Retomada das aulas presenciais continua sem previsão em Pernambuco

2
Foto: Ilustrativa/Alair Ribeiro/MidiaNews

Ainda não existe uma data definida para a volta das aulas presenciais nas instituições de ensino de Pernambuco. Um decreto do governo do Estado que suspende as aulas nas unidades de ensino termina hoje. Apesar disso, segundo a Secretaria Estadual de Educação, um plano de retomada está sendo elaborado para proporcionar um retorno seguro. As informações são da Folha de Pernambuco.

As aulas estão suspensas desde o dia 18 de março no Estado, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e um decreto do governo prorrogou a suspensão. Para o secretário Fred Amâncio, a expectativa é que o decreto seja novamente prorrogado.

Amanhã (hoje,30) deve sair a decisão do governador sobre como vai ser a prorrogação do período, não necessariamente significa que tem relação com o plano de retomada. O que tem relação com a data da retomada é o nosso plano, não o decreto”, destacou Amâncio.

As aulas estão suspensas desde o dia 18 de março no Estado, por conta da pandemia do novo coronavírus e um decreto do Governo do Estado prorrogou a suspensão. Para o secretário estadual de Educação, a expectativa é que o decreto seja novamente prorrogado. “Amanhã (nesta terça) deve sair a decisão do governador sobre como vai ser a prorrogação do período, não necessariamente significa que tem relação com o plano de retomada. O que tem relação com a data da retomada é o nosso plano, não o decreto”, destacou Amâncio.

Segundo o secretário, um plano para retomada está encaminhado e terá três etapas principais. “Tem o setorial, e as diretrizes sobre distanciamento, proteção, comunicação, que está praticamente pronto. Temos orientações pedagógicas, e o trabalho que é a proposta de retomada, em etapas, temos bem construído, mas não significa uma volta imediata”, disse.

CNE

Amâncio destaca que esta semana o Conselho Nacional de Educação (CNE) deve emitir novo posicionamento, e se for necessário o plano estadual passará por alguns ajustes. “Até o final dessa semana o CNE deve ter um novo parecer, que queremos estar alinhados com ele, para que assim, com as análises da área de saúde e o aval do governador, fazer a divulgação em definitivo”, apontou.

De acordo com o diretor executivo do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de Pernambuco (Sinepe), Arnaldo Mendonça, os protocolos de medidas de segurança estão sendo discutidos. “A gente teve uma reunião com a secretaria de educação e estão esperando um posicionamento, acredito que até segunda deve ter um protocolo liberado, mas ainda sem data de volta”, contou.

Arnaldo aponta que as escolas particulares estão prontas para o retorno e muitas já fizeram compras de equipamentos de higienização. “Estamos nos organizando, tudo com base na Organização Mundial de Saúde. O governo autorizando, com uma semana acho que todo mundo tá pronto, escolas estão instalando pias, tapetes sanitizantes, termômetros, álcool em gel”, afirmou.

Universidades

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) ainda não definiu um período para retorno às atividades e estuda a melhor forma. Para a Universidade de Pernambuco (UPE), a retomada às atividades acadêmicas será feita a partir de análises. “O planejamento ocorre como processo de reflexão, elaboração e ação para atividades. Encaminharemos para os Conselhos Superiores da Universidade as especificidades de cada unidade”, disse em nota.

Já a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) elaborou uma consulta pública para criação de um Plano de Funcionamento e no dia 15 de julho deve ter uma resposta. “Iniciamos amplo processo de discussão coletiva para a elaboração de uma proposta preliminar para o funcionamento futuro das atividades”, declarou no seu site. Em Petrolina, o reitor pró tempore, Paulo César Fagundes, já tinha dito a este Blog que não havia previsão de volta às aulas presenciais.

2 COMENTÁRIOS

  1. Quanta insistência nesse assunto que já nasce morto. Aula só voltará quando tiver vacina para todos os estudantes e profissionais em educação(professores e técnicos e agentes de limpeza) sem falar em toda logística e estrutura da rede escolar privada e pública. ELES QUE MANDEM SEUS FILHOS E FILHAS NA FRENTE. IRRESPONSABILIDADE COM VIDA DE CRIANÇAS E JOVENS BRASILEIROS DESSAS OTORIDADES IRRESPONSÁVEIS E EMPRESÁRIOS DA EDUCAÇÃO PRIVADA GANANCIOSOS POR GRANA NO BOLSO. VCS PAGARAM CAROS SEUS IRRESPONSÁVEIS.

Deixe uma resposta para Joana Lagoa Grande Cancelar resposta

Comentar
Seu nome