PM é impedido de entrar armado em agência do BB de Petrolina; instituição esclarece

por Antonio Carlos Miranda // 27 de outubro de 2021 às 19:53

Foto: WhatsApp/Blog do Carlos Britto

Um policial militar do estado do Ceará não escondeu seu aborrecimento com um fato ocorrido na agência do Banco do Brasil (BB) na manhã de ontem (26). De acordo com o soldado Gildenes Rodrigues, ele estava à paisana e precisava ter acesso à agência, mas foi impedido de entrar com sua arma.

Fui informado pelo segurança da agência que, caso eu quisesse adentrar na agência, eu teria que deixar minha arma num armário, totalmente exposto, na entressala da agência. Como estava muito apressado, tive que fazer. Coloquei minha arma lá, resolvi o mais breve possível meu problema e fui embora”, afirmou.

Inconformado com a situação, o PM retornou no começo da tarde à agência e pediu para falar com a gerência, e recebeu a informação que nenhum agente de segurança pública que não esteja fardado – ou seja, em serviço – poderia – poderia entrar armado na agência. “Eu questionei qual a base legal da medida, já que meu porte de arma é nacional e posso trafegar em todo território nacional, para minha segurança. Mas disseram apenas que não tinha uma base legal, era apenas uma norma interna”, afirmou Gildenes.

A reportagem procurou a gerência da agência do BB, que justificou que não poderia conceder entrevista sobre o assunto, mas declarou que o caso do PM não foi o único. No entanto, o Blog foi informado pela instituição que essa norma interna não existe mais. A partir de agora, mesmo à paisana um policial ou qualquer agente de segurança pública poderá entrar armado à agência, desde que apresente uma documentação identificando a instituição à qual pertence.

PM é impedido de entrar armado em agência do BB de Petrolina; instituição esclarece

  1. PENSADOR disse:

    O Segurança agiu corretamente.

  2. Petrus disse:

    Os bancos brasileiros só respeitam quem tem dinheiro. Para os tais, nem filam pegam. Gerente e demais funcionários são serviçais desse grupo. Deveriam se preocupar em acabar com as filas vergonhosas e não fazem isso porque rico não pega fila como dito antes. A Caixa Econômica, o pior banco do mundo, não é diferente. Atendimento lixo e um atendimento digital que nega praticamente tudo que se requer. Um bando de gerentinhos incompetentes, cães dos ricos e humilhadores dos pobres. Bando de cretinos incompetentes.

  3. isnaildo Alves Silva disse:

    Se o cara é policial e se identificou eu só queria saber qual o problema dele entrar com a arma dele no local, inclusive no caso de um vagabundo entrar e tentar alguma coisa ele poderia ajudar os próprios seguranças que lá estavam, como fez um policial a paisana a pouco tempo aqui quando um vagabundo tentou assaltar uma loja de celulares.

  4. Visão para o futuro disse:

    Se fosse bandido com certeza conseguiria entrar armado, mas como é um policial e é no Brasil, não pode entrar armado, pois aqui o certo é errado e o errado é CORRETO.

  5. Volta para o Ceará... disse:

    Policial babaca… a segurança do Banco estava super correta/correto, seguiu o protocolo. Como sou cliente desta agencia, parabenizo a todos e espero que este mané volte pra terra dele.

  6. Defensor da liberdade disse:

    Certo o banco, minha propriedade minhas regras. Quando o governo quiser mandar em algo ele que abra um banco para ele. E para quem fala que o policial iria parar assaltante de banco com pistola, só pode estar de brincadeira.

  7. Paulo Gilberto disse:

    Policial sem noção certíssima atitude do Banco vai no Rio de Janeiro andar paisana com tua arma a vista pra ver se não perde a arma ou ate a vida vai no Eusébio em Fortaleza paisana chega lá dizendo que e polícia pra tu ver menino mimado sem noção

  8. ysrebelde disse:

    Vamos informar essa regra interna do BB, para os assaltantes de banco. Da próxima vez que eles forem assaltar uma agência, eles devem deixar as armas e explosivos na entres sala da agência. Afinal o banco está corretíssimo, segundo as opinião dada aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *