Quadrilha pode estar por trás de crimes contra patrimônio de Juazeiro, diz secretário

por Carlos Britto // 23 de setembro de 2021 às 08:50

Foto: Ascom PMJ/divulgação

Os frequentes crimes contra o patrimônio público de Juazeiro (BA) podem ter ligação com uma quadrilha especializada. A suspeita foi levantada pelo secretário de Serviços Públicos da prefeitura, Charles Leal. Os atos de vandalismo e furto registrados em diversos pontos da cidade já foram denunciados pela administração municipal à Polícia Civil, que investiga esses casos em sigilo.

Entre esses crimes está o furto do cabeamento que dá sustentação à iluminação pública no Parque Fluvial; Parque Lagoa de Calu; BR-235 – entre o bairro Piranga e a Ponte; BR-407 – entre os contornos do Assaí e Lomanto Júnior; e na BA-210, entre o mercado do Produtor e o Bairro Tabuleiro.  No total, mais de 7 mil metros de fios já foram furtados.

Também já foram levadas pelos vândalos as grades de ferro das galerias de águas pluviais nos calçadões das travessas Benjamin Constant; Conselheiro Saraiva; Praça Santiago Maior; Rua Oscar Ribeiro; Travessa da Maravilha; e nas avenidas Carmela Dutra, Raul Alves e Santos Dumont – todas na área central, além de registros também nos bairros. Até placas de gramas e plantas estão sendo roubadas dos canteiros da Avenida da Estação e também das rotatórias do município.

Ontem (22), pela quarta vez, os criminosos foram flagrados por populares tentando furtar o cabeamento da iluminação pública nas proximidades do Assaí Supermercado. Porém, ao avistarem a viatura da equipe Romu, da Guarda Civil Municipal (GCM), abandonaram os equipamentos utilizados na tentativa do furto, bem como o cabeamento que já havia sido retirado.

Acredito na possibilidade de tais atos estarem sendo praticados por uma quadrilha organizada, que não quer ver o bem da nossa cidade. Essas práticas de furtos ao patrimônio público e tentativas de desqualificar as ações realizadas pela atual gestão, revolta não só os membros e trabalhadores da prefeitura, como também a todos os cidadãos de bem que querem o melhor para Juazeiro. Já levamos a denúncia ao conhecimento das autoridades policiais e de segurança pública, as quais informaram que já têm elementos e indícios contundentes para identificação destes criminosos, porém as apurações dos fatos ocorrem em sigilo para não atrapalhar as investigações“, pontuou Leal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *