Série A1 do Pernambucano: Fera Sertaneja intensifica preparativos para estreia contra Afogados

1

Após o feito inédito de ter subido para a elite do Campeonato Pernambucano em 2019 sendo campeão invicto da Série A2 no ano passado, o Petrolina Social Futebol Clube (PSFC) precisa, agora, mostrar a mesma força sem Ronaldo Silva, que decidiu renunciar à presidência do clube. Pesou para a saída de Ronaldo, que foi considerado um dos principais responsáveis por resgatar a Fera Sertaneja do ostracismo, a incerteza em relação a apoios financeiros ao clube.

Mas o show precisa continuar. Confirmado como novo presidente do clube, o servidor da Câmara de Petrolina, Jeferson Oliveira de Freitas, não perdeu tempo em anunciar Alberto Lima como novo técnico do time. Agora é hora de agilizar os preparativos para a maior competição da Fera Sertaneja nesta temporada: a Série A1.

Pode-se dizer que o time petrolinense começou a pré-temporada com certo atraso em relação às demais equipes – apenas na semana passada. Mas o otimismo em fazer um bom papel na elite do pernambucano tem motivado dirigentes, jogadores e comissão técnica, a começar da base que conquistou o título da Série A2. Dos 28 atletas que farão parte dessa temporada, 16 são remanescentes da conquista e 12 chegam para reforçar o time.

Entre as contratações mais recentes estão a de Jeferson Marcelo e o meia Wanderson (mais conhecido como Bibi, campeão pernambucano com sub-20 pelo Porto de Caruaru). A estreia da Fera será fora de casa, contra o Afogados, no Sertão do Pajeú. Até lá é aguardar e torcer para um bom início do Petrolina.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta para Jose Helton Cancelar resposta

Comentar
Seu nome