Vereador de Lagoa Grande é investigado por suposta associação criminosa

por Antonio Carlos Miranda // 26 de maio de 2022 às 20:58

Foto: Blog do Carlos Britto

Um vereador da Câmara Municipal de Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco, que reside em Petrolina, virou um dos alvos da Operação ‘Qualificados’, deflagrada na manhã desta quinta-feira (26) pela Polícia Civil de Pernambuco (PCPE). O nome do vereador é mantido em sigilo, neste momento, em virtude da nova Lei de Abuso de Autoridade, a qual impede que os agentes de segurança pública exponham suspeitos durante a fase de investigação.

Desde o início da manhã de hoje, a notícia de que a cidade de Petrolina seria um dos alvos da operação causou alvoroço, mas o titular da 1ª Delegacia de Combate à Corrupção (DECCOR), Andrei Rocha (foto), afirmou que os alvos eram Lagoa Grande e Arcoverde – esta última no Sertão do Moxotó.

O nome da operação remete-se ao fato de empresas localizadas em Maceió (AL) e João Pessoa (PB) terem acertado com os investigados, que são ordenadores de despesas, uma capacitação para vereadores e cargos comissionados a qual não era cumprida. “Em tese as empresas, através dos ordenadores de despesas das câmaras, contratavam essas empresas para oferecer algum curso de qualificação para vereadores e comissionados. Porém, de acordo com as investigações preliminares, boa parte desse pessoal não ia e gerava diárias. Ou se ia, não completava o curso”, explicou.

De acordo com Andrei, tal prática implica em recursos do contribuinte, o que motivou a operação. Além da ‘Qualificados’, a PCPE também deflagrou outras duas operações – a ‘Capacitados’, que incluem ainda Itapissuma e Igarassu, na Região Metropolitana, e a ‘Cimeiras’, em Timbaúba (Mata Norte) e Recife. As duas primeiras foram presididas pelo titular da DECCOR. As ações investigam inicialmente a prática de associação criminosa, peculato, corrupção ativa e passiva. “De acordo com o que for colhido, e seguidamente com os depoimentos de cada investigado, no meu relatório vou poder tipificar quais os crimes”, concluiu o delegado.

Vereador de Lagoa Grande é investigado por suposta associação criminosa

  1. Pé no Saco disse:

    Se a moda pegar muito nego vai preso.

  2. Pé no saco disse:

    Por isso que a posição não entrou na política de lagoa grande ,tudo sujo ia sair um carro cheio de corruptos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.