Vandalismo em Petrolina não poupa nem equipamento público recém-inaugurado na orla

5

Atos de vandalismo são recorrentes em Petrolina, e não são de hoje. Pelos quatro cantos da cidade, a marca de destruição deixada por esses marginais causa indignação na sociedade.

O Blog testemunhou, na véspera de ano novo, mais um desses tristes fatos: um refletor implantado pela prefeitura na recém-inaugurada ciclovia da orla foi destruído (confiram o vídeo). A pedra deixada no local aponta para a forma como os vândalos agiram. Essa conta, infelizmente, quem vai pagar mais uma vez é o contribuinte. Lamentável.

5 COMENTÁRIOS

  1. Aí tem que ter uma resposta da polícia. Tem que identificar esse marginal. Só asssim servirá do exemplo para os demais. Se não for dessa forma não adianta de nada. Com esse tipo de gente tem que ser tolerância zero.

  2. A Teoria das Janelas Quebradas, desenvolvida na escola de Chicago por James Q. Wilson e George Kelling explica que se uma janela de um edifício for quebrada e não for reparada a tendência é que vândalos passem a arremessar pedras nas outras janelas e posteriormente passem a ocupar o edifício e destruí-lo. O que quer dizer que a desordem gera desordem, que um comportamento anti-social pode dar origem a vários delitos. Por isso, qualquer ato desordeiro, por mais que pareça insignificante, deve ser reprimido. Do contrário, pode ser difusor de inúmeros outros crimes mais graves.

Deixe uma resposta para Snoop Cancelar resposta

Comentar
Seu nome

17 − cinco =