Queiroz admite problemas na relação com PSB, mas diz que não marchará com oposição

por Carlos Britto // 08 de dezembro de 2021 às 17:39

Foto: N10/reprodução

O deputado estadual José Queiroz (PDT) afirmou que não marchará com a oposição de Pernambuco nas eleições de 2022. Ele disse que tem uma ligação e uma relação histórica com o PSB há mais de 20 anos, e esse deve ser o caminho para as próximas eleições.

Não. Está fora de cogitação. O partido não marchará com a oposição. Nós vamos encontrar caminhos para saber como fazer com a candidatura do Ciro (Gomes). A gente vai queimar todas as etapas para garantir a candidatura dele, mas não se cogita ir para a oposição”, disse.

O deputado acredita que o que atrapalha na relação com o PSB é a conjuntura nacional, já que os socialistas querem marchar com o ex-presidente Lula e o PDT entende que Ciro Gomes é o melhor nome.

Queiroz afastou ainda a possibilidade de ser candidato ao Senado, afirmando que essa preferência é para o seu filho e deputado federal, Wolney Queiroz.

Hoje eu tenho um participante direto, o Wolney Queiroz, que é um grande articulador. Nesse contexto, minha participação é como coadjuvante aqui em Pernambuco. Eu estou fora. Não tenho aspirações majoritárias, já tive muitas. Mas a gente tem que ter muita calma, e se houver um candidato majoritário, será o Wolney”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *