria ser reavaliado? (neste caso inclusive por outro médico). Tudo está registrado para averiguação. Este jovem simplesmente recusou a medicação e saiu da UPA24h às 16:06h (isso mesmo leitores, 02 minutos após a prescrição, tempo de sair do consultório e caminhar até o posto de medicamento). Nem toda dor no peito é infarto, e nem toda dor no peito tem indicação de realizar Eletrocardiograma. Lastimável é trabalhar com ética, zelo, responsabilidade e respeito às pessoas, e ver seu nome sendo exposto em Blog e redes sociais desta forma caluniosa e mentirosa por um desconhecido.

Trabalho na UPA desde a inauguração, onde sou servidor público da prefeitura de Juazeiro por mérito conquistado na base de muito estudo, aprovado para o cargo de médico emergencista em concurso público realizado pela PMJ em 2012. Vou continuar meu trabalho honrado e admirado pelas pessoas de boa índole, e não por pessoas do seu tipo. A UPA 24h que parece não ter nenhum valor pra você caro leitor Ricardo Luiz, e senhor jornalista Carlos Brito, ela é formada por pessoas dedicadas e compromissadas, a nossa equipe inclui médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de RX, recepcionistas, cozinheiras, farmacêutica, vigias, maqueiros, administradores, entre outros.

São estas pessoas que dedicam a vida para ajudar o próximo, aliviar a dor, aliviar o sofrimento, limpar o sangue e o pús, ficar ao lado no último instante, lamentar a perda e muitas vezes choramos juntos ou mesmo não conseguimos dormir pensando na dor da perda de alguém que às vezes acabamos de conhecer, vibramos quando conseguimos salvar vidas e salvamos, observamos o sorriso da pessoa que teve a sua dor aliviada, e muitos são gratos e são estes que alimentam a nossa alma, nosso espirito e tornam a nossa jornada menos árdua, nós que levantamos no meio da noite, na madrugada, nos dias de festas, nos sábados, domingos e feriados, ainda assim somos acusados de faltar com empenho e dedicação.

Caros leitores, quanto deve ser competente o leitor Ricardo Luiz falando de atendimento humanizado e dizer que “Definitivamente a saúde pública não necessita de investimento financeiro”. Você, Ricardo Luiz possivelmente não deve ser um usuário do SUS. Reflitam comigo leitores e senhor jornalista, Carlos Brito: Seria humanizado oferecer uma poltrona para um idoso(a) passar a noite deitado aguardando exames ou transferência? Seria humanizado os pacientes ficarem dias e até semanas em observação numa UPA (as normas do Ministério da Saúde estabelecem como tempo máximo de permanência de pacientes nas UPAs 24 horas de observação)? Seria humanizado oferecer uma cama sem um lençol para um paciente? Seria humanizado os pacientes ficarem vários dias na sala vermelha aguardando um leito de UTI? Seria humanizado os pacientes ficarem dias, semanas, meses aguardando uma cirurgia? Caro leitor Ricardo Luiz acredito que deve existir muitos gestores com o seu pensamento e por isso a saúde pública está na UTI.

Prometo que ao exercer a arte de curar, Mostrar-me-ei sempre fiel aos preceitos da honestidade, Da caridade e da ciência. Penetrando no interior dos lares, Meus olhos serão cegos, Minha língua calará aos segredos que me forem revelados, Os quais terei como preceito de honra. Nunca me servirei da profissão para corromper os costumes, Ou favorecer o crime. Se eu cumprir esse juramento com fidelidade, Goze eu, para sempre, a minha vida e a minha arte, De boa reputação entre os homens. Se os infringir ou deles me afastar, suceda-me o contrário.

Dr. José Alberto Veloso – CREMEB 20.977 Médico Emergencista UPA24h

Novidade: Agendamento de consultas no HU passa a ser feito por telefone

A partir deste mês de março, todas as consultas para o Ambulatório do Hospital Universitário (HU) de Petrolina serão marcadas via telefone. O objetivo, segundo a direção, é extinguir as filas de marcações e facilitar o agendamento para os pacientes dos municípios circunvizinhos.

As consultas para o mês de abril serão agendadas entre os dias 13 a 23 de março, das 14h às 16h. Não serão feitos agendamentos em outras datas e horários e presencialmente, somente pelos telefones: (87) 2101 6511, 2101 6514 e 2101 6585.

Datas para agendamento por especialidade médica:

Ortopedia 13 e 14.03
Neurocirurgia e Endocrinologia 20.03
Neurologia e Vascular 21.03
Anestesiologia/ Cardiologia/Cirurgia Geral 22.03
Demais especialidades

23.03

 

Médicos do HDM/imip participam de grupo estudo sobre ginecologia e obstetricia em parceria com a Universidade Federal de São Paulo

O Hospital Dom Malan/IMIP de Petrolina participa há dois anos de um Grupo de Estudo Médico/Científico formado por 10 instituições de saúde e educação brasileiras sob a coordenação da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Uma vez por mês o grupo se reúne via videoconferência para o debate de temas relevantes ligados à ginecologia e obstetrícia.

Várias já foram as contribuições multilaterais, inclusive com a contrapartida da unidade materno/infantil, que levou ao centro do debate estudos feitos sobre o Zika vírus com gestantes e bebês. Nesta terça-feira (07), o tema escolhido pela Unifesp foi a “Gravidez Ectópica de Localização Excepcional”, ou seja, um estudo de casos raros de quando o óvulo fertilizado se implanta em algum lugar bastante incomum fora do útero.

São convidados do Dom Malan para os encontros: médicos, residentes, acadêmicos e colaboradores que não são da casa. “Nós abrimos o espaço que conquistamos para todos os profissionais da região interessados em participar de um estudo continuado na área de ginecologia e obstetrícia. Acreditamos que esses debates são muito ricos e que a formação em serviço faz parte do crescimento médico, que contribui para a melhora da assistência prestada nos serviços de saúde”, explica o ginecologista/obstetra do HDM e especialista em medicina fetal, Marcelo Marques.

A médica/obstetra, Milena Brandão, fez questão de participar do encontro e levar o seu depoimento pessoal. “Tive uma gravidez ectópica na cicatriz de cesárea, uma das formas mais raras do caso, e vivi o lado de paciente e médica ao mesmo tempo, sendo essa uma experiência única. Fizemos um relato do caso, apresentamos em um congresso e hoje achei que deveria compartilhar a experiência com o grupo, até para exemplificar como foi toda a conduta médica”, relatou a profissional, que também se colocou à disposição para participar de outros momentos e tirar dúvidas. (Foto: Ascom)

Deputado socialista destina R$ 400 mil para a maternidade de Petrolina

O prefeito Miguel Coelho, PSB, recebeu uma boa noticia em sua maratona de audiências e reuniões em Brasilia. O deputado João Fernando Coutinho, também socialista, destinou uma emenda de R$ 400 mil para a construção da nova maternidade de Petrolina.

“Com esse novo espaço, conseguiremos desafogar a demanda no Hospital Dom Malan, hoje gerido pelo Governo do Estado, e dar à nossa cidade mais um local digno e de qualidade para que as mães tenham seus filhos. Feliz demais com essa parceria”, comemorou o prefeito numa postagem em sua pagina oficial do Facebook.

Câmara aprova projeto que regulariza salários dos médicos da família em Petrolina

Aprovado por 16 votos o projeto de lei 009/2017 de autoria do Poder Executivo que regulariza os salários dos médicos que atuam no Programa de Saúde da Família (PSF) e no Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). A aprovação ocorreu na sessão desta terça, 7, e fez parte das primeiras matérias apreciadas na Casa nesta legislatura.

A proposta visa regulamentar o pagamento de R$ 2 mil que os profissionais recebiam por estarem no programa, mas que não estava inserido nos salários, formalmente. Com a aprovação, os médicos do PSF passam de um salário de R$ 6.712,0 para R$ 8.712,00.

Veto

Ainda na sessão desta terça, os vereadores aprovaram o veto ao projeto aprovado por eles próprios no final do ano passado que instituía o programa de enfrentamento à obesidade mórbida. Por 18 voto favoráveis e nenhum contra, o veto foi mantido. O PL não tinha sido sancionado pelo ex-prefeito Julio Lóssio (PMDB), cabendo a missão ao prefeito Miguel Coelho (PSB) que logrou êxito, tendo inclusive o voto da oposição.

O líder da oposição na Câmara, vereador Paulo Valgueiro (PMDB), frisou a importância do programa e justificou por que acompanhou a situação na aprovação do veto. “Sabemos da importância dessa questão da obesidade mórbida atualmente. Deixamos o prefeito à vontade para que ele envie o projeto, para assim a saúde municipal beneficiar pessoas que sofrem com a doença, mas não têm condições de se tratar“, declarou o vereador.

Após reclamações, diretoria do HRJ publica errata do edital do processo seletivo

Após reclamações de candidatos ao novo processo seletivo do Hospital Regional de Juazeiro-BA (HRJ), a direção da unidade publicou nesta terça-feira (7), por meio da Associação de Proteção a Maternidade e Infância (APMI) de Castro Alves, errata dos editais n° 001/2017 e n° 002/2017. Segundo informações, contavam erros no Edital.

O processo seletivo externo simplificado é destinado a formação de cadastro reserva de equipes multidisciplinares de nível superior, técnico/médio e fundamental. O prazo para  entrega dos currículos já está encerrado, apenas para o cargo de Nutricionista será estendido até o dia 9/03. O edital retificado pode ser conferido acessando aqui. Maiores informações através do telefone (74) 3614-8350.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br