Vereadores de Petrolina aprovam proibição a cigarro eletrônico e esclarecimento sobre método anti-engasgo

por Carlos Britto // 16 de agosto de 2022 às 16:56

Foto: Nilzete Brito/Ascom CMP

Sem matérias do Poder Executivo na pauta, a Câmara Municipal de Petrolina aprovou na sessão plenária desta terça-feira (16) dois projetos de autoria do vereador governista Josivaldo Barros (PSC/foto). Ambos foram votados em bloco e receberam 16 votos a favor.

Um deles foi o projeto 067/22, que proíbe a comercialização de acessórios ligados ao fumo, inclusive ligados ao cigarro eletrônico, a menores de 18 anos. Em sua justificativa, Josinaldo argumentou ter aumentado na cidade a quantidade de jovens fazendo uso desse tipo de produto.

No Brasil já é proibido, mas não existe uma fiscalização como deveria. A gente tem percebido um aumento, principalmente entre os menores, e esse projeto vem para organizar e ao mesmo tempo proibir essa prática, buscando a melhoria na questão da saúde”, afirmou.

O outro projeto (069/22), dispõe sobre fixação de cartazes explicativos que demonstrem a aplicação da manobra do método Heimlich em restaurantes, bares, lanchonetes, praças de alimentação de shoppings centers e estabelecimentos similares. Para quem não conhece, o Heimlich consiste numa ação emergencial para socorrer uma pessoa que se engasgou com algum tipo de alimento ou até mesmo com água. Este último caso, por exemplo, aconteceu com um assessor do vereador Capitão Alencar, o qual utilizou o método para salvá-lo. Alencar aproveitou, por conta disso, para parabenizar seu colega pela iniciativa na Casa Plínio Amorim.

Vereadores de Petrolina aprovam proibição a cigarro eletrônico e esclarecimento sobre método anti-engasgo

  1. Defensor da liberdade disse:

    É brincadeira, o Estado virou babá para marmanjos. Embora eu ache cigarro de qualquer tipo uma porcaria, não apoio a proibição, exceto em locais públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.