Retomada de atividades comerciais em Juazeiro foi positiva afirmam gestão municipal e empresários

1
Foto: Divulgação

A primeira semana de reabertura do comércio em Juazeiro, após apresentação do Plano de Retomada do prefeito Paulo Bomfim, junto com Comitê de Enfrentamento à Covid-19, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Sebrae, Sindicato dos Comerciários e Associação Comercial, agradou os comerciantes e trabalhadores, mas alertam que é preciso ter muita cautela e garantir que as regras sejam obedecidas.

“Até o momento, estamos percebendo que os empresários/comerciantes estão engajados para que a economia seja retomada, após este longo período que passamos, desde o primeiro decreto. Os acordos sanitários estão sendo cumpridos e também tenho reparado que a população tem contribuído, pois as pessoas que precisam vir ao comércio ou ao banco estão usando máscara. Alguns poucos ainda não tomaram consciência, mas acredito que uma hora atingiremos 100% desta conscientização e assim não precisemos interromper, novamente, as atividades comerciais, para proteger a vida da população juazeirense”, declarou Paulo Bomfim.

As vendas ainda estão tímidas, mas segundo o presidente da CDL, Murilo Matos, a expectativa é de crescimento nos próximos dias. “Ainda está bem retraído. Estamos com um faturamento de 30% em relação ao mesmo período do ano passado. A CDL, Sindcom e Aciaj estão com fiscalização frequente e também distribuindo máscaras no centro comercial, além de sempre orientar os lojistas para respeitar, rigorosamente, o que está no Decreto, a exemplo de ninguém desrespeitar o sábado e fechar os estabelecimentos”, destacou. Ele ainda ressalta o empenho dos lojistas. “O pessoal está bem consciente. Se Deus quiser, e com a ajuda da população, vamos passar este período sem precisar fechar”, e finalizou informando que termômetros foram doados para alguns lojistas, além de contar com o apoio da Semaurb e da Guarda na fiscalização.

No período de 01 a 05 de junho, a Secretaria de Meio Ambiente e Ordenamento Urbano (Semaurb) visitou 412 estabelecimentos comerciais, além de orientar os vendedores ambulantes. Durante a fiscalização a equipe observou um crescimento na circulação de pessoas nas ruas da cidade, mas que os estabelecimentos também estão cumprindo as determinações estabelecidas no decreto, como uso de máscaras, álcool e o distanciamento social. Além da utilização de termômetro medindo a temperatura das pessoas. O prazo para que os estabelecimentos se adequem é de 10 dias.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta para Jose Cancelar resposta

Comentar
Seu nome