Presidente do Senado destaca atuação de FBC na aprovação de projetos sociais

por Carlos Britto // 01 de julho de 2022 às 09:03

Foto: divulgação

O Senado aprovou nesta quinta-feira (30/06) o relatório do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) com um conjunto de medidas de impacto social para minimizar os efeitos da crise econômica. A proposta zera a fila de famílias atendidas pelo Auxílio Brasil e aumenta o valor para R$ 600,00 até o fim do ano. O relatório também dobra o valor do vale-gás, que vai custear um botijão a cada dois meses para 5,7 milhões de famílias, e cria auxílios para caminhoneiros e taxistas, além de subsidiar a gratuidade do transporte de idosos e conceder crédito tributário para a indústria do etanol. A PEC 01/2022 recebeu apenas um voto contrário.

Durante a votação no plenário, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) ressaltou a atuação decisiva de Fernando Bezerra Coelho na aprovação de projetos que garantem proteção social e a implementação de medidas para o enfrentamento da crise econômica.

Vossa Excelência se destaca no Senado Federal por sua capacidade de aglutinação, busca de consensos e soluções, e nenhuma intransigência. O Senado o tem em alta conta. Essa presidência o tem em alta conta”, afirmou Pacheco, lembrando uma série de propostas articuladas por FBC.

Articulação

Em 2021, Fernando foi autor da PEC Emergencial que assegurou o pagamento de mais uma rodada do auxílio emergencial para os brasileiros em dificuldade por causa da pandemia. A proposta abriu espaço fiscal de R$ 44 bilhões para atender a população vulnerável. “Vossa Excelência foi o autor dessa proposta que salvou muitos brasileiros em 2021”, lembrou o presidente do Senado. “E terminamos o ano de 2021 com a PEC dos Precatórios tendo Vossa Excelência como relator que equacionou todos os problemas com sabedoria, inteligência e busca de consensos entre governo e oposição”.

Já em 2022, Fernando Bezerra Coelho garantiu a aprovação do PLP 18/2022, que estabeleceu um limite para o ICMS cobrado pelos estados sobre energia, combustíveis e outros produtos considerados essenciais. E diante da redução dos impostos sobre combustíveis, ele apresentou a PEC 15/2022, também aprovada pelo plenário, assegurando benefícios ficais para os biocombustíveis para manter a competitividade em relação à gasolina e ao diesel.

“Agora, como relator da PEC 01, Vossa Excelência consegue fazer um substitutivo que leva quase à unanimidade dos votos. Uma sequência de iniciativas que tiveram Vossa Excelência como autor ou relator. Isso é excepcional, digno de nota, e faço esse reconhecimento público em nome do Senado. Vossa Excelência é um orgulho para o estado de Pernambuco”, concluiu Pacheco.

Presidente do Senado destaca atuação de FBC na aprovação de projetos sociais

  1. Pé no Saco disse:

    Sobre isto aí é indiscutível,o homem é macaco velho.

  2. Esse “Senador – Fernando Bezerra Coelho,tem muita capacidade enorme de aglutinar, agregar as lideranças para “Solucionar, os problemas sociais deste “país “.( para amenizar- “pelo menos!). -Acompanho o “Senador”- desde quando “ELE, era CHEFE chefe de “Gabinete da Casa Cívil- no Governo do dr*-Roberto Magalhães!. Bons Tempos!!!-quer não voltam Mais!Ele tinha28anos…!

  3. FORA PTRALHAS disse:

    Esse Presidente do Senado é um atraso para os brasileiros!
    Só serve aos interesses corporativistas dos corruptos da Nação!
    É a Esquerda disfarçada!

  4. Antonio Marreco disse:

    Projeto de constitucionalidade duvidosa.
    Cria benefício em ano eleitoral, o que é vedado.
    Assim faz com o objetivo de conseguir recursos para sei curral, o que também significa para sua botija.
    Qual o benefício para o futuro, para a saúde, para a educação?
    Nenhum.
    Então, faz parceria com o Bolsonaro, para buscar sobrevivência política, depois de ter sido humilhado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.